SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número218O tráfico de drogas em formas: notas de pesquisas sobre o Rio de Janeiro13 de abril de 1831: a Bahia de Cipriano Barata e o Brasil de D. Pedro I no final do primeiro reinado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Resumo

CHAVES, Cláudia Maria das Graças  e  SLEMIAN, Andréa. “Memorial” às Cortes de Lisboa de Manoel Luís da Veiga (1821): Constitucionalismo e formas de governo no Brasil. Anál. Social [online]. 2016, n.218, pp.122-144. ISSN 0003-2573.

Através do Memorial redigido e encaminhado às Cortes de Lisboa em 1821 por Manoel Luís da Veiga, publicista e proprietário de uma fábrica de cordas em Pernambuco, discutimos os arranjos políticos constitucionalistas e as formas de governo no Brasil às vésperas de sua independência. O constitucionalismo era o foco dos debates e, dentro das formas plurais e em mutação dos governos do império português, abria-se um amplo campo de experimentação. Percorremos, nestas páginas, os múltiplos espaços em que esse debate se transformou num intenso jogo de forças políticas, e transcrevemos, no final, o inédito documento de 1821.

Palavras-chave : império luso-brasileiro; independência; constitucionalismo; províncias.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons