SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número230“É igual mas é diferente”: Género e violência na intimidade entre pessoas do mesmo sexoOs jornalistas portugueses sob o efeito das transformações dos media. Traços de uma profissão estratificada índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Resumo

SIMOES, Maria João  e  AUGUSTO, Fábio Rafael. Expostos e duplamente vigiados: o caso do Facebook. Anál. Social [online]. 2019, n.230, pp.132-153. ISSN 0003-2573.  http://dx.doi.org/10.31447/AS00032573.2019230.06.

Expostos e duplamente vigiados: o caso do Facebook. Tal como acontece com a maioria dos artefactos tecnológicos, também a emergência do Facebook gerou diversas teorias, que variam entre o mais exacerbado otimismo e um tremendo ceticismo. O facto de o seu surgimento estar muito associado ao exibicionismo e ao voyeurismo, tem sido campo fértil para o desenvolvimento de ideias feitas e pré-concebidas, que dificultam o desvendar da sua complexidade. O objetivo deste artigo é esboçar uma panorâmica sobre o Facebook, que reporte para os valores, objetivos e interesses que estão na origem do seu desenvolvimento e para a vigilância social que este artefacto tecnológico veio possibilitar de um modo mais alargado, desafiando-se teses que apontam para a total novidade desta rede e para a homogeneidade dos seus usos.

Palavras-chave : escolha social; desenvolvimento tecnológico; usos tecnológicos; vigilância social; vigilância organizacional.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons