Scielo RSS <![CDATA[Psicologia, Saúde & Doenças]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=1645-008620060001&lang=pt vol. 7 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<B>Apresentação da versão portuguesa de uma escala de avaliação da susceptibilidade hipnótica </B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A hipnose é um procedimento pouco habitual em investigação em Portugal pelo que são inexistentes instrumentos de avaliação do comportamento hipnótico devidamente adaptados à língua portuguesa, que permitam ao investigador estabelecer parâmetros de avaliação válidos e fiáveis. Neste artigo apresentamos a versão Portuguesa da escala de avaliação da susceptibilidade hipnótica Waterloo-Stanford Group C (WSGC) Scale of Hypnotic Susceptibility (Bowers, 1993, 1998). A versão original do instrumento constituída por uma indução hipnótica de cerca de 20m seguida da apresentação de 12 sugestões hipnóticas foi sujeita a um processo de tradução e retroversão e a versão portuguesa resultante foi administrada a uma amostra de 707 estudantes universitários voluntários, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 17 e os 49 anos. Os resultados mostram valores médios da distribuição semelhantes aos da amostra de referência, correlações com as amostras de referência altamente significativas e um valor de Alpha de Cronbach (0,62) que embora inferior ao das amostras de referência encontra-se numa zona de aceitabilidade para este tipo de instrumento. A versão portuguesa da WSGC:C proposta revela ser um instrumento com boas qualidades psicométricas passível de ser utilizado pelos investigadores interessados em avaliar a susceptibilidade hipnótica de grupos de indivíduos.<hr/>Hypnosis is an unusual procedure in Portuguese research. Therefore reliable and valid scales in Portuguese language suitable to assess hypnotic behaviour are inexistent. In this article a Portuguese version of the Waterloo-Stanford Group C (WSGC) Scale of Hypnotic Susceptibility (Bowers, 1993, 1998) is presented. The original scale of a 20m standard induction procedure and 12 hypnotic suggestions was translated to Portuguese and back into English to ensure protocol fidelity. The sample consisted of 707 volunteer's college students of both sexes, age form 17 to 49 years old. The findings show similar distribution and high significant correlations to the references samples. Although Alpha de Cronbach reliability coefficient is lower than similar coefficient in the reference samples (.62) is still acceptable for this type of scale. The Portuguese version of the WSGC:C has psychometric properties and can be utilized by Portuguese language-based researchers interested in assessing hypnotic susceptibility in group samples. <![CDATA[<B>Comportamento parental em mães seropositivas</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objectivo é construir um modelo teórico sobre o comportamento parental em mães seropositivas. Foram analisadas, de acordo com o método Grounded Theory, vinte e uma entrevistas semi-estruturadas de mães infectadas com VIH, sendo que catorze das entrevistas pertencem a três estudos realizados anteriormente. As mães têm idades compreendidas entre os 18 e os 44 anos, tendo pelo menos um filho com menos de 6 anos. Os dados obtidos revelaram uma grande focalização das mães, nos seus filhos. Esta focalização aparece, como resposta às preocupações vividas desde o momento que tomaram conhecimento do seu diagnóstico, sendo uma das mais verbalizadas pelas mães, o receio de não ver crescer as crianças. Deste modo, dedicam-se totalmente aos filhos, são mães presentes, estabelecem uma relação próxima com a criança, são mais responsáveis, ou seja, segundo elas tornam-se mais mães. Planeiam com uma maior antecedência o futuro, ensinam os filhos e escolhem uma segunda mãe.<hr/>The goal is the construction of a theoretical model to explain the parental behaviour of mothers infected with HIV. Twenty one semi-structured interviews were analysed, according to the Grounded Theory method; fourteen of these belong to three previous studies. The mothers are aged between 18 and 44 years and they have at least one child with less than 6 years old. The data obtained revealed that the mothers are very focused on their children. This happens as an answer to the concerns they experience since their diagnose. One of the most expressed concerns is the mothers` fear of not being able to see their children grow up. Therefore, the mothers totally dedicate themselves to their children, are always present, establish a close relationship with them and are more responsible. According to them, they became "more mothers". They plan the future with more antecedence, teach their children and choose a second mother. <![CDATA[<b>Estudo de adaptação da escala de ajustamento mental ao cancro de um familiar (EAMC-F) </b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo teve como objectivo analisar os resultados da tradução/adaptação cultural da Escala de Ajustamento Mental ao Cancro de um Familiar (EAMC-F) e estudar as suas propriedades psicométricas. O instrumento original, denominado Mental Adjustment to Cancer Scale-Partner (MAC-P), foi desenvolvido por Watson e colaboradores, tendo por base a Mental Adjustment to Cancer Scale (MAC Scale), com o objectivo de avaliar as estratégias de coping e reacções emocionais à doença oncológica do(a) parceiro(a). A versão original foi traduzida para o idioma Português, sendo substituídas as palavras "cancro" por "doença" e "parceiro" por "familiar", com vista a uma melhor aceitabilidade nos serviços de saúde e à sua aplicação mais alargada ao núcleo familiar. Foi aplicada a uma amostra de 179 familiares de doentes oncológicos com diferentes localizações anatómicas, 6 a 9 meses após diagnóstico médico. Após análise de componentes principais e validade convergente-discriminante dos itens, foram excluídos 13 itens da escala original, ficando a EAMC-F constituída por 27 itens. A escala é composta por quatro componentes, que descrevem os principais estilos de confronto com a doença (Desânimo/Fatalismo; Espírito de Luta; Preocupação Ansiosa/Revolta e Aceitação/Resignação). Os resultados indiciam estarmos perante uma escala fiável, válida e sensível. Concluímos que EAMC-F constitui um instrumento independente e específico, indicado para a avaliação das estratégias utilizadas pelos familiares de doentes oncológicos e suas respostas emocionais, embora se sugira a necessidade de novos estudos de revalidação.<hr/>The aim of this study is to analyse the results of the translation/cultural adaptation of The Mental Adjustment Scale to the Cancer Scale Partner (EAMC-F) and to study its psychometric properties. The original framework, called Mental Adjustment to Cancer Scale-Partner (MAC-P) was developed by Watson and his collaborators with the basis of a Mental Adjustment to Cancer Scale (MAC Scale), in order to evaluate the strategies of coping and the emotional reactions to the cancer illness of the partner. The original version was translated into Portuguese, replacing the words "cancer" by "illness" and "partner" by "familiar" in order to have a better acceptance in health services and a higher application in the familiar group. It was applied to a sample of 179 familiars of cancer patients with different anatomic localizations, six or nine mouths after the medical diagnosis. After a Principal Components Analysis and convergent-discriminant validity of the items, 13 items are excluded from the original scale, staying the EAMC-F with 27 items. The scale is made up of four components that describe the main styles of confrontation with the illness (Hopeless/Fatalism; Fighting Spirit; Anxious Preoccupation/Disgusting and Acceptation/Resignation). The results show that we have a reliable, valid and sensitive scale. We conclude that EAMC-F is an independent and specific framework recommended to evaluate the strategies used by the familiars of the cancer patients and their emotional answers. However, we recommend the necessity of new revalidation studies. <![CDATA[<B>Uma análise qualitativa da convivência da mulher com sua endometriose </B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Endometriose é uma doença ginecológica de natureza progressiva, caracterizada pela presença de focos de endométrio fora da cavidade uterina. Esta afecção pode provocar sintomas cíclicos ou agudos bastante comprometedores, sendo que suas conseqüências podem ser observadas nas múltiplas facetas das vidas de mulheres que a possuem. O presente artigo relata resultados qualitativos de uma pesquisa que teve como objetivo conhecer as vivências de mulheres com endometriose associadas à doença. Foram entrevistadas quatro mulheres com este diagnóstico, sendo que as entrevistas foram transcritas e, através da metodologia de análise textual qualitativa, puderam ser identificadas categorias que descrevem a magnitude da influência da endometriose sobre a vida cotidiana das mulheres, como seus desdobramentos afetivos, familiares, profissionais e de relação com a classe médica. Além desses resultados, buscou-se identificar aquilo que estas mulheres entendem como sentido e significado da endometriose em suas vidas.<hr/>Endometriosis is a gynecological disease of progressive nature, featured by the presence of endometrial focus outside the uterine cavity. This condition can cause very damaging cyclic or critic symptoms, its consequences can be observed in multiple ways of life of the women who suffer from it. This article reveals qualitative results of a research that has as a goal to know how women with the disease live. Four women with this diagnosis were interviewed, the article contains the transcribed interviews, and, through the qualitative textual analysis methodology, some categories which describe the importance of the influence of the endometriosis over this women everyday life, such as their consequences in affective and professional life, family and relation with the medical class. Besides these results, the research tried to identify everything that these women understand as the meaning of endometriosis in their lives. <![CDATA[<B>Consumo de álcool, tabaco e droga em adolescentes</B>: <B>experiências e julgamentos de risco</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A elevada prevalência de consumo de substâncias psicoactivas nos adolescentes e a alteração nos padrões de consumo constituem uma ameaça à sua saúde, bem-estar e qualidade de vida. Pretende-se assim contribuir para a compreensão do problema, através do estudo de algumas variáveis implicadas neste processo. Este estudo, inserido numa investigação mais vasta sobre o tema, tem como objectivos analisar o papel da experiência de consumo dos adolescentes nos julgamentos de risco, e verificar a influência do sexo e idade conjuntamente com as práticas de consumo nos julgamentos de risco. Participaram 585 estudantes dos 10º, 11º e 12º anos de escolas secundárias públicas de Lisboa, através do preenchimento de um questionário que permite caracterizar a sua experiência de consumo assim como a estimativa de risco face a situações/ /cenários construídos para o efeito. Os resultados revelaram que os adolescentes que não consomem percepcionam-se como mais susceptíveis às consequências negativas destes consumos quando comparados com os que têm essa experiência; e quanto maior o seu envolvimento nos consumos menor a estimativa de risco, à excepção do tabaco que parece ser, para a maioria, a substância mais ameaçadora, apesar de muitos continuarem a fumar. Na generalidade, são as raparigas, os adolescentes mais novos e os que possuem menos experiência que apresentam maior percepção de risco. Estes resultados apontam para alguns aspectos relevantes, a equacionar no planeamento e implementação de estratégias de prevenção e educação para o risco, no âmbito dos comportamentos de consumo nos jovens.<hr/>The elevated prevalence of substance use in adolescents associated to the change of consumer patterns are an important threat for their health, well-being and quality of life. This study attempts to contribute to a better understanding of this problem, studying some of the variables involved in this process. The current work, developed in the context of a larger study, was aimed to analyse the role of adolescents’ consumption experiences in risk judgments, and examine the influence of gender and age jointly with their practices of substance use in risk judgments. Five hundred and eighty-five students (10th to 12th grades) of high schools in Lisbon completed a questionnaire that made it possible to characterize their experiences of consumption, as well as the risk estimate faced in some constructed situations. The results showed that adolescents without experience of consumption estimated their chance of experiencing a negative outcome resulting from that behaviour as more likely than adolescents with such experience. Moreover, the higher the level of their involvement in substance use the perception of risk was actually lower. Smoking was the exception and that seemed to be, for the majority, the most health threatening substance. In spite of this, many of them will continue or would smoke. Generally, there are the girls, the younger adolescents and those that have less experience that showed a higher perception of risk. These results have emphasized some implications in developing prevention programmes and risk education linked to adolescents’ substance use. <![CDATA[<B>Auto-imagem, auto-estima e auto-realização</B>: <B>qualidade de vida na universidade</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo analisa as relações entre auto-imagem, auto-estima e auto-realização de alunos e seus professores universitários, com consequências em sua auto-realização e qualidade de vida, através da aplicação de questionário e entrevistas e posterior análise. Não ocorrem diferenças significativas nas médias, entre os alunos, ao longo dos semestres pesquisados, podendo revelar que manifestam níveis semelhantes ao longo do tempo. Tentamos estabelecer também coincidências entre os dados qualitativos das entrevistas de alunos e seus professores.<hr/>The investigation analyses the relations between self-image, self-esteem, self-realization of students and his/her universitary teachers, with consequences in self-realization and life quality, applying questionnaires and interviews and its analysis. There are no significative diferences in averages, between students, along the semesters, revealing possible avsdb the time. We intended establish coincidences between students and their teachers qualitative data. <![CDATA[<B>Qualidade de vida em crianças e adolescentes com problemas de saúde</B>: <B>conceptualização, medida e intervenção</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisam-se dificuldades específicas que clínicos e investigadores têm encontrado no âmbito da definição, conceptualização e medida da qualidade de vida (QV) em crianças e adolescentes com problemas de saúde, em particular no caso das doenças crónicas, e abordam-se formas de intervenção. No momento actual, a maioria dos profissionais reconhece que o constructo é multidimensional (ainda que existam discrepâncias na identificação de domínios específicos), e que incorpora componentes objectivas e subjectivas. Realça-se a necessidade de se considerar uma perspectiva de desenvolvimento, o que tem consequências não só para a definição e para a identificação dos conteúdos a incluir nas dimensões de QV, como para a sua avaliação, devendo as medidas atender às mudanças normativas nas habilidades e papéis ao longo das fases de desenvolvimento. No contexto da avaliação, faz-se igualmente menção ao tipo de medidas (genéricas/específicas) e ao informante, relevando-se a pertinência de se incrementar a inclusão da/do criança/adolescente como fonte de informação.<hr/>The author analyses specific difficulties that clinicians and researchers have found in relation to definition, conceptualization and measure of Quality of Life (QF) in children and adolescents with health problems, namely in the case of chronic diseases. Specific aspects of intervention are also approached. At this moment, the majority of professionals recognize that the construct is multidimensional (although discrepancy in the identification of specific domains is present) and incorporates objective and subjective components. The need to consider a developmental perspective is also emphasized, which has consequences in both definition and identification of specific contents to enclose in the QL dimensions, and in its assessment. In addition, measures should contemplate normative changes in abilities and roles throughout the development phases. In the assessment context, reference is also made to the measures type (generic versus specific) and to the informant, emphasizing the pertinence to increment the inclusion of the child/adolescent as source of information. <![CDATA[<B>Gestão do bullyinge da indisciplina e qualidade do bem-estar psicossocial de docentes e discentes do Brasil (Rondônia)</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo, são apresentados resultados de uma investigação-ação que demonstram a necessidade da gestão institucional do fenômeno do bullying e da indisciplina como elemento preventivo para a saúde emocional e o bem-estar de docentes e discentes no contexto escolar. O instrumento utilizado para a coleta das informações é a escala BAC: bullying, atribuições, autoconceito e convivência, constituída por 27 itens para estudantes e 20 para docentes, cujas propriedades psicométricas obtidas são consideradas suficientes para os objetivos desta investigação-ação. A amostra que integra esta investigação-ação é constituída por 300 sujeitos sendo n=260 estudantes e n=40 docentes de duas escolas públicas do ensino fundamental e médio das modalidades regular e Educação de Jovens e Adultos, sendo uma mantida pela Secretaria de Estado da Educação e outra pela Secretaria Municipal de Educação, localizadas no município de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, Amazônia, Brasil.<hr/>This article presented with it result of one investigacion-acion about necessity manage institutional of the phenomenon to bullying how elemente preventive to for emocional health and well-being teaching and students in context scholar. The instrument utilized to collect of informations is a scale BAC:bullying, attributions, identure-self and convivence, sociability scholar establish of 27 itens for learnign of 20 for teaching of whon phisicometrics to get it to considered sufficient to for objetives the investigation-acion. The sale of investigation-acion it constituid of n=300 subjects, n=260 learning and n=40 teaching of two public schools of education fundamental and secundary of modality regular and education of youngs and adults, one provision of Secretarie of State of Education of State of Rondônia, of earch other for Secretary Municipal of Education, localizeds in municipality of Porto Velho, capital of State of Rondônia, Amazon, Brazil. <![CDATA[<B>Metodologias de reabilitação cognitiva num programa de desenvolvimento pessoal de indivíduos com doença mental e desempregados de longa duração </B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A esquizofrenia é uma condição psicopatológica associada a disfunções cognitivas, manifestadas em diferentes dimensões neuropsicológicas (e.g., atenção, funções mnésicas, funções executivas, velocidade de processamento), havendo evidência empírica que permite sustentar uma relação de causalidade entre o funcionamento cognitivo e as competências funcionais dos indivíduos. Este artigo tem como objectivos (1) descrever procedimentos de reabilitação cognitiva com recurso à realidade virtual; (2) caracterizar um programa de intervenção em grupo de desenvolvimento de competências cognitivas e sociais, baseado no modelo da Integrated Psychological Therapy de Brenner; e (3) apresentar o impacto inicial da utilização destas metodologias em pessoas com esquizofrenia e desempregados de longa duração, integrados num programa de desenvolvimento pessoal. Este tipo de programas de desenvolvimento de competências, visa aumentar o nível de funcionamento geral e de qualidade de vida de pessoas em situação de exclusão social e dependem, em grande parte, das capacidades de aprendizagem e de generalização dos indivíduos e, consequentemente, das suas capacidades cognitivas.<hr/>Schizophrenia is a psychopathological condition associated with cognitive dysfunctions, manifested in different neuropsychological dimensions (e.g., attention, mnesic functions, executive functions, processing speed). There is empirical evidence supporting the existence of a causality relation between the cognitive functioning and the functional skills of individuals. This paper purposes (1) to describe the cognitive rehabilitation procedures using virtual reality; (2) to characterize a cognitive and social skills development program (group intervention), based in Brenner’s Integrated Psychological Therapy; and (3) to report the initial impacts of these methodologies application in schizophrenic and long term unemployed persons integrated in a personal development program. This kind of Competencies Development Programs aim to promote people’s global functioning and their quality of life, which depend, in great measure, on the individuals learning and generalization capabilities, and consequently, on their cognitive skills. <![CDATA[<B>Auto-estima e comportamentos de saúde e de risco no adolescente</B>: <B>efeitos diferenciais em alunos do 7º ao 10º ano</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A auto-estima tem sido estudada pela sua importância para o ajustamento psicológico e social e para o desenvolvimento saudável durante a adolescência. Os objectivos deste estudo foram: (a) observar as diferenças de género na auto-estima dos 12 aos 16 anos; (b) observar os efeitos de comportamentos menos saudáveis, como o hábito de fumar e beber na auto-estima e (c) observar o efeito das percepções de saúde em geral e das dificuldades de aprendizagem na auto-estima. Os participantes foram 645 estudantes frequentando do 7º ao 10º ano numa escola secundária de uma cidade do Nordeste de Portugal. Os resultados revelaram que as raparigas apresentam mais baixa auto-estima do que os rapazes mas só a partir dos 14 anos, idade em que os valores médios da auto-estima sofrem uma quebra significativa. Não foram encontradas diferenças de auto-estima devidas ao consumo de tabaco ou álcool. Os participantes do 10º ano que afirmaram ter problemas de saúde mostraram mais baixa auto-estima e, em todos os anos de escolaridade, aqueles que revelaram ter dificuldades de aprendizagem, apresentaram mais baixa auto-estima.<hr/>Self-esteem is an important construct, related to adolescents’ healthy development and psychological and social adjustment. The aims of this study were: (a) to observe gender differences in self-esteem from 12 to 16 years old; (b) to observe the effects of unhealthy behaviours, such as to smoke and to drink on self-esteem and (c) to observe the effect of the perceptions of general health and learning difficulties on self-esteem. The participants were 645 students attending 7th to 10th grade in a high school of a North-East city from Portugal. The results revealed that girls had significant lower self-esteem than boys but only after 14 years old, when the average values of self-esteem fall down. No differences were found in self-esteem due to alcohol or smoke habits. Participants attending 10th grade who revealed to have health problems showed lower self-esteem and those who revealed to have learning difficulties also showed lower self-esteem, independently of grade level? <![CDATA[<B>Contextualizar os conhecimentos, atitudes e crenças face ao VIH/SIDA</B>: <B>um contributo para aperfeiçoar o caminho a percorrer</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Reconhecendo que a implementação de estratégias direccionadas para os mais jovens tem surgido como um vector fundamental à regressão da epidemia, o objectivo primordial deste estudo consistiu em avaliar os conhecimentos, as atitudes e as crenças face ao VIH/SIDA dos jovens do distrito de Vila Real, que frequentavam os 10º, 11º e 12º anos de escolaridade e, deste modo, apresentar-se como uma contribuição para o aperfeiçoamento das intervenções preventivas. Para este propósito foi utilizada uma amostra estratificada por sexo e ano de escolaridade, constituída por 1.152 estudantes, dos quais 480 eram do sexo masculino e 672 do sexo feminino, sendo a média de idades de 16 anos. Para a recolha de dados, utilizou-se um inquérito estruturado com base nas recomendações do documento "Research Package on KABP-Knowleddge, Attitudes, Beliefs and Practices", composto por 60 perguntas agrupadas em oito blocos temáticos. Dos resultados obtidos, constatou-se que a maioria dos estudantes não referiu actividade sexual (67,7%). Dos que mencionaram já ter tido relações sexuais, 49,3%, eram do sexo masculino e 20,2% do sexo feminino. Quanto ao número de parceiros sexuais tidos durante a vida, predominou, para o sexo feminino, um parceiro sexual, enquanto para o sexo masculino mais de três parceiros sexuais. Apesar da maior parte dos estudantes ter utilizado preservativo durante as relações sexuais e ter referido conhecimentos sobre este método de prevenção, foi de sublinhar que alguns não referiram a sua utilização (14,5%). Uma apreciação global, quanto aos conhecimentos sobre VIH/SIDA, apontou para um bom nível de conhecimentos, merecendo alguma atenção as questões relativas à possibilidade de identificação dos indivíduos infectados através do seu aspecto físico e ao facto de as pessoas portadoras do vírus padecerem da doença, cuja percentagem de respostas incorrectas foi considerável. Os estudantes revelaram uma subvalorização do risco, com apenas 46,3% a admitir alguma possibilidade de contágio, sendo os estudantes do sexo masculino e os que tinham conhecimentos sobre SIDA a admitirem em média uma maior possibilidade de contágio. A maioria dos estudantes referiu uma percepção de ameaça grave para a saúde, reconheceu que não existe possibilidade de cura e que a maior parte das pessoas serão vítimas da doença. Como nota de síntese, queremos sublinhar o valor inegável da Promoção da Saúde em contexto escolar, como forma de assegurar o desenvolvimento saudável dos jovens, quando tem como pressupostos estruturantes o processo de capacitação do ser humano para agir e intervir no decurso da sua vida.<hr/>Recognizing that the implementation of strategies guided for the more youth has been appearing as a fundamental vector to the regression of the epidemic, the primordial main of this study consisted of evaluating the knowledge, attitudes and beliefs about HIV/AIDS, of the youth of the district of Vila Real, that attend the 10th, 11th and 12th grade, and this way, to present as a contribution for the improvement of the preventive interventions. For that purpose a sample was used stratified by sex and year of education, constituted by 1.152 students, of which 480 were male and 672 female, being the average of 16 year-old ages. For the collection of data an inquiry was used structured on the basis of the recommendations of the document "Research Package on KABP −Knowledge, Attitudes, Beliefs and Practices", composed by 60 questions, grouped in eight thematic blocks. From the obtained results it was verified that most of the students didn’t refer sexual activity (67.7%). Of the students that mentioned to have already had sexual relationships, 49.3%, are male and 20.2% female. As for the number of sexual partners they had, for the feminine sex, a sexual partner prevailed, while for the masculine sex prevailed more than three sexual partners. In spite of most of the students have declared to have used condom during the sexual relationships and to have referred knowledge on this prevention method, it was of underlining that some don’t refer its use (14.5%). A global appreciation, as for the knowledge on HIV/AIDS, showed a good level of knowledge, deserving some attention the subjects related to the possibility of the identification of infected individuals through their physical aspect and the fact of the bearers of the virus really suffer from the disease, whose percentage of incorrect answers was considerable. The students of the sample revealed a low concern with the risk, with only 46.3% admitting some infection possibility, being the male students and the ones that have knowledge on AIDS that admitted a larger infection possibility on average. Most of the students referred a perception of the serious threat for the health and recognized that cure possibility doesn’t exist and that most of the people will be victims of the disease. As synthesis note we want to underline the undeniable value of the Health Promotion, in school context, as form of assuring the youths healthy development, when there are structuring principles of the process of the human beings to act and to intervene in the course of their life. <![CDATA[<B>Promoção da qualidade de vida dos idosos portugueses através da continuidade de tarefas produtivas</B>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862006000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O actual panorama demográfico e as suas consequências no sistema social, desde o âmbito das relações familiares até ao funcionamento das estruturas macro, como a prestação de cuidados de saúde, obrigam à reconsideração do papel atribuído aos idosos no contexto português. Promover a qualidade de vida numa etapa de vida em que o declínio físico é incontornável, implica considerar critérios multidimensionais, como a manutenção da rede social e de actividades significativas. A perspectiva do envelhecimento produtivo enfatiza em simultâneo os contributos prestados pelos idosos à sociedade, através dos bens que produzem, e o bem-estar e qualidade de vida derivados do processo (Kaye, Butter, & Webster, 2003). Contudo, verifica-se ainda em Portugal ausência de planificação no sentido de implementar estratégias que direccionem e promovam a utilização dos recursos aportados pelos idosos, panorama que urge alterar.<hr/>The current demographic circumstances and its consequences in the social system, from family relationships to the functioning of the macro structures, as well as health care, makes it necessary to reconsider the elder's role in the Portuguese context. To promote life quality when physical decline is inevitable implies considering multidimensional criteria, such as maintaining the social network and significant activities. The productive aging theory emphasizes both the contributions that elders can give to society, through the goods they produce, as well as the well-being and life quality that come from this process (Kaye, Butter & Webster, 2003). However, in Portugal there is still no planning for the implementation of strategies that can direct and promote the use of the resources that elders can give, which is something that needs to be modified.