SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número183Determinantes da mortalidade e da longevidade: Portugal numa perspectiva europeia (UE15, 1991-2001) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Resumo

LAGES, Mário F.. Os comportamentos de risco dos jovens portugueses e a sua mortalidade . Anál. Social [online]. 2007, n.183, pp.395-418. ISSN 0003-2573.

Este estudo sobre a mortalidade em Portugal nos últimos quarenta anos do século XX tenta estabelecer as diferenças entre homens e mulheres perante a morte e identificar os comportamentos que explicam a sobremortalidade dos primeiros, a qual tem vindo a acentuar-se cada vez mais e ao longo de maior número de anos de idade, afastando os jovens do sexo masculino, a partir dos 16 anos, do modelo que descreve a «força» da mortalidade das outras idades. Debate-se a possível influência do consumo de drogas e estabelece-se a correlação entre acidentes de viação e mortalidade. Conclui-se que este factor explica, só por si, uma parte importante das diferenças das taxas de mortalidade em termos de género.

Palavras-chave : mortalidade portuguesa; mortalidade diferencial; força de mortalidade; modelos de mortalidade; comportamentos de risco.

        · resumo em Francês | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons