Scielo RSS <![CDATA[Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=2182-517320170006&lang=pt vol. 33 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>A investigação em medicina geral e familiar em Portugal</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Psoríase e fatores de risco cardiovascular</b>: <b>estudo observacional numa população urbana da Região Norte de Portugal</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Vários estudos têm demonstrado a associação da psoríase com a diabetes mellitus (DM), hipertensão arterial (HTA), dislipidemia, tabagismo e obesidade. Neste trabalho pretende-se averiguar se existe associação entre psoríase e fatores de risco cardiovascular (FRCV) numa população urbana do norte de Portugal. Tipo de estudo: Estudo observacional, transversal. Local: Unidades Funcionais dos autores. População: População urbana da Região Norte de Portugal. Métodos: Foram incluídos todos os utentes com idade ≥18 anos com o diagnóstico de psoríase em janeiro de 2015 das unidades funcionais dos autores. O grupo de comparação foi selecionado aleatoriamente numa proporção de 3:1. Colheram-se dados relativos ao diagnóstico de tabagismo, HTA, DM, obesidade e dislipidemia. Utilizou-se o teste qui-quadrado e o método de regressão logística para avaliar a existência de associação entre variáveis. Resultados: Analisaram-se 1.980 utentes no total, sendo 51,4% do sexo feminino e com média de idade de 49,7 anos (DP=17,2). Deste total, 495 utentes tinham o diagnóstico de psoríase. Da análise comparativa verifica-se no grupo com psoríase uma percentagem superior de tabagismo (25,9%), HTA (35,2%), DM (15,6%), obesidade (25,9%) e de dislipidemia (28,9%) com significado estatístico, para um intervalo de confiança de 95%. Após o controlo de fatores de confundimento verifica-se uma associação independente, estatisticamente significativa entre a psoríase e idade, género masculino, obesidade e tabagismo. Conclusões: Este estudo mostrou uma frequência aumentada dos FRCV no grupo com psoríase. É importante enfatizar que apenas se estabeleceu uma associação e não uma relação de causalidade. No entanto, este trabalho alerta para a necessidade de identificação e controlo dos FRCV nos doentes com psoríase<hr/>Objectives: Several studies have demonstrated the association between psoriasis and diabetes mellitus, arterial hypertension, dyslipidemia, smoking and obesity. This paper aims to determine if there is an association among psoriasis and cardiovascular risk factors (CVRF) in an urban population of the north of Portugal. Type of study: Observational, cross-sectional study. Local: Healthcare units of the authors. Population: Urban population of the North Region of Portugal. Methods: There were included all patients from the healthcare units of the authors with ≥18 years old and psoriasis diagnosis in January 2015. The comparison group was randomized at a ratio of 3:1. Data were collected relative to smoking, hypertension, diabetes mellitus, obesity and dyslipidemia. We used the chi-square test and logistic regression to assess the existence of association between variables. Results: We analyzed 1,980 patients in total, 51.4 % were female with the mean age of 49.7 years (SD=17.2). Within this total, 495 patients had a diagnosis of psoriasis. From a comparative analysis, the group with psoriasis has a higher percentage of smoking (25.9%), hypertension (35.2%), DM (15.6%), obesity (25.9%), dyslipidemia (28.9%) with statistical significance at the 95% confidence interval. After the control of confounding factors, we verified an independent statistically significant association concerning psoriasis and age, male gender, obesity and smoking. Conclusions: This study showed an increased frequency of CVRF in the group with psoriasis. It is important to emphasize that it was only established an association, not a causal relationship. However, this study alerts to the need to identify and control the CVRF in patients with psoriasis <![CDATA[<b>Eficácia e segurança do tramadol em indivíduos com ejaculação prematura</b>: <b>uma revisão baseada na evidência</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: A ejaculação prematura (EP) é a disfunção sexual masculina mais frequente e a sua prevalência ronda os 20-30%. Nos últimos anos, várias alternativas farmacológicas têm sido usadas no tratamento da EP. Um dos tratamentos usados, on demand, que recentemente mostrou ser promissor no tratamento da EP primária é o tramadol. Contudo, há estudos que demonstram resultados inconsistentes relativamente ao seu uso. Assim, este estudo teve como objetivo rever a evidência mais atual sobre a eficácia e a segurança do uso do tramadol no tratamento da EP. Fontes de dados: National Guideline Clearing House, NICE, Canadian Medical Association Practice Guidelines, DARE, Cochrane, PubMed e TRIP Database. Métodos de revisão: Pesquisa de metanálises (MA), revisões sistemáticas (RS), estudos observacionais e normas de orientação clínica/guidelines baseadas na evidência (NOC), publicadas em português, espanhol e inglês, utilizando os termos MeSH tramadol e premature ejaculation. Foi utilizada a escala Strength of Recommendation Taxonomy (SORT) da American Academy of Family Physicians para atribuição dos níveis de evidência e forças de recomendação. Resultados: Foram obtidos 56 artigos e, destes, sete cumpriram os critérios de inclusão: duas NOC, quatro MA e uma RS. A maioria dos estudos revelou que o uso do tramadol é efetivo relativamente ao placebo, mas não quando comparado com a paroxetina. Porém, as diferentes metodologias aplicadas nos vários estudos contribuíram para a heterogeneidade dos resultados, diminuindo a firmeza das conclusões obtidas. Conclusão: Perante a evidência disponível, esta revisão permitiu-nos concluir que a utilização do tramadol no tratamento da EP apresenta evidência limitada (Força Recomendação B). Serão necessários estudos futuros de elevada qualidade, envolvendo um maior número de indivíduos e com critérios de inclusão semelhantes e uniformização dos outcomes avaliados, de forma a obter conclusões sustentadas sobre o uso de tramadol a longo prazo.<hr/>Objective: Premature ejaculation (PE) is the most prevalent male sexual dysfunction, affecting 20-30% of all men. In recent years, many pharmacological alternatives have been used to treat PE. One of the treatments that has recently proved to be promising in the treatment of PE is on demand use of tramadol. However, some studies have showed inconsistent results regarding its use. Thus, the aim of this study was to review the most current evidence on the efficacy and safety of tramadol in the treatment of PE. Data sources: National Guideline Clearing House, NICE, Canadian Medical Association Practice Guidelines, DARE, Cochrane, PubMed and TRIP Database. Methods: We searched for meta-analyses systematic reviews, observational studies and clinical guidelines / evidence-based guidelines published in Portuguese, Spanish and English, using the MeSH terms ‘tramadol' and ‘premature ejaculation'. The Strength of Recommendation Taxonomy (SORT) scale of the American Academy of Family Physicians was used to assign levels of evidence and strength of recommendations. Results: Fifty six articles were found and, amongst these, seven met the inclusion criteria: two clinical practice guidelines, four meta-analyses, and one systematic review. Most studies showed that the use of tramadol is effective when compared to placebo, but not when compared with the use of paroxetine. However, the use of different methodologies contributed to the heterogeneity of the results, reducing the strength of the conclusions obtained. Conclusion: According to the evidence, this review allowed us to conclude that the use of tramadol in the treatment of PE has limited evidence (SORT B). Further studies of high quality, including a greater number of individuals with homogenous inclusion criteria and outcomes are needed in order to obtain stronger conclusions about the long term use of tramadol in the treatment of PE. <![CDATA[<b>Miastenia gravis, o diagnóstico no olhar</b>: <b>relato de um caso</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução: A miastenia gravis (MG) é uma doença neurológica autoimune crónica, que afeta as estruturas pós-sinápticas da junção neuromuscular dos músculos esqueléticos, caracterizada por fraqueza e fadiga muscular localizada ou generalizada. Descrição de caso: Mulher de 31 anos, sem antecedentes pessoais de relevo. Recorreu à consulta da USF por dificuldade em encerrar de forma completa ambas as pálpebras e desconforto na região cervical anterior com início há um mês. Ao exame objetivo constatou-se aparente exoftalmia, tendo-se colocado inicialmente a hipótese de patologia tiroideia. Uma semana depois, para além das queixas iniciais, existia noção de voz nasalada e desconforto facial que agravava sobretudo ao final do dia, motivo pelo qual foi solicitada TC dos seios peri-nasais para exclusão de sinusite ou lesão ocupante de espaço. Na semana seguinte mantinha sintomatologia mas, após anamnese cuidada, constatou-se que apresentava também visão turva, parestesias faciais e disfagia. Perante esta sintomatologia foi excluída, em primeiro lugar, lesão cerebral ocupante de espaço por RMN-CE e suspeitou-se de patologia do foro neurológico e/ou muscular, nomeadamente MG, tendo sido referenciada para consulta de neurologia. A EMG com estimulação repetitiva e a pesquisa de anticorpos anti-AChR corroboraram a hipótese diagnóstica colocada. A resposta inicial à piridostigmina foi fruste, com impacto negativo na qualidade de vida da utente. Entretanto, após sucessivos reajustes terapêuticos, o seu estado clínico melhorou significativamente e neste momento encontra-se clinicamente estável com apenas limitações mínimas. Mantém-se em seguimento regular devido ao caráter crónico da doença e pelo risco de flutuações quer a nível da evolução clínica quer a nível da resposta ao tratamento. Discussão: Este caso clínico constituiu um enorme desafio diagnóstico. Reflete a importância da anamnese, do índice de suspeição (decorrente do conhecimento teórico e da experiência clínica), da continuidade e articulação dos cuidados<hr/>Introduction: Myasthenia gravis (MG) is a chronic autoimmune neurologic disease, which affects the postsynaptic structures of the neuromuscular junction, characterized by localized or generalized weakness and muscle fatigue. Case description: 31-year-old woman, without significant past medical history, reports difficulty in completely closing both eyelids and discomfort in the anterior cervical region, with onset one month ago. Physical examination revealed apparent exophthalmos, and the hypothesis of thyroid pathology was initially considered. A week later, in addition to the initial complaints, the patient also reported nasal voice and facial discomfort that worsened at the end of the day. A CT scan of the paranasal sinuses was requested to exclude the presence of sinusitis or space occupying lesion. The following week, the patient maintained the same symptoms but, after careful examination, it was verified that the patient also presented with blurred vision, facial paresthesia and dysphagia. The presence of an intracranial space occupying lesion was excluded by magnetic resonance imaging of the brain and then the hypothesis of a neuromuscular disease, namely MG, was considered. The patient was referred to a neurologist. The electromyography with repetitive nerve stimulation and the search for anti-AChR antibodies corroborated this diagnostic hypothesis. The initial response to pyridostigmine was poor, with a negative impact on the patients' quality of life. However, after successive adjustments, her clinical status has significantly improved and she is currently clinically stable with only minor limitations. Due to the chronic nature of the disease and the risk of fluctuations both in clinical evolution and response to treatment, the patient has regular follow-up appointments. Discussion: This case report presented a great diagnostic challenge. It reflects the importance of anamnesis, high level of suspicion (due to theoretical knowledge and clinical experience), and of continuity and transitions of care <![CDATA[<b>A problemática dos cancros de intervalo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Enquadramento: O cancro colorretal (CCR) é o terceiro cancro mais comum e a quarta principal causa de morte por cancro em todo o mundo. Os cancros de intervalo, isto é, aqueles que ocorrem após um exame de rastreio negativo antes do próximo exame agendado, representam 2,8-4,9% de todos os CCR esporádicos. Descrição do caso: Mulher de 70 anos, com antecedentes pessoais de hipertensão, dislipidemia, angina estável e hiperuricemia. Sem antecedentes familiares oncológicos, cumpria o programa de rastreio do CCR para população de médio risco, tendo sido diagnosticado carcinoma do reto (estadio III) dois anos depois de uma colonoscopia sem achados patológicos. Comentário: Os cancros de intervalo são um indicador importante da qualidade e da eficácia dos programas de rastreio do CCR. A etiologia é multifatorial havendo, no entanto, quatro teorias que têm sido propostas para explicar os cancros de intervalo: lesões não detetadas, polipectomia incompleta, erros de diagnóstico da biópsia e novos pólipos com progressão rápida. Assim, apesar de contribuir substancialmente para a diminuição da mortalidade por CCR, é importante reconhecer que o rastreio não impede a ocorrência de cancros de intervalo<hr/>Introduction: Colorectal cancer (CRC) is the third most common cancer and the fourth leading cause of cancer death worldwide. Interval cancers, i.e. cancers occurring between two consecutive scheduled screening tests, account for 2.8-4.9% of all sporadic CRC. Case report: 70-year-old woman, with a personal medical history of hypertension, dyslipidemia, stable angina and hyperuricemia. With no family history of cancer, the patient was enrolled in the CRC screening program for average risk patients, and was diagnosed with a rectal carcinoma (stage III), two years after a colonoscopy with no pathological findings. Review: Interval cancers are an important indicator of the quality and effectiveness of CRC screening programs. The etiology is multifactorial; however, four causes have been proposed: non-detected lesions, incomplete polypectomy, biopsy diagnostic errors, and new polyps with rapid progression. Although the screening substantially reduces the mortality due to CRC, it is important to recognize that it does not prevent the occurrence of interval cancers <![CDATA[<b>A evolução da citação na Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, de 2000-2008 para 2009-2015</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Medir a citação bibliográfica de artigos já publicados na Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (RPMGF), comparando com os anteriores valores de citação. Tipo de estudo: Estudo observacional, transversal e descritivo. Local: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Material: Todos os números da RPMGF publicados entre 2009 e 2015 (inclusive). Métodos: Revisão sistemática quanto ao número total de referências bibliográficas, número de referências a artigos publicados em Portugal e número de referências bibliográficas de artigos já publicados na RPMGF e constante do seu sítio na Internet. Comparação com os resultados de anterior trabalho e sua comparação com os anteriores. Resultados: O número total de referências nos artigos publicados foi de 12,0±11,2, as de artigos Portugueses de 2,4±3,0 e as de artigos publicados nesta RPMGF de 0,6±1,2. As dinâmicas de crescimento relativamente aos resultados anteriores são negativas para referências da revista (-33,3), para referências portuguesas (-14,3) e para referências totais (-28,6). Conclusões: Os valores de citação encontrados são baixos e com dinâmicas de crescimento negativas em relação aos já anteriormente publicados<hr/>Objetive: To measure the bibliographic citation of articles previously published in the Portuguese Journal of General Practice and compare these results with previous citation values. Study design: Observational, transversal and descriptive study. Place: Faculty of Medicine, University of Coimbra, Portugal. Population: All issues of the Portuguese Journal of General Practice published between 2009 and 2015 (including). Methods: Systematic review of the total number of bibliographic references, number of bibliographic references in articles published in Portugal and number of bibliographic references in articles published in this journal and available on its website. Comparison with previously published results. Results: Total references were 12.0±11.2 in published articles, 2.4±3.0 in articles published in Portuguese journals and 0.6±1.2 in articles published in this journal. The growth dynamics with respect to previous results are negative for the journal's references (-33.3), for Portuguese references (-14.3), and for total references (-28.6). Conclusions: The citation values found are low and with negative growth dynamics in relation to those previously published <![CDATA[<b>Programa Nacional de Vacinação 2017 e vacinação antitetânica</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O tétano é uma doença infeciosa grave provocada pela contaminação de feridas por esporos de Clostridium tetani. A vacinação é a única intervenção capaz de produzir imunidade, sendo necessária a administração de reforços para manter níveis de anticorpos protetores e duradouros. Recentemente foram apresentadas alterações ao atual esquema de vacinação português, a entrar em vigor a partir de 2017. Estas alterações reduzem o número de reforços aconselhados, de acordo com as recomendações de outros países da União Europeia. O objetivo deste artigo é fundamentar e analisar a evidência científica que sustenta estas alterações<hr/>Tetanus is a severe infectious disease caused by the contamination of wounds by spores of Clostridium tetani. Immunization is the only intervention able to produce immunity, but administration of several boosters is required to maintain protective and long-lasting antibody levels. Recent changes have been made to the Portuguese immunisation scheme, to come into force in 2017. These changes include a reduction in the number of recommended boosters, in line with recommendations from other European Union countries. The aim of this paper is to substantiate and analyse the evidence supporting these changes <![CDATA[<b>A cárie precoce da infância</b>: <b>uma atualização</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Fornecer informações para auxiliar o médico especialista em medicina geral e familiar na identificação dos fatores de risco associados à cárie precoce da infância (CPI), uma das doenças crónicas mais prevalentes da infância, salientando os primeiros sinais da doença e as complicações inerentes. Fontes de dados: As informações foram selecionadas a partir de quinze artigos publicados nos últimos anos, entre 2006 e 2017, em inglês e português, nas bases de dados PubMed, Scopus e EBSCOhost, livros técnicos e publicações de consenso de organismos internacionais. Conclusões: Os médicos de família desempenham um importante papel na prevenção da CPI, sendo fundamental a formação e a atualização em saúde oral<hr/>Background: Childhood caries is one of the most common chronic childhood diseases. Aim: To identify risk factors for early childhood caries, highlighting their early clinical presentation and the inherent complications. Data source: Information was retrieved from fifteen articles published between 2006 and 2017, in English and Portuguese languages, in PubMed, Scopus and EBSCOhost, complemented by manual search in technical books and guidelines of international societies. Conclusions: Primary care is crucial for effective prevention of ECC. Family physicians are the better placed providers to do it. Updated education on oral health is mandatory <![CDATA[<b>Disfunção erétil</b>: <b>haverá melhoria com o exercício físico?</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: Fornecer informações para auxiliar o médico especialista em medicina geral e familiar na identificação dos fatores de risco associados à cárie precoce da infância (CPI), uma das doenças crónicas mais prevalentes da infância, salientando os primeiros sinais da doença e as complicações inerentes. Fontes de dados: As informações foram selecionadas a partir de quinze artigos publicados nos últimos anos, entre 2006 e 2017, em inglês e português, nas bases de dados PubMed, Scopus e EBSCOhost, livros técnicos e publicações de consenso de organismos internacionais. Conclusões: Os médicos de família desempenham um importante papel na prevenção da CPI, sendo fundamental a formação e a atualização em saúde oral<hr/>Background: Childhood caries is one of the most common chronic childhood diseases. Aim: To identify risk factors for early childhood caries, highlighting their early clinical presentation and the inherent complications. Data source: Information was retrieved from fifteen articles published between 2006 and 2017, in English and Portuguese languages, in PubMed, Scopus and EBSCOhost, complemented by manual search in technical books and guidelines of international societies. Conclusions: Primary care is crucial for effective prevention of ECC. Family physicians are the better placed providers to do it. Updated education on oral health is mandatory http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000600010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt