Scielo RSS <![CDATA[Psicologia, Saúde & Doenças]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=1645-008620170002&lang=en vol. 18 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Psychological distress</b>: <b>contributes for the portuguese adaption of the sq-48</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Recentemente, tem sido realçada a importância do distress psicológico (DP) no impacto na saúde, qualidade de vida e psicopatologia dos indivíduos. A presente investigação tem como principal objetivo contribuir para a adaptação do SymptomQuestionnaire (SQ-48) para a população portuguesa, um questionário de avaliação do DP que inclui constructos psicológicos negativos e positivos avaliados segundo nove subescalas: Humor, Ansiedade, Somatização, Agorafobia, Agressão, Problemas Cognitivos, Fobia Social, Funcionamento no Trabalho e Vitalidade/Otimismo. Foi utilizada uma amostra de 758 estudantes académicos de enfermagem (81,7% do sexo feminino) com idades compreendidas entre os 17 e os 43 anos (M=20,7; DP=2,8). Foram conduzidas Análises Fatoriais Confirmatórias (AFC) para a análise da estrutura fatorial do SQ-48 e procedeu-se ao estudo da consistência interna e das validades. Os resultados da AFC evidenciam índices de ajustamento satisfatórios. A consistência interna foi avaliada através do alfa de Cronbach e foram obtidos resultados satisfatórios para as nove subescalas do SQ-48, com oscilações entre os 0,626 e os 0,870 valores. No geral, as subescalas do SQ-48 associaram-se significativamente entre si e os resultados sustentam boa validade convergente. O instrumento final e as suas características psicométricas apresentam algumas diferenças com o instrumento do estudo original e os resultados obtidos levantam algumas questões que são discutidas de forma sustentada. Os resultados validam o SQ-48 como um instrumento de avaliação consistente e multidimensional do distress psicológico, com itens devidamente adequados à medição dos constructos subjacentes. São avançadas considerações para investigações futuras.<hr/>Recently, it has been emphasized the importance of psychological distress in the impact of an individual's health, quality of life and psychopathology. The present research's main goal is to contribute for its study by adapting the Symptom-Questionnaire (SQ-48) to the Portuguese population, a questionnaire for the evaluation of psychological distress which includes both negative and positive constructs assessed by nine subscales: Mood, Anxiety, Somatization, Agoraphobia, Aggression, Cognitive Problems, Social Phobia, Work Functioning and Vitality/Optimism. We used a sample of 758 academic students (81,7% female) with ages ranging from 17 to 43 years old (M=20,7; SD=2,8). Confirmatory Factor Analysis (CFA) were conducted in order to investigate SQ-48's factorial structure and internal consistency and validity were also studied. The CFA results demonstrate satisfactory adjustment indices. The internal consistency was evaluated by Cronbach's alpha and satisfactory results were obtained for the nine subscales, with variations from 0,626 to 0,870. In general, the SQ-48's subscales were significantly associated and the results also support good convergent validity. The final instrument and its psychometric properties showed some differences in comparison to the instrument of the original study and the results reported raise some important questions which are discussed in a sustained way. The results validate the SQ-48 as a multidimensional and consistent tool for the evaluation of psychological distress, with items properly adequate to the measurement of the subjacent constructs. Important considerations for future investigations are made. <![CDATA[<b>Biopsychosocial aspects and quality of life of people with chronic dermatoses</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estresse é um dos fatores que está relacionado com o desenvolvimento de doenças dentre elas, as dermatoses, podendo impactar a qualidade de vida. O estudo teve por objetivo avaliar aspectos biopsicossociais, e qualidade de vida de pessoas com dermatoses crônicas atendidas em centro de saúde de dermatologia. Trata-se de delineamento transversal analítico. Os participantes foram 130 adultos com diagnóstico de dermatoses crônicas como vitiligo e psoríase. Foram utilizados instrumentos como o questionário de dados sociodemográficos e da situação clínica; e índice de qualidade de vida em dermatologia DLQI-BRA. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética de Pesquisa do Unilasalle/Canoas/RS. Foram realizadas análise descritiva no programa estatístico SPSS 20.0. Dentre os resultados obtidos sobre a caracterização da amostra estão: 66,4% do sexo feminino, 51 anos a média de idade, 49,6% vivem juntos, 82,4% têm filhos e 61% tem até o ensino fundamental completo. Dentre a situação clínica a maior prevalência foi de 34,6% com a dermatose crônica psoríase. Dos participantes 67,2% referiram ter tido situação de estresse no último ano, 47,4% consideram a sua saúde como boa ou muito boa, 62,6% a sua qualidade de vida boa e muito boa e 87,8% referem que tem apoio emocional. O instrumento DLQI-BRA apresentou cronbach´s alpha 0,83. Esta investigação contribui para a avaliação dos aspectos biopsicossociais implicados na qualidade de vida de pessoas com dermatoses crônicas.<hr/>Stress is a factor that is related to the development of diseases among them, dermatoses and may impact the quality of life. The study aimed to assess biopsychosocial aspects and quality of life of people with chronic dermatoses treated at health center dermatology. It is an analytical cross-sectional design. Participants were 130 adults with a diagnosis of chronic skin diseases such as psoriasis and vitiligo. Instruments such as sociodemographic questionnaire and clinical status were used; index and quality of life in dermatology DLQI-BRA. The study was approved by the Ethics Committee for Research on Unilasalle / Canoas / RS. Descriptive analyzes were performed using SPSS 20.0 statistical software. Among the results on the characterization of the sample are: 66.4% female, average 51 years old, 49.6% are living together, 82.4% have children and 61% have even finished elementary school. Among the clinical situation the highest prevalence was 34.6% with chronic skin psoriasis. 67.2% of participants reported having a stress situation in the last year, 47.4% consider their health as good or very good, 62.6% its good and very good life quality and 87.8% reported that have emotional support. The instrument DLQI-BRA presented cronbach's alpha 0.83. This research contributes to the assessment of the biopsychosocial aspects involved in the quality of life of people with chronic dermatoses. <![CDATA[<b>Diseases associated to anticipatory grief</b>: <b>a systematic review</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O luto antecipatório tem sido um fenômeno de investigação no campo científico da saúde, visto que sua compreensão permite desenvolver psicoterapêuticas adequadas às necessidades tanto do paciente quanto dos familiares e cuidadores envoltos por esse período de cuidados paliativos. A vivência do luto antecipatório atinge tanto os aspectos emocionais quanto os físicos e sociais, fazendo com que a equipe como um todo seja necessária para propiciar suporte. O objetivo do presente artigo é investigar quais as doenças físicas e psicológicas relacionadas ao luto antecipatório, analisar quem são os sujeitos que vivenciam o luto antecipatório e relatar, brevemente, os resultados. O método consiste em uma revisão da literatura cujas palavras-chaves utilizadas foram “anticipatory grief” na base de dados MEDLINE e “luto antecipatório” na SCIELO. Na primeira, obteve-se 53 artigos; na outra, 1. A partir dos critérios de inclusão, resultou um total de 32 artigos. O câncer abrange 60% dos estudos, a disfunção cognitiva, que envolve Alzheimer, prejuízo cognitivo e demência, corresponde a 22%, a prematuridade e paralisia cerebral 6% e crise psicogência não-epilética e má-formação congênita 3%. Portanto, o câncer é a doença mais prevalente, visto que seu prognóstico possui maior probabilidade de terminalidade a qual envolve os cuidados paliativos que, por sua vez, está relacionado à vivência de luto antecipatório.<hr/>Anticipatory grief has been a phenomena of investigation in the scientific health field, once its comprehension allows us to develop adequate psychotherapeutic approaching to the needs of both patients and caregivers. The anticipatory grief experience reaches both emotional and physical/social aspects, bringing the urge for the full team to give proper support. The aim of the present article is to investigate which physical and psychological diseases related to anticipatory grief, to analyse who are the subjects involved in the anticipatory grief and to briefly relate the results. The method consists in a review of the literature whose keywords were “anticipatory grief” in MEDLINE database and “luto antecipatório” in SCIELO database. In MEDLINE, 53 articles were found, and in SCIELO, 1. From the inclusion criteria, a result of 32 articles was found. Cancer has 60% of the studies, cognitive dysfunction (which covers Alzheimer's, cognitive damage, and dementia) has 22%, prematurity and cerebral palsy 6%, and psychogenic non-epileptic and congenital malformation 3%. Therefore, cancer is the most prevailing disease, once its diagnosis has more probability of terminality which involves palliative attention related to experiences of anticipatory grief. <![CDATA[<b>Treatment adherence in adolescents with type 1 diabetes mellitus</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adesão ao tratamento, em pacientes com diabetes mellitus, pode minimizar as complicações em longo prazo e manter adequados os níveis de açúcar no sangue. Na adolescência, demandas internas e externas, decorrentes das mudanças físicas, sociais e psíquicas, podem levar à diminuição da adesão ao tratamento do diabetes mellitus tipo 1 (DM1). Sendo assim, este estudo investigou as relações entre adesão ao tratamento e autocuidado em adolescentes com DM1, observando também indicadores de ansiedade, depressão e estresse e variáveis sociodemográficas. Participaram do estudo 122 adolescentes com diagnóstico de DM1, com idades entre 12 e 18 anos (M=14,71; DP1,77), sendo 56,6% do sexo masculino, que responderam a instrumentos de autorrelato. Foram observadas correlações significativas (p<0,05) entre adesão, autocuidado, sintomas de depressão, ansiedade e estresse, número de internações e a média dos últimos dois valores mensurados de hemoglobina glicada (HbA1c), sugerindo que fatores emocionais e o controle da doença interagem de forma complexa. Por isso, destaca-se a relevância de investigar a adesão ao tratamento e o impacto que essa exerce na vida dos adolescentes, especialmente no que diz respeito à minimização de complicações decorrentes do DM1 e à promoção de saúde mental.<hr/>Adherence to treatment in patients with diabetes mellitus, can minimize the long-term complications and maintain adequate levels of blood sugar. In adolescence, internal and external demands, resulting from physical, social and psychological changes, can lead to decreased compliance with treatment of type 1 diabetes mellitus. Thus, this study investigated the relationship between treatment adherence and self-care in adolescents with type 1 diabetes, also observing indicators of anxiety, depression and stress and other sociodemographic variables. Study participants were 122 adolescents diagnosed with type 1 diabetes aged between 12 and 18 years (M=14.71; ±1.77), and 56.6% were male, responding to self-report instruments. There were significant correlations (p<0.05) between adherence, self-care, symptoms of depression, anxiety and stress, number of hospitalizations and the average of the last two measured values of glycated hemoglobin (HbA1c), suggesting that emotional factors and control disease interact in complex ways. Therefore, there is the importance of investigating adherence to treatment and the impact this has on the lives of adolescents, especially with regard to minimizing complications of type 1 diabetes and mental health promotion. <![CDATA[<b>Psychological assessment submission to bariatric surgery under a table of behavioral approach</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A obesidade é um problema de saúde pública mundial, que tem sido discutida nos meios científicos, em busca de novas estratégias de prevenção e combate. Considerando a cirurgia bariátrica como uma alternativa para redução de peso, o presente trabalho objetivou conhecer os processos de avaliação psicológica anterior a esta intervenção, atentando-se para a compreensão do processo de análise funcional do comportamento alimentar. Para ò levantamento das informações foi estruturada uma pesquisa de delineamento bibliográfico em bases de dados vinculadas ao campo da análise do comportamento e materiais sobre avaliação psicológica e cirurgia bariátrica. Os resultados indicaram que essa intervenção pode acarretar alterações significativas no repertório comportamental do sujeito, considerando os diferentes domínios de sua vida como pessoal, afetivo, familiar, profissional e social. Também foram identificadas divergências sobre o estabelecimento de um protocolo que investigue e sistematize os dados referentes ao sujeito, seu repertório comportamental e a expectativa que ele faz sobre a cirurgia. Desse modo, analisa-se que uma avaliação que cumpra com esses critérios pode auxiliar na realização de um acompanhamento psicológico preventivo e interventivo mais eficaz, diminuindo-se os dados negativos cada vez mais incidentes a respeito do pós-cirúrgico.<hr/>Obesity is a global public health problem, which has been discussed in scientific circles, for new prevention and combat strategies. Considering bariatric surgery as an alternative to weight reduction, the present study aimed to understand the psychological evaluation processes prior to this intervention, with attention to the feeding behavior functional analysis. The survey was structured as a bibliographic research on the field of behavioral analysis, on psychological assessment and bariatric surgery. The results pointed out that such intervention can lead to a significant change in the behavioral repertoire of the subject, considering the various aspects of your life. Besides, it was identified a disagreement about the protocol establishment to investigate and sistematize the data referring to the subject, your behavioral repertoire and the expectation about the surgery for an appropriate psychological evaluation. <![CDATA[<b>Alcohol and tobacco and the association with other vulnerabilities in young people</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo teve como objetivo analisar a vulnerabilidade de jovens ao consumo de álcool e tabaco e suas implicações para outras vulnerabilidades. A amostra foi constituída de 8429 jovens, entre 14 e 20 anos de idade (M=16; DP=1,48), estudantes do ensino médio de escolas públicas do Estado da Paraíba, sendo 62% do sexo feminino. Foi utilizado um questionário estruturado com 23 questões, cujos dados foram analisados através de estatística descritiva uni e bivariada. O uso de álcool e o tabaco estiveram associados a comportamentos relacionados ao uso de preservativo, ao suicídio, bem como influenciou na avaliação acerca da vida e da saúde. Percebe-se que os jovens mostraram-se vulneráveis ao uso de álcool e tabaco, sendo a percepção positiva acerca dessas substâncias um aspecto motivador para o consumo, tornando-os mais suscetíveis a outras vulnerabilidades.<hr/>This study aimed at analyzing the vulnerability of young at the consumption of alcohol and tobacco, as well as the implications of that consumption in others vulnerabilities. The sample was constituted by 8429 students from public high school in Paraiba, of whom 5212 (61,8%) were females, with ages between 14 e 20 years old (M=16; DP=1,48). It was used a structured self-administered questionnaire containing 23 questions. The results were analyzed using descriptive, univariate and bivariate statistics. The use of alcohol and tobacco was associated with behaviors related to the use of condom, suicide, as well as the influence in the evaluation about life and health. It was noticed that the young have shown themselves vulnerable to alcohol, and tobacco, with positive perceptions about these substances, a motivating aspect for consumption, making them more susceptible to other vulnerabilities. <![CDATA[<b>Memory training in elderly</b>: <b>using the tablet as a tool for action</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Ao longo do processo de envelhecimento humano algumas funções cognitivas sofrem alterações, entre elas a memória. Estudos sugerem que o declínio desta função pode ser atenuado por meio de intervenções cognitivas. O objetivo deste trabalho foi verificar o uso do tablet como ferramenta de intervenção em treino de memória com idosos. Participaram 16 idosos com perfil cognitivo normal e sem sintomatologia depressiva, os quais foram divididos por conveniência em Grupo Intervenção Convencional (GIC) e Grupo Intervenção Tablet (GIT) e submetidos a um programa de treino de memória específico. Ambos os grupos realizaram avaliação pré-intervenção seguido por quatro sessões de treinamento e reavaliação pós-intervenção. Os mesmos foram submetidos à avaliação por meio da aplicação de um Questionário Sociodemográfico, Escala de Depressão Geriátrica (GDS-15) e Mini Exame do Estado Mental (MEEM). Para a avaliação da memória foram utilizados o Teste de Aprendizado Auditivo Verbal de Rey (RAVLT) e Teste Pictórico de Memória (TEPIC - M). Os resultados apontaram que a melhora de desempenho após as intervenções foi semelhante nos dois grupos. O uso do tablet gerou o mesmo padrão de resultados comparado ao treino convencional, indicando que o mesmo pode se tornar uma ferramenta adequada para intervenção com idosos visando o treino de memória.<hr/>During the process of human aging, some cognitive functions are altered, including memory. Therefore, studies suggest that this function decline can be soft by cognitive interventions. The aim of this study was to investigate the use of the tablet as an intervention tool in memory training with the elderly. 16 older adults with normal cognitive profile and without depressive symptoms participated in this study and were divided for convenience into conventional intervention group (GIC) and tablet intervention group (GIT) and were submitted to a specific memory training program. Both groups performed a pre - test followed by four sessions of intervention and a post intervention reassessment. They were evaluated by applying a Sociodemographic Questionnaire, Geriatric Depression Scale (GDS - 15) and Mini Mental Status Examination (MMSE). For the memory evaluation it was used The Rey Auditory Verbal Learning (RAVLT) and Pictorial Test of Memory (- TEPIC M). The results showed that the performance improvement after the intervention was similar in both groups. The tablet use has generated the same pattern of results compared to conventional training, indicating that it can become an appropriate tool for intervention targeting the elderly memory training. <![CDATA[<b>Oral health-related quality of life</b>: <b>Portuguese linguistic and cultural adaptation of ohip-14</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A necessidade de compreender as limitações e o sofrimento dos indivíduos com alterações orais constitui uma forte motivação para a avaliação da Qualidade de Vida. Este estudo visa adaptar a versão breve do Oral Health Impact Profile (OHIP-14) para a língua e cultura portuguesa e avaliar as qualidades psicométricas. Foi realizado um estudo observacional transversal, com uma amostra de conveniência de 180 indivíduos, com idades entre 18 e 93 anos (M=40,93; DP=16,27). Verificou-se uma pontuação média total de 11,84 (DP=11,14) com maior impacto nas dimensões Dor Física e Desconforto Psicológico. A fidelidade, avaliada através do alfa de Cronbach (α=0,93) e teste-reteste, com 31 participantes, revelou ser muito boa, com correlações significativas positivas, moderadas a elevadas. Para avaliar a validade de construto procedeu-se à análise fatorial pelo método de componentes principais, tratando-se de um instrumento unidimensional. A boa validade de construto foi confirmada pela relação entre autoperceção de saúde oral e OHIP-14. Revelou uma validade concorrente-discriminante aceitável, com correlações negativas fracas a moderadas entre dimensões do OHIP-14 e dimensões e componentes do MOS SF-12. O instrumento revelou ser sensível a variáveis sociodemográficas (idade, escolaridade) e clínicas (sensação de boca seca, falta de dentes naturais, utilização de prótese dentária). A versão desenvolvida possui qualidades psicométricas e clinimétricas aceitáveis.<hr/>The need to understand the limitations and the suffering of patients with oral amendments is a strong motivation for the assessment of Quality of Life. This study aims to adapt the short version of the Oral Health Impact Profile (OHIP-14) for Portuguese language and culture and to evaluate the psychometric qualities. A cross-sectional observational study was conducted with a convenience sample of 180 individuals, aged between 18 and 93 years (M= 40.93; SD = 16.27). There was an average total score of 11.84 (SD = 11.14) with the greatest impact on the dimensions Pain Physical and Psychological discomfort. Fidelity as measured by Cronbach's alpha (α = 0.93) and test-retest, with 31 participants, turned out to be very good, with positive significant correlations, moderate to high. To assess the construct validity we proceeded to the factorial analysis by the method of main components, suggesting an unidimensional instrument. The good construct validity was confirmed with significant correlation between self-perceived oral health and total obtained with OHIP-14. It revealed an acceptable convergent-discriminant validity, with weak to moderate negative correlations between dimensions of the OHIP-14 and dimensions and components of the MOS SF-12. The instrument proved to be sensitive to socio-demographic variables (age, education) and clinical variables (dry mouth, lack of natural teeth, use dental). The developed version has acceptable psychometric and clinimetric qualities. <![CDATA[<b>A case report of patient with atopic dermatitis</b>: <b>a biopsychosocial approach</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi elaborar o psicodiagnóstico de uma paciente com dermatite atópica. De forma a fazer um estudo comparativo com a literatura usualmente citada em psicossomática, a qual conta com vários autores que utilizam e difundem a alexitimia como característica desses enfermos, e mais especificamente nos casos de tal dermatose, quando são descritos como tendo humor irritado, raiva, comprometimento da autoimagem e da autoestima, além de alta incidência de personalidade do tipo A. A paciente, de 12 anos de idade, tem problemas somáticos desde a primeira infância, sendo que dois anos antes do psicodiagnóstico surgiram as lesões na pele. O diagnóstico de dermatite atópica foi confirmado em um laudo médico e a jovem foi encaminhada ao tratamento psicológico por seu dermatologista. Utilizou-se como método um psicodiagnóstico com a realização de entrevistas semidirigidas, anamnese, o Método de Rorschach, o Teste de Apercepção Infantil Figuras de Animais - CAT-A, as versões brasileiras da Toronto Alexithymia Scale - TAS26 e da Observer Alexithymia Scale - OAS. O referencial teórico adotado foi o psicanalítico. Com base nos dados identificou-se que a paciente tem dificuldade com a autoimagem e autoestima, além de apresentar comportamentos que sugerem Personalidade tipo A. Apesar de ter a sua pontuação inconclusiva na TAS26 e considerada como clinica na OAS, com a análise do conjunto dos instrumentos conclui-se que a jovem não é alexitímica, uma vez que não apresentou tais configurações mentais de forma evidente. O estudo demonstra assim, como um psicodiagnóstico mais aprofundado pode impedir tal conclusão errônea.<hr/>The objective of this study was to prepare the psychodiagnosis of a patient with atopic dermatitis. In order to make a comparative study with the usual literature in psychosomatic, in which several authors use and disseminate alexithymia as a characteristic of these patients, and more specifically in the case of this dermatosis, when researchers describe them as having irritable mood, anger, impaired self-image and self-esteem, and high incidence of personality type A. The patient is a twelve-year-old girl who has somatic problems from early childhood, and two years before the psychodiagnosis presented skin lesions. The diagnosis of atopic dermatitis was confirmed in a medical report and the girl was referred to psychological treatment by her dermatologist. A psychodiagnosis study was used as a method with semi-structured interviews, anamnesis, Rorschach test, Children's Apperception Test (Animal Figures) - CAT-A, the the Brazilian versions of Toronto Alexithymia Scale - TAS26 and Observer Alexithymia Scale - OAS. The theoretical reference was the psychoanalytic. Based on the data it was identified that the patient had difficulty with self-image and self-esteem, and exhibit behaviors that suggest Type A personality, as described in the literature. Despite her inconclusive score in TAS26 and considered as clinical score in OAS, with the analysis of the data set of instruments it is concluded that the girl is not alexithymic, since she did not show such mental settings in an evident way. The study shows therefore how a deeper psychodiagnosis can prevent such erroneous conclusion. <![CDATA[<b>Portuguese version of cognition checklist for mania</b>: <b>revised</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Inventário das Cognições Associadas à Mania (CCL-M, Cognition Checklist for Mania; Goldberg, Wenze, Welker, Steer, & Beck, 2005) e a sua versão revista (CCL-M-R, Beck, Colis, Steer, Madrak, & Goldberg, 2006) foram construídos com o objetivo de avaliar a gravidade de crenças e pensamentos mal adaptativos associados à mania. As cognições disfuncionais são consideradas como fundamentais na fenomenologia e patogénese de perturbações do humor, tendo a sua identificação precoce um papel crucial na prevenção do agravamento de sintomas clínicos. O CCL-M-R engloba 29 itens organizados em 4 subescalas: “eu próprio”, “relações interpessoais”, “prazer/excitação” e “atividade”. A sua aplicação é rápida e a cotação simples. Neste estudo apresentam-se as propriedades psicométricas da versão portuguesa do CCL-M-R. A amostra é constituída por 85 doentes com perturbação bipolar (39 eutímicos, 23 deprimidos e 23 hipomaníacos) e 47 adultos saudáveis. Após a tradução do CCL-M-R por duas pessoas bilingues e a sua aplicação juntamente com escalas de avaliação de sintomatologia clínica, procedeu-se ao estudo da consistência interna e da validade concorrente. Realizou-se também uma análise em componentes principais deste inventário. O alfa de Cronbach para escala total foi de 0,94. O estudo de validade concorrente apontou para uma associação significativa de carácter positivo (p < 0,001) entre o CCL-M-R e a YMRS (Young Mania Rating Scale). Na análise em componentes principais foram identificados 6 componentes. A sua consistência interna variou entre 0,69 e 0,92. O CCL-M-R apresenta, assim, boas qualidades psicométricas. Estudos futuros do instrumento e a revisão da sua estrutura fatorial são ainda necessários.<hr/>Cognition Checklist for Mania (CCL-M; Goldberg, Wenze, Welker, Steer, & Beck, 2005) and its revised version (CCL-M-R, Beck, Colis, Steer, Madrak, & Goldberg, 2006) were developed to measure the severity of maladaptive beliefs and thoughts associated with mania. Dysfunctional cognitions are considered fundamental in the phenomenology and pathogenesis of affective disorders, and its early detection has a crucial role in preventing of exacerbation of clinical symptoms. CCL-M-R is composed by 29 items organized in four subscales: “myself”, “relationships”, “pleasure/excitement” and “activity”. It is quick to apply and simple to quote. In this study the psychometric properties of the Portuguese version of CCL-M-R are presented. The sample includes 85 patients with bipolar disorder (39 remitted, 23 depressive e 23 hypomanic) and 47 healthy controls. After CCL-M-R translation by two bilingual persons and its application together with clinical symptoms assessment scales, the study of internal consistency and concurrent validity was performed. Also the principal components of this inventory were extracted. Cronbach alpha for the scale as a whole was of .94. For the concurrent validity, a positive correlation between CCL-M-R and YMRS (Young Mania Rating Scale) was obtained (p < .001). Finally, six principal components were found, with internal consistency varying from .69 to .92. Thus, the psychometric quality of CCL-M-R is good. Further studies of the inventory and its factorial structure revision are still needed. <![CDATA[<b>Analysis of the relationship of social support and fragility in elderly syndrome</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A síndrome de fragilidade é altamente prevalente em idosos e pode conferir um alto risco de quedas, incapacidade, hospitalização e mortalidade nessa faixa etária (Fried, 2001). Objetivo: Avaliar a associação da síndrome de fragilidade com a variável suporte social em idosos. Método: 197 idosos residentes no sul do Brasil foram avaliados em relação à síndrome de fragilidade, depressão, suporte social, cognição e satisfação com a vida. Foram realizadas análises de regressão linear através do SPSS v. 22.0. Resultados: 43.7% da amostra foi classificada como não frágil, 47.7% pré-frágil e 8.6% frágil. O número de critérios de fragilidade está significativamente associado com as variáveis suporte social e depressão. Entretanto, nos idosos não frágeis o suporte social está relacionado com depressão e cognição. Em idosos pré frágeis o suporte social está relacionado com as variáveis de satisfação e depressão. Conclusão: A síndrome de fragilidade não foi apenas associada a características físicas, mas também foi significativamente associada com variáveis emocionais e sociais. Os resultados também demonstraram a importância de analisar os idosos em diferentes contextos de fragilidade.<hr/>Frailty syndrome is highly prevalent in old age and may confer high risk of falls, disability, hospitalization, and mortality in the elderly. Objective: To evaluate the association of the frailty syndrome with the variable social support in elderly. Method: 197 elderly residents in South of Brazil were evaluated regards the frailty syndrome, depression, social support, cognition and life satisfaction. Results: 43.7% of the sample was classified as not fragile, 47.7% pre fragile and 8.6% fragile. The number of criteria of fragility is associated with social support and depression. However, in the elderly not fragile the social support is related with depression and cognition. In elderly pre-fragile social support is related with satisfaction and depression. Conclusion: The syndrome of frailty has not only physical characteristics associated, but is also significantly associated with emotional and social variables. The results also demonstrate the importance of analyzing the elderly in different contexts of frailty. <![CDATA[<b>Parental stress and cerebral palsy</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho apresenta uma revisão sistemática da literatura com o objetivo de estabelecer um panorama internacional sobre as pesquisas que investigaram o estresse em pais de crianças com paralisia cerebral entre janeiro de 2003 e junho de 2015. Tal busca resultou em 27 estudos. Verificou-se, por meio da análise dos resultados desses artigos que, pais de crianças com paralisia cerebral parecem experimentar maior nível de estresse do que pais de crianças com desenvolvimento típico. Isto pode estar relacionado à diminuição de sentimento de bem estar familiar, devido às grandes demandas geradas pelas limitações em atividades por parte das crianças (comportamento, comprometimento motor, engajamento social e outros), pela deficiência de suporte, além da insatisfação dos pais com a comunicação do diagnóstico de paralisia cerebral. Finalmente a obtenção desses dados reforçam o crescente interesse da literatura em investigar o estresse parental em famílias de crianças com paralisia cerebral.<hr/>This paper presents a systematic literature review with the aim of establishing an international overview of the studies that investigated stress in parents of children with cerebral palsy between January 2003 and June 2015. This search yielded 27 studies. It was found, by analyzing the results of these articles that parents of children with cerebral palsy seem to experience higher levels of stress than parents of typically developing children. This may be related to decreased sense of family welfare, because of the great demands generated by the limitations in activities by children (behavior, motor impairment, social engagement, etc.), by the support of disability, in addition to parental dissatisfaction with communication cerebral palsy. Finally getting those findings underscore the growing interest of literature to investigate the parental stress in families of children with cerebral palsy. <![CDATA[<b>The effect of alcohol in visuospatial perception and spatial cognition</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O uso excessivo de bebidas alcólicas é uma prática comum em todo o mundo, apesar de seus efeitos deletérios. O presente artigo visa identificar alguns dos principais danos gerados pelo consumo do álcool na percepção e na cognição espacial mediante uma revisão de literatura das pesquisas realizadas sobre o tema. Dentre os principais prejuízos provocados pelo uso do álcool destacam-se as alterações na percepção de profundidade dos objetos, no processamento de informações visuoespaciais, na percepção de contrastes dos objetos, na construção e na utilização e manipulação da informação a partir de imagens visuais, na memória explícita para estímulos espaciais e na navegação espacial. Para situar melhor o tema neste campo de investigação, primeiramente, foram apresentados os conceitos de cognição espacial e percepção do espaço tridimensional, assim como as principais vias cerebrais fundamentais neste processo. Em seguida, foram descritos os resultados de pesquisas que associam estes prejuízos às respectivas áreas cerebrais afetadas pelo uso do álcool, em especial os lóbulos parietal, o lobo occipital e o hipocampo.<hr/>The excessive use of alcoholic beverages is a common practice around the world, despite its deleterious effects. The present paper aims to identify some of the major damages caused by the consumption of alcohol on perception and spatial cognition through a literature review of studies conducted on the topic. Among the main damages caused by alcohol, we highlight the difficulties in depth perception of objects; processing visuospatial information; perception of contrasts objects; construction, use and manipulation of information from visual images; explicit memories formation of spatial stimuli; and spatial navigation. To better situate the topic in this field of research, we present first the concepts of spatial cognition and perception of three-dimensional space, as well as major brain pathways in this process. Then, we describe the results of studies linking these losses to the respective brain areas affected by alcohol, especially to the parietal lobe, the occipital lobe and the hippocampus. <![CDATA[<b>Intelligence and diabetes mellitus type 1</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi avaliar a habilidade intelectual de crianças com Diabetes Mellitus do Tipo 1 (DM1). Para tanto, foram consideradas as variáveis clínicas: idade ao diagnóstico e exposição a episódios de hipoglicemia. Utilizou-se como medida de avaliação da inteligência o WISC III. 20 crianças com DM1, de ambos os sexos e com idades entre seis a nove anos, participaram do estudo. Os dados obtidos foram interpretados a partir de análises descritivas e inferenciais. Observou-se que 80% dos participantes obtiveram rendimento global classificado dentro da variação normal de inteligência. As pontuações mais baixas obtidas pelas crianças diagnosticadas com DM1 foram identificadas no dominio da Organização Perceptual. A análise do impacto das variáveis clínicas sobre o desenvolvimento da inteligência apontou diferenças significativas entre crianças com início precoce da doença quando comparadas àquelas com início tardío, nos diferentes subtestes que compõem a escala. Os dados sugerem que a DM1 está diretamente relacionada a alterações no funcionamento cognitivo, especialmente em casos de início precoce da doença.<hr/>The aim of this study is to evaluate the intellectual capacity of children with DM1. We considered the clinical variables: onset of disease and exposure to episodes of severe hypoglycemia. The WISC-III was used for evaluating the intellectual abilities of the participants. 20 children with DM1, of both sexes and aged six to nine years, participated in the study. We carried out the descriptive and inferential analysis of the data. We observed that 80% of the participants had a global performance classified within the normal intelligence range. Considering the four Index Scores, we observed that the children with DM1 obtained their lowest scores on the Perceptual Organization Index. Regarding the possible influence of clinical variables, this study found significant statistical differences between children with early onset of DM1 and late onset in subtests of the WISC-III. These data suggest that DM1 is causally related to alterations in cognitive functioning, especially in cases of early beginning of the disease. <![CDATA[<b>Social support and occupational aspects of adults after stroke</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do presente estudo foi analisar a relação entre percepção de suporte social e aspectos ocupacionais de adultos jovens após acidente vascular cerebral (AVC). Realizou-se um estudo descritivo transversal, em que também foram analisadas as relações entre a variável percepção de suporte social, Escala de Percepção do Suporte Social (Versão Adulto) - EPSUS-A e outras variáveis demográficas. Participaram da amostra 20 adultos jovens entre 18 e 45 anos com diagnóstico de AVC, 65% do sexo feminino, idade média 37,6 anos e escolaridade média de 9,35 anos de estudo. Os participantes deste estudo perceberam o suporte social positivo após o AVC. Observou-se a existência de associação significativa entre o retorno ao trabalho e a percepção de suporte social. Tais resultados podem indicar que a avaliação da percepção do suporte social baixo poderá identificar indivíduos com maiores dificuldades para o retorno ocupacional. Sendo a maioria dos participantes composto por mulheres em idade produtiva faz-se necessário pensar em programas de prevenção ao AVC para esta população.<hr/>The present study aimed to analyze the relationship between social support perception and occupational aspects of young adults after stroke. A cross-sectional design was adopted. A social support scale (EPSUS-A) and a demographic questionnaire were used to assess variables. A total of 20 adults, aged 18 to 45 years with a diagnosis of stroke participated, 65% were women, the mean age was 37,6 years, and education mean was 9,35 years. Results showed that the sample perceived positive social support after stroke. There was a significant relation between return to work and perceived social support. Results suggested that assessment of perception of low social support could be a useful tool to identify people with difficulties to return to work. As it seems that the majority of this group consists of women within the productive age range, it is suggested that AVC preventive actions should be addressed to this group as well. <![CDATA[<b>Notes of the Brazilian academic production</b>: <b>use of drugs in adolescence</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Revisão bibliográfica de dezessete artigos publicados entre os anos 2005 e 2014, com o objetivo de analisar a tendência da produção acadêmica brasileira para o uso de drogas na adolescência. Identificou-se que predominam pesquisadores e periódicos das áreas da saúde e da psicologia, métodos qualitativos, tendo como sujeitos adolescentes escolarizados. A partir da leitura analítica foram construídos eixos interpretativos, cujos resultados a serem destacados são: 1 - a família como fator protetor, independentemente de corresponder ao padrão normatizado, mas desde que se constitua espaço de afeto e apoio; 2 - trabalhar pode expor ao uso de drogas e o lazer pode ser fator protetor, dependendo das condições dos mesmos; 3 - os adolescentes reconhecem que não possuem informações eficientes sobre as drogas. Identifica-se a importância de pesquisas interdisciplinares que atentem para os fatores político-sociais, pois o uso de drogas na adolescência sugere estar fortemente permeado pelas ações e omissões das políticas públicas.<hr/>Bibliographic opinion-based revision of seventeen articles published between 2005 and 2014, identified in databases, having the aim of analyzing the tendency of Brazilian academic production for the use of drugs in adolescence. We identified that qualitative researches conducted in schools and theoretical studies produced and published by Psychology and Health professionals and journals. From the analytical reading were built interpretive axes, whose results to be highlighted are: 1 - the family as a protective factor, regardless match the regulated standard, but since space is constituted of affection and support; 2 - to work can expose drug use and leisure can be a protective factor, depending on the conditions; 3 - teenagers recognize that do not have efficient information on the drugs. It identifies the importance of interdisciplinary research that attempt to socio-political factors, drug use in adolescence suggests is strongly permeated by the actions and omissions of public policy. <![CDATA[<b>The social representation of elderly's fall from their own height</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudo qualitativo e descritivo cujo objetivo foi identificar a representação social das quedas de idosos e a estrutura dessas representações. Como referencial teórico-metodológico optou-se pela Teoria das Representações Sociais de Serge Moscovici. Realizou-se entrevista com 68 idosos da Universidade Aberta à Terceira Idade no Distrito Federal. Para análise dos dados utilizou-se os softwares EVOC e ALCESTE. Observou-se que a representação social da queda em idosos se estrutura em torno de cognições ligadas “machucar”, “medo” e “quebrar”, revelando uma contradição entre os conteúdos de conhecimento e as práticas relatadas pelos participantes.<hr/>Qualitative and descriptive study aimed to identify the social representation of the elderly falls and the structure of these representations. The theoretical and methodological framework was chosen Theory of Social Representations of Serge Moscovici. We conducted interviews with 68 elderly at the Open University of the Third Age in the Federal District. For data analysis we used the EVOC and ALCESTE software. It was observed that the social representation of falls in the elderly is structured around cognitions connected "hurt", "fear" and "break", revealing a contradiction between knowledge and the practices reported by participants. <![CDATA[<b>Medical ambulatory of specialties-psychiatry Vila Maria</b>: <b>an inventory of two initial years</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Caracterizar os pacientes e quantificar os serviços prestados pelo Ambulatório Médico de Especialidades - Psiquiatria Vila Maria, de agosto de 2010 a agosto de 2012. Trata-se de um estudo de caso descritivo, quantitativo e retrospectivo. A amostra constituiu-se de 7.687 usuários do referido ambulatório. As informações foram obtidas empregando-se banco de dados e analisadas descritivamente, por meio de gráficos e tabelas. Verificou-se que a maioria dos pacientes eram mulheres pertencentes, predominantemente, à faixa etária de 36 a 40 anos; a equipe de transtornos afetivos foi a que recebeu o maior número de enfermos; os episódios depressivos constituíram o diagnóstico mais frequente; 32% dos pacientes abandonaram o tratamento e 30% receberam altas ou foram encaminhados; dos encaminhamentos, a maior parte foi para as Unidades Básicas de Saúde; o nível de satisfação dos atendidos quanto aos serviços médicos foi ótimo ou bom para a maioria dos entrevistados. A mudança da política de Saúde Mental busca a construção de uma rede integrada e eficiente de serviços, na qual os ambulatórios médicos ocupam um papel importante, pois oferecem atendimento junto à família e à comunidade, como preconiza a Reforma Psiquiátrica.<hr/>To characterize patients and quantify services rendered by Medical Ambulatory of Specialties - Psychiatry Vila Maria, from August 2010 to August 2012. This is a descriptive, quantitative and retrospective case study. The sample is comprised of 7,687 users of the referred ambulatory. Information were obtained through date base and descriptively analysed through charts and tables. Most patients were women, with ages predominantly ranging from 36 to 40 years; the team of affective disorders was the one that received the largest number of patients; depressive episodes were the most frequent diagnosis; 32% of the patients abandoned the treatment and 30% were discharged or referred; from referrals, most of them went to Basic Health Unities; the level of patients satisfaction was excellent or good for the majority of interviewers. The change in Mental Health policy aims at building an integrated and efficient network of services, in which medical ambulatories play a vital role by offering attendance to family and community, in accordance with the Psychiatrist Reform. <![CDATA[<b>Physical exercise, mental health and quality of life in ESECS/IPL</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200019&lng=en&nrm=iso&tlng=en A organização mundial de saúde reconhece a atividade física como um dos comportamentos promotores de saúde (WHO, 2011) e de qualidade de vida. Este trabalho quantitativo apresenta resultados preliminares da aplicação do Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire (BREQ-3), do Brief Symptom Inventory (BSI) e do World Health Organization Quality of Life-Bref (WHOQOL-BREF) a funcionários e estudantes de 2º ciclo da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS-IPL) no ano letivo 2014/2015. Com este artigo, tem-se como objetivo descrever a amostra em estudo, no que diz respeito às variáveis sociodemográficas, à sua motivação para a prática de exercício físico, aos indicadores relativos aos sintomas psicopatológicos e à sua perceção de qualidade de vida. Os resultados indicam que os 140 respondentes revelam uma motivação para praticar exercício físico que se enquadra, maioritariamente, na categoria regulação identificada (Deci & Ryan, 1985), que apresentam um perfil nas subescalas do BSI que vão ao encontro do referido para a população geral (Canavarro, 2007) e que têm uma perceção satisfatória ou boa da sua qualidade de vida. Estes resultados permitir-nos-ão perceber de que forma estas três variáveis se relacionam entre si, neste contexto específico.<hr/>The World Health Organization recognizes physical activity as a health (WHO, 2011) and quality of life promoting behavior. This quantitative work aims to present the preliminary findings resulting from the application of the Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire (BREQ-3), the Brief Symptom Inventory (BSI) and the World Health Organization Quality of Life-Bref (WHOQOL-BREF) to the staff and 2nd Cycle Higher Education students from School of Education and Social Sciences/Polytechnic Institute of Leiria (ESECS/IPL- Portugal) in the academic year 2014/2015. This article describes the sample, regarding sociodemographic variables, motivation for physical exercise, psychopathological symptoms indicators and perception of quality of life. The results indicate that the 140 respondents show a motivation to physical exercise which falls mostly on the category identified regulation (Deci & Ryan, 1985), presenting a profile in the BSI subscales similar to the general population (Canavarro, 2007) and they have a satisfactory or good perception of their quality of life. These results will allow us to understand how these three variables relate to each other, in this specific context. <![CDATA[<b>Methodological analysis regarding pediatric oncohematology papers</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho se caracteriza como uma revisão de literatura na área de psiconcologia pediátrica e teve como objetivo categorizar, quanto à metodologia utilizada, pesquisas relativas ao estudo do impacto do tratamento onco-hematológico pediátrico para pais. Foram considerados trabalhos publicados nas principais revistas internacionais entre 1996 e 2006, resultando em 11 artigos com metodologia qualitativa, nove estudos com metodologia quantitativa, oito estudos longitudinais e apenas um com metodologia mista. Um número relevante de diferentes instrumentos tem sido utilizado, além do desenvolvimento de escalas e questionários com objetivos específicos à pesquisa na área. Entrevistas também têm proporcionado aos pesquisadores a compreensão de processos, de mudanças e de percepções, por parte dos cuidadores, acerca do diagnóstico e tratamento. São discutidas as vantagens da combinação de metodologias quantitativas e qualitativas para apreensão de vários aspectos do processo saúde-doença durante tratamento pediátrico onco-hematológico. Além disso, estudos longitudinais têm se mostrado bastante úteis para a compreensão das mudanças ao longo do processo de tratamento, que envolve diversas demandas, exigências e dificuldades não apenas para o paciente pediátrico, mas para pais e familiares.<hr/>This paper is a literature review in pediatric psychooncology with the aim of analyzing, according to methodology, researches concerning the impact of oncohematological treatment for parents. Papers published in the main international journals between 1996 and 2006 were considered for this review, resulting in 11 papers with qualitative metholodogy, nine studies with quantitative methodology, eight longitudinal researches and only one manuscript with mixed methods. A relevant number of different instruments has been used, besides developing scales and questionnaires with specific goals regarding the research in this field. Interviews have also promoted the understanding of processes, changes, and the caregiver´s perception related to diagnosis and treatment. Advantages concerning the combination of different quantitative and qualitative methodologies are discussed in order to comprehend the several aspects in health related processes during pediatric oncohematological treatment. Besides, longitudinal studies have been very useful the understanding of the changes during the treatment process, which involves several demands, challenges and difficulties not only for the pediatric patients, but for parents and caregivers. <![CDATA[<b>Current affairs of health psychology and the Brazilian context</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo de revisão teórica dedica-se a discutir a psicologia da saúde a partir de três eixos principais: mostra o cenário histórico sobre o seu nascedouro, pontuando algumas discordâncias quanto à sua nacionalidade; apresenta conceitos clássicos e atuais; mostra o processo de desenvolvimento da vertente brasileira, apontando para uma definição dos níveis de intervenção em saúde, como uma alternativa para auxiliar os psicólogos em suas práticas de saúde. Situa a psicologia da saúde como disciplina ampla e autônoma tanto em relação à psicologia social como em relação à hospitalar. Defende que a psicologia da saúde, com suas características interdisciplinares, agrega o conhecimento de outras disciplinas. E apresenta como solução para os problemas de compreensão teórica e de intervenção prática, a articulação entre intervenção e níveis de complexidade de atenção em saúde. Conclui apontando que a psicologia clínica e a psicologia no contexto hospitalar devem ser entendidas como modelos de assistência psicológica, pertencente à psicologia da saúde.<hr/>This theoretical review article is dedicated to the discussion of health psychology from three main points: it shows the historical setting of its birth, punctuating some disagreements as to its nationality; it presents classic and current concepts; it shows the development process of the Brazilian branch, pointing to a definition of health intervention levels as an alternative in assisting psychologists in their health care. It defines health psychology as a wide and autonomous discipline in terms of both social and hospital psychology. It claims that health psychology, with its interdisciplinary characteristics, adds to knowledge in other disciplines. It presents the relationship between intervention and health care complexity levels as a solution to problems of theoretical understanding and practical intervention. It concludes pointing out that clinical psychology and hospital context psychology should be understood as psychological care models belonging to health psychology. <![CDATA[<b>Racionality and suffering</b>: <b>men and healthcare practices</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram identificadas e analisadas as representações sociais de saúde e doença entre 218 homens adultos a fim de discutir possíveis impactos dessas em suas práticas de autocuidado. Os participantes responderam à técnica de associação livre com base nos termos indutores “saúde” e “doença”. Os dados foram tratados pelo software EVOC. Com base na abordagem estrutural da Teoria das Representações sociais, foram identificados os elementos considerados nucleares e os periféricos para cada termo em questão. Uma análise comparativa dos dois conjuntos nucleares (de saúde e de doença) permitiu constatar a existência de três tipos de evocações: particulares; partilhadas e opositivas. As evocações opositivas revelam representações dualistas que reforçam o binarismo saúde-doença/positivo-negativo. Analisam-se os sentimentos e sensações negativos diante do termo “doença” como abertura masculina para ações junto a usuários e profissionais de saúde que discutam o impacto da cultura masculina em crenças e práticas de atenção à saúde do homem. Enfatiza-se a importância da construção de políticas públicas e da criação de serviços favorecedores de reelaborações dessas representações masculinas de modo a atrair e manter os homens nos serviços de saúde e transformar suas práticas esporádicas/emergenciais de cuidado em rotina de atenção a si mesmos.<hr/>We identified and analyzed social representations of health and disease according to 218 adult men. We aimed to discuss possible impacts of these representations on their healthcare practices. Participants answered to free association technique based on inductive terms “health” and “disease”, presented separately. Data were organized by EVOC software. We identified, based on Social Representation Theory, nuclear and peripheral elements (of health and disease). This allowed to identify three types of evocations: particular; shared and oppositional. Oppositional associations reveal dualistic representations that reinforce binarism health-disease/positive-negative. Negative feelings and sensations evocated by the term “disease” were analyzed as a possibility to create actions among users and health professionals to discuss the impact of masculine culture on healthcare men's believes and practices. We reinforce the importance of create politics and services that enable rethink these male representations so health services become more attractive to men. This way, men may be able to turn their sporadic/emergencial healthcare into regular attention to themselves. <![CDATA[<b>Motivation for change in men and women crack addicts</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo investigou a associação dos sintomas de ansiedade, depressão, e fissura com motivação para mudança do comportamento em 159 adultos do sexo feminino e masculino dependentes de crack internados instituições particulares e públicas de Porto Alegre, RS, Brasil. Os instrumentos utilizados foram: Inventário de Ansiedade Beck, Inventário de Depressão Beck, Cocaine Craving Questionnaire-Brief , Escala URICA e Régua de Prontidão para Mudança. Participantes apresentaram sintomas de ansiedade e fissura moderada, e depressão mínima, estando no estágio de pré-contemplação e manutenção para mudança. Os principais preditores de prontidão para mudança (URICA) foram sexo feminino, local de internação e história de perdas significativas. Conclui-se que o tratamento para dependência do crack necessita basear-se em avaliação criteriosa das características emocionais e motivacionais do dependente.<hr/>The objective of this study was to investigate the association of symptoms of anxiety and depression, craving, with motivation to change, in 159 crack-addicted male and female adults hospitalized in public and private institutions Porto Alegre, RS, Brasil. The instruments used were the Beck Anxiety Inventory, Beck Depression Inventory, Cocaine Craving Questionnaire for Crack, Scale URICA and The Readiness-to-Change ruler. Participants had moderate symptoms of anxiety and craving, minimal depression; classified as pre-contemplating and maintaining change. The main predictors of change (URICA) were sex (female), place of hospitalization, and history of losses. In conclusion, the treatment for crack dependence needs to be based in a careful evaluation of the emotional characteristics and motivation. <![CDATA[<b>Perfectionism, negative repetitive thinking and obsessive-compulsive spectrum symptomatology</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200024&lng=en&nrm=iso&tlng=en O perfeccionismo e o pensamento repetitivo negativo têm sido associados a diversas perturbações psiquiátricas e por isso considerados constructos transdiagnósticos. Assim, importa compreender a relação destes com vários grupos de sintomas, nomeadamente os sintomas obsessivo-compulsivos, pois poderá conduzir a uma melhor compreensão do diagnóstico, prevenção e tratamento de algumas doenças psiquiátricas. O objectivo deste trabalho foi analisar os níveis de cognições perfeccionistas, pensamento repetitivo negativo e sintomas obsessivo-compulsivos, numa amostra de estudantes universitários da Universidade da Beira Interior, e a relação destas variáveis entre si e com os estados de humor. Para realizar este estudo, caracterizado como transversal e analítico, recorremos a um questionário composto por dados sociodemográficos e de saúde mental e por escalas validadas para a população portuguesa que permitem aferir os estados de humor, níveis de perfeccionismo, domínios de perfeccionismo, níveis de pensamento repetitivo negativo e de sintomatologia obsessivo-compulsiva. A recolha de dados realizou-se através de inquérito online na população de estudantes da Universidade da Beira Interior (n=464, 338 do sexo feminino, idade média 22,5 ± 4,54 anos), e para sua análise recorremos a testes não-paramétricos. As pontuações totais de cognições perfeccionistas, sintomatologia obsessivo-compulsiva e pensamento repetitivo negativo apresentaram correlação significativa positiva com os níveis de afeto negativo, com os domínios de perfeccionismo e também entre si. Assim, o modelo transdiagnóstico da psicopatologia pode revelar uma utilidade heurística considerável. Neste caso, o perfeccionismo e o pensamento repetitivo negativo constituem-se como processos susceptíveis de influenciar os níveis de sintomatologia psiquiátrica, nomeadamente obsessivo-compulsiva, devendo ser alvos de intervenção terapêutica.<hr/>Perfectionism and negative repetitive thinking have been associated with various psychiatric disorders and are therefore considered to be transdiagnostic constructs. Thus, it is important to understand their relationship with various groups of symptoms, namely obsessive-compulsive symptoms, as it may lead to a better understanding of the diagnosis, prevention and treatment of some psychiatric disorders. The objective of this study was to analyze the levels of perfectionist cognitions, negative repetitive thinking and obsessive-compulsive symptoms in a sample of university students from the University of Beira Interior, and the relationship between these variables among themselves and mood states. In order to perform this study, characterized as transversal and analytical, we used a questionnaire composed of sociodemographic and mental health data and scales validated for the Portuguese population that allow us to measure mood states, levels of perfectionism, domains of perfectionism, levels of negative repetitive thinking and obsessive-compulsive symptomatology. The data was collected through an online survey of the student population of the University of Beira Interior (n = 464, 338 female, mean age 22.5 ± 4.54 years), and we used non-parametric tests for the analysis. The total scores of perfectionist cognitions, obsessive-compulsive symptomatology, and negative repetitive thinking showed a significant positive correlation with levels of negative affection, with domains of perfectionism, and also with each other. Thus, the transdiagnostic model of psychopathology may reveal considerable heuristic utility. In this case, perfectionism and negative repetitive thinking constitute processes capable of influencing the levels of psychiatric symptomatology, namely obsessive-compulsive, and should be targets of therapeutic intervention. <![CDATA[<b>Children's exposure to secondhand smoke</b>: <b>a preventive program assessment</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200025&lng=en&nrm=iso&tlng=en A exposição de crianças ao fumo ambiental do tabaco é uma realidade mundial com consequências negativas graves na saúde infantil. Este estudo pretende avaliar a eficácia a curto-prazo do programa Domicílios 100% livres de fumo, na prevenção da exposição de crianças ao fumo ambiental do tabaco. Com essa finalidade foi realizado um estudo quase experimental que incluiu um grupo experimental constituído por alunos 466 do 4º ano de escolaridade de escolas de Braga e um grupo de controlo constituído por 273 alunos do 4º ano de escolaridade de escolas da Covilhã em Portugal. Aplicou-se um questionário de auto-preenchimento utilizado como pré/pós teste a ambos os grupos, tendo o programa sido implementado somente no grupo experimental. Observou-se uma redução significativa na prevalência de mães fumadoras do grupo experimental comparativamente ao grupo de controlo. Não se verificaram, contudo, alterações no consumo de tabaco no domicílio pelos pais dos alunos após a intervenção que possam ser atribuídas ao programa, confirmando a literatura existente. Intervenções futuras deverão actuar a um nível comunitário e focar-se directamente nos pais.<hr/>The exposure of children to secondhand smoke is a worldwide reality with serious negative consequences on children's health. This study aimed to evaluate the short-term efficacy of the intervention program Domicílios 100% livres de fumo, in the prevention of children's secondhand tobacco smoke exposure. The study included an experimental group of 466 4th graders students from Braga schools and a control group of 273 4th graders students from Covilhã schools in Portugal. A validated self-reported questionnaire was administered to both groups before and after the program implementation. The program was only administered to the experimental group. Results showed a significant lower prevalence of mothers who smoke in the experimental group than in the control group. However, no significant differences were found on the parents' tobacco consumption at home after the intervention, which confirms the results found in other studies. Future intervention programs should adopt a community approach and focus directly on parents. <![CDATA[<b>Family of people with spina bifida</b>: <b>goals and strategies</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200026&lng=en&nrm=iso&tlng=en We aim to describe the goals and strategies of action that parents have established for their child and young adults with spina bifida. Participants were 17 families who answered an online questionnaire. The instrument included topics about sociodemographic characteristics and the following questions: "How do you imagine your son's or daughter's life in the future?” and "What do you think he or she needs to develop these characteristics?". Data of socialization goals were analyzed according to the categories: Self-improvement, Self-control, Emotionality, Social Expectations and Good Behavior. Data of strategies of action were classified in the categories: Self-centered, Context-centered and Person-centered. Main results showed that the most valued socialization goal is self-improvement which is similar to other German families, suggesting that the disability condition does not interfere in the culturally shared beliefs. In order to achieve their goals, parents use, primarily, the self-centered strategy, which represents parents want to serve as a model to their son or daughter with spina bifida. In addition, it was possible to identify that those mothers and fathers also tend to combine different strategies in order not only to maximize the developmental gains, but also to obtain social support in the parental role. In fact, parents of people with spina bifina should be supported in their needs since disability condition seems to be the major factor in the establishment of goals and strategies.<hr/>O objetivo deste trabalho é descrever as metas e estratégias de ação que pais e mães estabeleceram para sua criança ou adolescente com espinha bífida. Participaram 17 famílias que responderam a um questionário online. O instrumento incluiu tópicos sobre características sociodemográficas e as seguintes perguntas: "Como você imagina a vida de do seu filho ou filha no futuro?" e "O que você acha que é necessário para ele ou ela desenvolver estas características?" Dados de metas de socialização foram analisados de acordo com as categorias: Autoaperfeiçoamento, Autocontrole, Emotividade, Expectativas Sociais e Bom Comportamento. Os dados de estratégias de ação foram classificadas nas categorias: Centrada em si, Centrada na pessoa e Centrada no contexto. Os Principais resultados mostraram que a meta de socialização mais valorizada é autoaperfeiçoamento, o que é semelhante a outras famílias alemãs, sugerindo que a condição de deficiência não interfere nas crenças culturalmente compartilhadas. A fim de atingir seus objetivos, os pais usam, principalmente, a estratégia centrada em si, o que representa que os genitores querem servir como um modelo para seu filho ou filha com espinha bífida. Além disso, foi possível identificar que as mães e pais também tendem a combinar estratégias diferentes, não apenas para maximizar os ganhos de desenvolvimento, mas também para obter apoio social no exercício do papel parental. Assim, os pais e mães de pessoas com espinha bífida devem ser apoiados nas suas necessidades, uma vez que a condição de deficiência parece ser o principal fator no estabelecimento de metas e estratégias. <![CDATA[<b>Emotional impact of female pelvic exenteration</b>: <b>a review of literature (2003-2013)</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862017000200027&lng=en&nrm=iso&tlng=en A exenteração pélvica (EP) é uma técnica cirúrgica radical, indicada para tumores avançados de colo de útero e reto, dentre outros. Nesse estudo realizou-se uma revisão sistemática da literatura, com foco em artigos científicos publicados na última década (2003-2013) sobre as repercussões emocionais da EP para a população feminina. Foram localizados 59 artigos nas bases PsycINFO, PubMed, LILACS e SciELO, usando como descritores “exenteração pélvica”, “fatores emocionais”, “sexualidade”, “depressão” e “ansiedade”. Destes, seis artigos (cinco empíricos e um de revisão de literatura) foram considerados para análise, baseada no tema, objetivos do estudo, metodologia e principais resultados e conclusões. Predominou o delineamento quantitativo, com o emprego de instrumentos estruturados em pacientes alemãs, norte-americanas, egípcias e dinamarquesas. Quanto ao tema, destacou-se a qualidade de vida. Os principais achados e conclusões referem-se ao abalo emocional vivido por essas mulheres devido às alterações da imagem corporal após a cirurgia, principalmente pelo uso das ostomias.<hr/>Pelvic exenteration (PE) is a radical surgery mostly indicated for advanced cancers of uterus, cervix, and rectum, among others. In this study, a systematic review of the literature was carried out, focusing on scientific papers published in the past decade (2003-2013) about emotional repercussions of PE for female population. A total of 59 articles were found on PubMed, LILACS, SciELO and PsycInfo databases, using the following descriptors: “pelvic exenteration”, “emotional factors”, “sexuality”, “depression” and “anxiety”. Six articles (five empirical and one literature review) were considered for analysis, based on the theme, objectives, methodology, main results, and conclusions. A quantitative research design was predominant; data were collected using structured instruments with German, American, Egyptian and Danish patients. Emphasis was given to quality of life. Main findings and conclusions refer to emotional impact experienced by these women because of changes in their body image after surgery, which included the use of ostomies.