Scielo RSS <![CDATA[Psicologia, Saúde & Doenças]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=1645-008620180003&lang=pt vol. 19 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Validação portuguesa do positive youth development short form (pyd-sf)</b>: <b>uma versão reduzida</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The Positive Youth Development-PYD concept highlighted the importance of strengthening internal and external developmental assets in the youth’s contexts. This paper examines the psychometric properties of PYD-Short Form (PYD-SF) and its validation for Portuguese youths. The sample included 2700 college students (73.3% girls), with a mean age of 21.3±2.79 years old. Exploratory-EFA and Confirmatory Factorial Analysis-CFA were conducted on the 34 items of the PYD-SF, a final shorten instrument (20 items) was achieved, and in the final model, CFA displayed an acceptable model fit (?2 (174)=1349.20; GFI=0.95; NFI=0.95; CFI=0.95; and RMSEA=0.05, CI(RMSEA)=0.05-0.06). The developed measure showed adequate psychometric properties (validity and reliability) to estimate PYD in Portuguese youths. Such instrument can be an advantage for its administration in larger population samples and a support for decision-making in professional practices and policies, encouraging a shift in youth care services approach: from a perspective focused on deficits/difficulties, towards a viewpoint focalized on possibilities/opportunities.<hr/>O conceito de Desenvolvimento Positivo em Jovens (Positive Youth Development -PYD) destacou a importância de fortalecer as “forças” internas e externas do desenvolvimento nos contextos da juventude. Este artigo examina as propriedades psicométricas de PYD-Short Form (PYD-SF) e sua validação para jovens Portugueses. A amostra incluiu 2700 estudantes universitários (73,3% raparigas), com idade média e desvio-padrão de 21,3±2,79 anos. Aos 34 items do PYD-SF foi aplicada a Análise Factorial Exploratória (AFE) e Análise Factorial Confirmatória (AFC), obtendo-se um instrumento final mais reduzido (com 20 itens). No modelo final, a AFC apresentou um modelo ajustado aceitável (?2 (174) = 1349,20, GFI = 0,95, NFI = 0,95, CFI = 0,95 e RMSEA = 0,05, CI (RMSEA) = 0,05-0,06). O instrumento desenvolvido demonstrou propriedades psicométricas adequadas (validade e confiabilidade) para estimar o PYD em jovens Portugueses. Tal instrumento pode constituir-se uma vantagem para a sua administração em amostras populacionais maiores e um suporte para a tomada de decisões nas políticas e práticas profissionais, incentivando uma mudança na abordagem dos serviços de prestação de cuidados à juventude: de um ponto de vista focado em déficits/dificuldades, para uma perspectiva centrada em possibilidades/oportunidades. <![CDATA[<b>Validação da modified tellegen absorption scale em português</b>: <b>uma medida de absorção traço</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Por absorção entende-se um foco atencional intenso em experiências sensoriais e/ou imaginárias que induz uma sensação de unidade com o objecto da atenção juntamente com uma alteração temporária da consciência usual do eu, do espaço e do tempo (estados absortos). Enquanto traço de personalidade, reflecte as diferenças individuais para entrar em estados absortos em circunstâncias apropriadas. A absorção-traço tem sido associada a susceptibilidade hipnótica e abertura à experiência. A presente investigação pretende a validação em português de uma medida de absorção-traço: o Modified Tellegen Absorption Scale (MODTAS; originalmente constituído por 34 itens com possibilidade de resposta numa escala de Likert de 5 pontos) com recurso a análise factorial exploratória e confirmatória numa amostra de 370 sujeitos. Concluiu-se o estudo com uma estrutura diferente da original, constituída por 18 itens distribuídos por quatro factores: envolvimento imaginativo, sinestesias, envolvimento sensorial e estados alterados de consciência. Obtiveram-se qualidades psicométricas adequadas (validade factorial, validade convergente, sensibilidade e fiabilidade).<hr/>Absorption refers to an intense attentional focus on sensory and/or imaginary experiences, which induces a sense of unity with the object of attention together with a transient change of the usual notion of self, space and time (absorbed states). As a personality trait, it reflects the individual differences in the tendency to enter absorbed states in appropriate circumstances. Trait absorption has been associated to hypnotic susceptibility and openness to experience. The present study carried a validation of a Portuguese version of a measure of trait absorption: the Modified Tellegen Absorption Scale (MODTAS; originally composed by 34 items with response format on a 5-point Likert scale) by using exploratory and confirmatory factor analysis in a sample of 370 subjects. We concluded the study with a structure different from the original, composed by 18 items distributed across four factors: imaginative involvement, synesthesias, sensory involvement and altered states of consciousness. Adequate psychometric qualities were obtained (factorial validity, convergent validity, sensitivity and reliability). <![CDATA[<b>A hospitalização retratada na literatura infantil</b>: <b>diálogos com a educação em saúde</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Considerando que os livros infantis, cujas temáticas são relacionadas à doença e/ou à hospitalização, podem se mostrar ferramentas de trabalho especialmente significativas para profissionais que lidam com crianças hospitalizadas em contextos de educação em saúde, foi analisada uma amostra intencional de vinte livros infantis ilustrados. A análise julgou a qualidade simbólica dos discursos subliminares ali contidos, sendo executada segundo os pressupostos da Escola Francesa de Análise de Discurso. Os achados indicaram que livros reproduzem os estereótipos socialmente veiculados sobre os profissionais de saúde e carregam mensagens moralizadoras sobre o comportamento ideal frente à hospitalização e/ou o sofrimento na doença. A pesquisa intentou verificar, também, se os livros cumprem alguma função informativa, representando de modo verossímil a realidade experimentada pela criança na doença e/ou na hospitalização.<hr/>Once children's books whose themes are related to illness and hospitalization, may prove to be especially significant work tools for professionals dealing with children hospitalized in contexts of health education, it was held a research that analyzed a sample of twenty illustrated children's books. The analysis judged the symbolic quality of the underlying discourses contained therein, running under the premises of the French School of Discourse Analysis. The findings indicated that books reproduce stereotypes socially conveyed about health professionals and carry moralizing messages about the ideal behavior expected from a hospitalized child. The research also checked if the books meet some informative function, representing in a convincing way the reality experienced by sick children at hospitals. <![CDATA[<b>A percepção da doença cardíaca e da comunicação do diagnóstico</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A forma como o diagnóstico da doença cardíaca é comunicado pelo médico pode exercer um papel importante na percepção que o paciente tem de sua doença, que tem implicações para o seu cuidado. O objetivo do presente estudo é avaliar a percepção da doença em indivíduos cardíacos e sua relação com a percepção do conteúdo da comunicação do diagnóstico (sintomas, causas, consequências, duração, controle pessoal e do tratamento, coerência e representação emocional). Participaram 71 pacientes cardíacos adultos atendidos num centro de cardiologia de um hospital de uma cidade do interior do sul que responderam a um questionário sociodemográfico, questionário de percepção da doença e questionário das percepções das informações fornecidas no diagnóstico. Não houve correlações significativas entre as percepções sobre a doença cardíaca e o conteúdo da informação comunicada no diagnóstico. Contudo, verificaram-se diferenças relacionadas ao gênero, pois as mulheres atribuíram mais sintomas à doença e perceberam os sintomas da doença como mais cíclicos que os homens. A percepção da doença independe da comunicação do médico no diagnóstico, indicando que ela pode ser construída anteriormente à própria doença.<hr/>The way as the doctor communicates cardiac illness diagnosis to patient may have implications on the patient's perception of his disease, which, in turn, possibly influence on its care. The purpose of this study is to evaluate illness perception on cardiac patients and it's relation with diagnosis communication content perception (identity, causes, consequences, timeline, treatment and personal control, coherence and emotional representation). The study was carried out with 71 adult cardiac patients, undergoing treatment in a regional hospital in the south of Brazil, who answered a sociodemographic questionnaire, a questionnaire of illness perception and a questionnaire about the perception of the information supplied during diagnosis. No significant correlation between cardiac illness perception and the content of the information supplied with diagnosis was found. However, gender related differences were found; women assigned more symptoms to the disease and perceived the symptoms as more cyclical than man. Conclusions: illness perception does not depend of the doctor’s diagnosis communication, finding signs that it may be produce prior to the disease itself. <![CDATA[<b>A sintomatologia depressiva e as memórias autobiográficas em universitários</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A depressão é um dos transtornos mais prevalentes na atualidade, seus sintomas provocam sofrimento clínico significativo, prejuízo no funcionamento social e em outras áreas da vida do sujeito, como a recuperação de memórias. Indivíduos que apresentam o quadro depressivo possuem dificuldade em recordar eventos positivos de sua vida. Em contrapartida, por estarem deprimidos a evocação de memórias negativas são mais prováveis. Para tanto o presente estudo objetivou investigar a relação entre a sintomatologia da depressão a as memórias autobiográficas em uma amostra de 25 estudantes de uma IES. Foram utilizados como instrumentos para a pesquisa uma ficha sociodemográfica, o Inventário de Depressão - Beck (BDI) e o Teste de Memória Autobiográfica (TMA). Neste estudo, os resultados apresentados através da correlação de Pearson mostravam que o escore do BDI e as Memórias Específicas Positivas foram estatisticamente significativa inversamente proporcional (r= -0,541; p< 0,01), bem como o escore do BDI e as Memórias Categóricas Negativas foram estatisticamente significativa diretamente proporcional (r= 0,528; p<0,01). Houve correlação significativa inversamente porporcional entre o escore do BDI e as Memórias Específicas Geral, sem considerar a sua valência, (r= -0,437; p< 0,05). E correlação significativa diretamente proporcional entre o escore do BDI e Memórias Categóricas Geral (r= 0,498; p< 0,05). No entanto, é possível concluir que maior intensidade em sintomas depressivos, mais inespecífica é a memória autobiográfica.<hr/>Depression is one of the most prevalent disorders at present, its symptoms cause significant clinical suffering, impairment in social functioning and in other areas of the subject's life, such as recovery of memories. Individuals with depressive symptoms have difficulty remembering positive events in their life. In contrast, because they are depressed the evocation of negative memories are more likely. For this purpose the present study aimed to investigate the relationship between the symptoms of depression and the autobiographical memories in a sample of 25 students from an IES. A sociodemographic record, the Beck Depression Inventory (BDI) and the Autobiographical Memory Test (TMA) were used as instruments for the research. In this study, the results presented through the Pearson correlation showed that the BDI score and the Specific Positive Memories were statistically significant inversely proportional (r = -0.541, p <0.01), as well as the BDI score and the Categorical Memories Negatives were statistically significant directly proportional (r = 0.528, p <0.01). There was a significant inversely correlated correlation between the BDI score and the General Specific Memory, without considering its valence, (r = -0.437, p <0.05). And a significant correlation was directly proportional between the BDI score and the General Categorical Memories (r = 0.498, p <0.05). However, it is possible to conclude that greater intensity in depressive symptoms, the more nonspecific is the autobiographical memory. <![CDATA[<b>Atitudes e consumo de cannabis em estudantes do ensino geral e vocacional</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O consumo de cannabis é um dos comportamentos de risco na adolescência que mais se tem destacado nos últimos anos. Perante uma norma social permissiva, a cannabis expandiu-se e ganhou protagonismo na cultura juvenil, percecionando-se atitudes mais favoráveis ao consumo. Dado o aumento da prevalência e as implicações precoce deste consumo, pretendeu-se compreender a relação entre as atitudes e o consumo de cannabis, junto de uma amostra de 164 estudantes do ensino geral e vocacional. Para isso, foram utilizados um questionário sociodemográfico e sobre a experiência de consumo, o Cannabis Use Intention Questionnaire e o Cannabis Abuse Screening Test. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no consumo de cannabis (problemático/de risco e prevalências) e nas atitudes associadas (atitude, norma subjetiva, autoeficácia percebida e intenção), em função do sexo, idade e percurso escolar. Os estudantes de sexo masculino com idade mais avançada, com maior absentismo e insucesso escolares, do ensino vocacional, apresentam maior consumo, um consumo mais problemático/de risco e atitudes globalmente mais favoráveis ao mesmo. Quanto mais favoráveis são as atitudes face ao consumo de cannabis, maior é o consumo. Este estudo reforça a necessidade de promover competências pessoais e sociais, de forma precoce e contínua, e de desenvolver programas de prevenção direcionada e seletiva, centrados nas atitudes e significado, em contexto escolar.<hr/>Cannabis use is one of the most prominent risk behaviors in adolescence in recent years. Cannabis has been expanding and gaining prominence in youth culture in the face of a permissive social norm and more favorable attitudes towards its use. Given the increasing prevalence and the early implications of this use, this study intends to understand the relationship between attitudes and cannabis use, in a sample of 164 students from general and vocational education. For this, a sociodemographic questionnaire, a questionnaire about the consumption experience, the Cannabis Use Intention Questionnaire and the Cannabis Abuse Screening Test were used. There were statistically significant differences in cannabis use (problematic/risk and prevalence) and attitudes toward cannabis (attitude, subjective norm, perceived self-efficacy and intention), according to gender, age and school level. Older male students, with greater absenteeism and school failure, with higher vocational education, tend to have a larger and more problematic use of cannabis and present overall more favorable attitudes. The more favorable are attitudes towards use, the bigger is the use. This study reinforces the need to promote personal and social skills, early and continuously, and to develop programs of targeted and selective prevention, focused on attitudes and meaning, in the school context. <![CDATA[<b>Caracterização dos utentes de uma unidade de psico-oncologia extra-hospitalar</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A vivência do cancro resulta, geralmente, em altos níveis de sofrimento emocional para doentes oncológicos e familiares. Com o objectivo de contribuir para o bem-estar e a qualidade de vida destes sujeitos, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, Núcleo Regional do Sul (LPCC-NRS) criou, em 2011, a Unidade de Psico-Oncologia (UPO). Nesta Unidade é prestado acompanhamento psicológico especializado através da promoção da adaptação ao diagnóstico e ao tratamento; da facilitação de estratégias para gestão dos sintomas; e da promoção da comunicação entre doente e profissionais de saúde e/ou familiares/cuidadores. O presente estudo pretendeu caracterizar os utentes seguidos na consulta de Psicologia da LPCC-NRS-UPO, desde a data da sua criação até junho de 2017, de forma a adaptar o serviço às necessidades desta população e prestar um acompanhamento cada vez melhor a quem é afectado pelo cancro. A amostra foi constituída por 522 sujeitos, 341 dos quais doentes oncológicos. Os resultados revelaram que os utentes da consulta eram, maioritariamente, mulheres com cancro mama, com mais de 60 anos, residentes em Lisboa e academicamente diferenciadas. A maioria, em tratamento no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG), chegou à consulta através de amigos ou familiares por sofrimento associado à doença oncológica. O acompanhamento psicológico, maioritariamente baseado no modelo de psicoterapia de apoio, contou, geralmente, com 2 a 5 sessões. O estudo permitiu caracterizar os utentes seguidos na UPO e propor estratégias para melhorar a actuação da LPCC-NRS na sua missão de apoio ao doente oncológico e família.<hr/>Experiencing cancer generally results in high levels of emotional suffering both in cancer patients and their relatives. Aiming to contribute to the well-being and quality of life of these individuals, in 2011, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Núcleo Regional do Sul (LPCC- NRS) created a Psycho-Oncology Unit (UPO). This Unit provides specialized psychological support through the promotion of: adaptation to diagnosis and treatment; strategies to facilitate symptom management; and communication between the patient and health professionals and/or family/caregivers. This study aimed to characterize the psycho-oncology patients of LPCC-NRS-UPO, from the date of its creation until June 2017, in order to further adapt this service to this population’s needs and to provide an improved service to those who are affected by the oncological disease. The sample consisted of 522 subjects, 341 of which were cancer patients. The results showed that the individuals followed at the LPCC-NRS-UPO were mostly women with breast cancer, aged over 60, residents in Lisbon and highly educated. Most were having treatment at Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG) and reached the Psychology service through friends or relatives due to cancer-related suffering. Psychological help was generally based on the supportive psychotherapy model and the average number of therapy sessions was between 2 and 5. This study allowed us to characterize the patients followed at the LPCC-NRS-UPO and propose strategies to enhance the LPCC-NRS in its mission to support cancer patients and their relatives. <![CDATA[<b>Contributo para a validação da versão portuguesa da escala de autenticidade</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo pretendeu contribuir para a validação da versão portuguesa da Escala de Autenticidade (Wood, Linley, Maltby, Baliousis, & Joseph, 2008). Segundo a literatura, não existiam ainda medidas de Autenticidade validadas para o português, embora a Escala de Autenticidade já esteja validada em países como Turquia, Itália, Holanda, Canadá, Suécia e Sérvia. Neste sentido, recolheu-se uma amostra de 374 participantes, de várias regiões de Portugal, 69% mulheres e 31% homens, com idades entre os 18 e os 85 anos. O estudo foi transversal e a amostra não probabilística. Procedeu-se ao método clássico de tradução e retroversão da escala original de 12 itens, com três dimensões de quatro itens cada. O contributo para a adaptação da versão portuguesa da Escala de Autenticidade seguiu quatro passos: a) análise fatorial exploratória da estrutura dimensional da Escala, com os pesos fatoriais dos itens a ponderar acima de 0,40 no fator principal e abaixo de 0,20 nos fatores secundários; b) análise da consistência interna global e das três dimensões da Escala, com alfas de Cronbach entre 0,70 e 0,80; c) análise correlacional entre as três dimensões da Escala de Autenticidade, com correlações entre -0,27 e 0,80; e d) análise fatorial confirmatória através de modelos de equações estruturais, com um ajustamento de ?2(51) = 94,81; p < 0,001; CFI=0,97; RMSEA=0,05; SRMR=0,04. Os resultados indicaram qualidades psicométricas excelentes de validade e fidelidade da versão portuguesa da Escala de Autenticidade, semelhantes à versão original e aos estudos de validação internacionais, garantindo um instrumento robusto para a medição da Autenticidade.<hr/>The purpose of this study was to contribute to the validation of the Portuguese version of the Authenticity Scale (Wood, Linley, Maltby, Baliousis, & Joseph, 2008). According to the literature, there were no authenticity measures validated for Portuguese. Although, the Authenticity Scale has already been validated in a variety of countries, including Turkey, Italy, the Netherlands, Canada, Sweden and Serbia. A sample of 374 participants, from various regions of Portugal, was collected (69% women and 31% men, aged between 18 and 85 years). The study was cross-sectional and the sample was non-probabilistic. The classic method of translation and back-translation of the original scale of 12 items, with three dimensions (with four items each) was used. The contribution to the adaptation of the Portuguese version of the Authenticity Scale followed four steps: a) exploratory factorial analysis of the dimensional structure of the Scale, with the factorial weights of items above 0,40 in the main factor and below 0,20 in the secondary factors; b) analysis of the internal consistency of the three dimensions and the overall Scale, with Cronbach's alphas between 0,70 and 0,80; c) correlational analysis between the three dimensions of the Authenticity Scale with correlations between -0,27 and 0,80; d) confirmatory factorial analysis through structural equation models, with an adjustment of ?2(51) = 94,81, p <0,001; CFI = 0,97; RMSEA = 0,05; SRMR = 0,04. The results indicated excellent psychometric qualities of validity and fidelity of the Portuguese version of the Authenticity Scale, similar to the original version and the international validation studies, ensuring a robust instrument for the measurement of Authenticity. <![CDATA[<b>Correlação entre imagem corporal e autoestima em pessoas com estomias intestinais</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O obejtivo do oresente trabalho é investigar a relação entre Imagem Corporal e Autoestima em pessoas com estomias intestinais. O método baseia-se na pesquisa quantitativa, descritiva, correlacional de corte transversal. Coletados na instituição de apoio aos estomizados do estado do Rio Grande do Norte, com 93 participantes, através do Questionário Geral Estruturado, Escala de Satisfação com a Aparência e Escala de Autoestima de Rosenberg. Utilizou-se estatística descritiva e teste de Correlação de Spearman. Observou-se que os participantes possuíam uma baixa satisfação com sua imagem corporal (M = 66,9), embora mantivessem altos níveis de autoestima (M = 34,8). Com correlação positiva, moderada (? = 0,426 / p < 0,001), a partir da aplicação do Teste de Correlação de Sperman. Conclusões: Insatisfação com a Imagem Corporal constitui problemática a ser observada pelos profissionais. Deste modo, recomenda-se que os instrumentos sejam incorporados a prática profissional, contudo não restrito a cálculos de escores, e sim para enriquecer a compreensão desses sujeitos, estimulando uma relação dialógica.<hr/>The objective of this work is to investigate the relationship between Body Image and Self-esteem in people with intestinal ostomy. The method is based on the quantitative, descriptive, correlational and cross-sectional research. Collected in institution to support ostomizeds of Rio Grande do Norte state, with 93 participants, through the General Structured Questionnaire, Satisfaction Appearance Scale and Rosenberg Self-Esteem Scale. We used descriptive statistics and Spearman correlation test. Participants have low satisfaction with their body image (M = 66.9), but maintained high levels of self-esteem (M = 34.8). With positive and moderate correlation (? = 0.426 / p <0.001) from application of Spearman correlation test. Conclusions: Dissatisfaction with body image is a problematic to being observed by professionals. Thus, it is recommended that instruments are incorporated into professional practice, but not restricted to calculation of scores, but to enrich the understanding of these subjects, stimulating a dialogical relationship. <![CDATA[<b>Espiritualidade e qualidade de vida de pessoas idosas</b>: <b>um estudo relacional</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Para os idosos uma maior longevidade pode representar um período de extremas dificuldades e sofrimentos, pois nem sempre os anos a mais de vida são acompanhados por bem-estar, saúde e qualidade de vida. Neste contexto a espiritualidade surge como uma dimensão importante para a qualidade de vida dos idosos. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre a espiritualidade e a qualidade de vida de idosos residentes na comunidade. Trata-se de um estudo relacional, quantitativo e transversal. A amostra foi constituída por 400 pessoas idosas de ambos os sexos residentes em uma cidade metropolitana de São Paulo, Brasil. O plano amostral foi do tipo intencional, heterogénea por quotas. Para definição das quotas foram utilizadas as variáveis (idade e sexo) com referência em estratos oficiais da população da referida cidade. Os instrumentos utilizados para avaliação foram: Questionário de Avaliação Mental; Caracterização Sociodemográfica; Escalas WHOQOL-Bref e Old e a Escala de espiritualidade de Pinto e Pais-Ribeiro. Encontrou-se correlação estatisticamente significativa entre a espiritualidade e a qualidade de vida dos idosos. A espiritualidade é uma ferramenta importante para as pessoas idosas enfrentarem as adversidades inerentes ao processo de envelhecimento.<hr/>For the elderly, greater longevity can represent a period of extreme hardship and suffering. Not always the years of life are accompanied by well-being, health and quality of life. In this context, spirituality emerges as an important dimension for the quality of life of the elderly. The objective of this study was to analyse the relationship between spirituality and the quality of life of elderly residents in the community. It is a relational, quantitative and cross-sectional study. The sample consisted of 400 elderly people of both sexes living in a metropolitan city of São Paulo, Brazil. The sample plan was intentional, heterogeneous by quotas. For the definition of the quotas, the variables (age and sex) were used with reference in official strata of the population of that city. The instruments used for evaluation were: a questionnaire for mental assessment; sociodemographic characterization; WHOQOL-Bref and Old Scales, and the Pinto and Pais-Ribeiro Spirituality Scale. There was a statistically significant correlation between spirituality and the quality of life of the elderly. Spirituality is an important tool for the elderly to cope with the adversities inherent in the aging process. <![CDATA[<b>Estratégias cognitivas de regulação emocional</b>: <b>associação com sintomas pós-traumáticos</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt É possível identificar no Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) uma intensa variedade de respostas emocionais prejudiciais à qualidade de vida do indivíduo. Há, com isso, a importância de compreender a associação da regulação emocional em relação aos desfechos da exposição a eventos traumáticos. O presente estudo tem como objetivo comparar o uso das estratégias cognitivas de regulação emocional entre populações com alta e baixa sintomatologia de TEPT. A amostra total consiste em 38 participantes que foram divididos em dois grupos de acordo com o grau de sintomatologia de TEPT. Foi aplicado o Post-Traumatic Stress Disorder Checklist (PCL-5) para avaliar o grau de sintomatologia de TEPT e o Cognitive Emotion Regulation Questionnaire (CERQ) para avaliar as estratégias mais utilizadas pelos participantes. Como resultados, encontrou-se diferenças estatisticamente significativas, visto que o grupo com alta sintomatologia faz mais uso de estratégias desadaptativas no geral (p<0.001) e específicas: Auto-Culpa (p<0.004); Ruminação (p<0.001); Catastrofização (p<0.001); e Culpabilização dos Outros (p<0.005). Quanto às estratégias adaptativas, só houve diferença estatisticamente significativa na estratégia específica de Focalização no Positivo (p<0,044). Desta forma, o estudo confirma a ideia proposta na literatura, apresentando que as estratégias desadaptativas de regulação emocional estão associadas a populações com índices elevados de sintomas para TEPT.<hr/>There are a vast variety of emotional responses that is prejudicial to the quality of life in Post-Traumatic Stress Disorder (PTSD). Therefore, it is very important to understand the importance of scarcity on the literature in this matter. The present study aims to compare the use of cognitive emotion strategies between populations with high and low PTSD symptoms. The sample consisted in 38 participants, who were divided in two groups according to the degree of PTSD symptomatology. The instruments used were the Post-Traumatic Stress Disorder Checklist (PCL-5) to evaluate the symptom’s level of PTSD and the Cognitive Emotion Regulation Questionnaire (CERQ) to track the cognitive emotion strategies. As results, it was found that there is statistically significant differences between the groups, since the group with high symptomatology makes more use of maladaptive strategies (p<0.001): auto-blame (p<0.004), rumination (p<0.001); and guilting others (p<0.005). About the adaptive strategies, there was only one specific strategy that appeared statistically significant difference, which was Positive Focalization (p<0.044). Thus, the present study confirms the idea proposed in the literature, showing that the maladaptive strategies of emotional regulation are associated with high symptoms for PTSD. <![CDATA[<b>Fatores associados ao uso de preservativo e relações com prostitutas entre caminhoneiros do Brasil</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho objetiva investigar a relação entre o uso de preservativo e relações sexuais com prostitutas entre caminhoneiros do Brasil e suas variáveis associadas. A amostra é composta por 680 homens caminhoneiros, entre 19 e 73 anos (M=42,52 DP= 10,78). O instrumento abordou o uso de preservativo, o consumo de álcool, as práticas sexuais na estrada e uma escala de conservadorismo. A coleta de dados foi realizada através de Inserção Ecológica, por conveniência em pontos de parada ou filas de carga e descarga. Os resultados indicaram que o maior percentual de uso de preservativo é encontrado entre os solteiros (42,1%), assim como entre os católicos (35%). Apenas 24,9% da amostra fazem uso consistente do preservativo. O uso de álcool e o conservadorismo não mostraram correlação significativa entre si, no entanto, o álcool apresentou uma correlação positiva com o número de parceiras por ano, uso de camisinha e frequência de relações sexuais na estrada. O estado civil, a frequência sexual na estrada e o número de parceiras por ano também mostraram um forte valor preditivo no uso consistente de camisinha na regressão binária. Este estudo confirmou a relação do uso de preservativo com alguns fatores associados tais como álcool, número de parceiras por ano, estado civil e frequência de relações sexuais por semana, conforme já foram apresentadas em estudos anteriores.<hr/>This work aims to investigate the relationship between condom use and sexual relations with prostitutes among Brazilian truck drivers and their associated variables. Sample is composed of 680 men truck drivers, between 19 and 73 years (M = 42.52 SD = 10.78). Instrument addressed the use of condoms, alcohol consumption, sexual practices on the road and a scale of conservatism. Data collection was performed through Ecological Insertion, for convenience, in resting areas or loading and unloading queues. Results indicated that the highest percentage of condom use was found among single people (42.1%), as well as among Catholics (35%). Only 24.9% of the sample makes consistent condom use. Alcohol use and conservatism did not show a significant correlation with each other; however, alcohol had a positive correlation with the number of partners per year, condom use and frequency of sexual relations on the road. Marital status, sex on the road and number of partners per year also showed a strong predictive value for consistent condoms use in a binary regression. This study confirmed the relationship of condom use with some associated factors such as alcohol, number of partners per year, marital status and frequency of sexual intercourse per week, as previously reported in revised studies. <![CDATA[<b>Transtorno de estresse pós-traumático em veteranos de guerra</b>: <b>uma revisão integrativa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente aborda a influência do Transtorno de Estresse Pós Traumáticos (TEPT) diante do cotidiano dos veteranos de guerra. O estudo se faz relevante ao contexto atual mediante a falta de investigação sobre o tema, e em razão da atual conjuntura internacional, em que eventos relacionados aos conflitos bélicos estão presentes dentro da perspectiva micro e macro em uma escala de impacto social. Deste modo, se tem como objetivo embasar futuras buscas de linhas de pesquisas equivalentes ao tema. Tem como método a busca pela literatura na forma de revisão integrativa, que aborde a temática. A partir da estratégia PICo, foi possível formulação da pergunta central, que através da ferramenta DeSC (Descritores em Ciência da Saúde) permitiu a seleção dos descritores, prosseguindo com o desenvolvimento dos dados adquiridos no bibliográfico eletrônico, nas bases LILACS, MEDLINE, PUBMED, SciELO e Google Acadêmico. O TEPT é umas das patologias que atingem em grande escala um número de pessoas envolvidas em conflitos armados, que gera ao individuo sequelas que tornam as relações pessoais atribuladas, afetando não somente ele como também pessoas próximas a ele. Por fim, é evidente que em pleno século XXI, no qual o mundo tem passado por situações de confrontos, atingindo de forma indireta e direta diferentes camadas da sociedade, demostra a necessidade de pesquisas voltadas ao assunto.<hr/>This work discusses the influence of Post-Traumatic Stress Disorder (PTSD) in everyday life of war veterans. The study is relevant to the current context through the lack of research on the theme, and due to the current international situation, in that events related to present war conflicts within the micro and macro perspective on a scale of social impact. In this way, it has like objective to contextualize future research on research lines similar to the theme. It has as a method the search for literature in the form of an integrative review that argue about theme. Through from the PICo strategy, it was possible to formulate the central question, which through the DeSC tool (Descriptors in Health Science) allowed the selection of the descriptors, proceeding with the development of the data acquired in the electronic bibliography, in database LILACS, MEDLINE, PUBMED, SciELO and GoogleAcadêmico. PTSD is one of the pathologies that reach large numbers of people involved in armed conflict, which generates to the individual sequels that make personal relationships troubled, affecting not only him but also people close to him. Finally, it is evident that in the 21st century, in which the world has experienced confrontational situations, indirectly and directly reaching different levels of society, it demonstrates the need for research about the subject. <![CDATA[<b>Implicações do transtorno de estresse pós-traumático no trabalho</b>: <b>uma revisão bibliográfica narrativa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo trata do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), com foco em prevenção, encaminhamento e ações de cuidado com a saúde dos trabalhadores nas organizações. Foi realizada revisão bibliográfica narrativa nas bases de dados Scielo e BVS-Psi, do período de 2002 a 2017, com o cruzamento dos descritores estresse pós-traumático e trabalho, para compreensão do tema. Verificou-se um déficit de textos abordando esse assunto; entretanto, foi possível compreender a vulnerabilidade de trabalhadores em atividades de alta periculosidade e em frequente contato com a violência e com a morte. Sintomas do TEPT e consequências para o trabalhador e para as organizações também puderam ser estudados, o que resulta em necessidade de ampliar as informações sobre saúde mental e TEPT nas organizações, as políticas e ações de prevenção de adoecimento de trabalhadores e os protocolos de encaminhamento e de enfrentamento da TEPT quando identificada no trabalho. O investimento em programas de saúde e qualidade de vida do trabalhador por parte das organizações torna-se importante para a diminuição do quadro de TEPT do trabalhador.<hr/>This article treats of the post-traumatic stress disorder (PTSD), focusing on the prevention, referral and care actions to the workers’ health in organizations. A narrative bibliographic review in Scielo and BVS-Psi databases was done, embracing the 2002-2017 period, with a crossing of the “post-traumatic stress” and “work” descriptors, for understanding this issue. It was verified a lack of texts concerning this theme; however, it was possible to understand the vulnerability of workers who exercise high-risk activities, which frequently expose them to violence or death. PTSD symptoms and its consequences to workers and organizations could also be studied, resulting in a need of increase information about mental health and PTSD in the organizations, policies and actions to prevent illness of workers and protocols of referral and coping PTSD when this disease is identified in work. Investment in programs of health and life quality for workers by organizations is important to reduce PTSD on workers. <![CDATA[<b>Intervenção psicoterapêutica HBM</b>: <b>o impacto do modelo na perturbação de pânico</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A incidência do Transtorno do Pânico na população mundial é de 2% a 5% (Leal, 2010), pelo que se torna premente o tratamento precoce e intensivo de modo a prevenir a sua cronicidade (Hallstrom e Mcclure, 2000). Este estudo utiliza métodos de investigação quantitativos com pré e pós-teste, com o intuito de avaliar o impacto da intervenção HBM no tratamento dos Ataques de Pânico. A população-alvo foi constituída por 105 sujeitos, com diagnóstico de Perturbação de Pânico, com ligeira predominância do sexo feminino (60,9%) e com idades compreendidas entre 18 e 60 anos (M=33,53; D.P.=10,65). Existe uma diferença estatisticamente significativa (t (104) = 26,067, p < 0,001) entre a média do grau de intensidade de Ataques de Pânico do pré-teste e do pós-teste, concluindo-se que a intervenção psicoterapêutica com recurso ao Modelo HBM teve um impacto significativo na diminuição da intensidade e gravidade dos Ataques de Pânico dos pacientes, verificando-se a total remissão de Ataques de Pânico em 81,9% da amostra. Um ano após o término da intervenção psicoterapêutica (follow-up), 89,1% da amostra (n=65) apresentava-se com “ausência total de Ataques de Pânico” ou com “A.P. leve”. Sendo a Ansiedade uma reação normal do organismo, a ligeira variação da intensidade média dos Ataques de Pânico no pós-teste (6,038) em relação ao follow-up (14,0) é perfeitamente normativa tendo em conta o hiato temporal sem qualquer tipo de intervenção, revelando-se resultados promissores para a construção de um novo paradigma de saúde mental, enfatizando a importância da psicoterapia no tratamento do Transtorno de Pânico.<hr/>The incidence of Panic Disorder in the world population is 2% to 5% (Leal, 2010), which makes precocious and intensive treatment more urgent in order to prevent its chronicity (Hallstrom and Mcclure, 2000). The present study used quantitative methods with pretest and post-test in order to assess the impact of human behaviour map (HBM) intervention in the treatment of. The target population consisted of 105 subjects, with Panic Disorder, with a predominance of females (60.9%) and aged between 18 and 60 years (M = 33.53, SD = 10.65). There is a statistically significant difference (t (104) = 26.067, p <0.001) between the mean of the degree of intensity of Panic Attacks of the pretest and the post-test, concluding that the psychotherapeutic intervention using the HBM Model had a significant impact on the reduction of the intensity and severity of the Panic Attacks of the patients, with a total remission of Panic Attacks in 81.9% of the sample. One year after the end of the psychotherapeutic intervention, 89.1% of the sample (n = 65) presented with "total absence of Panic Attacks" or "A.P. Light". Anxiety is a normal reaction of the organism,so, the slight variation of the mean intensity of the Panic Attacks in the post-test (6,038) in relation to the follow-up (14,0) is perfectly normative taking into account the temporal gap without any type of treatment, revealing promising results for the construction of a new mental health paradigm, emphasizing the importance of psychotherapy in the treatment of Panic Disorder. <![CDATA[<b>Perceção de obstáculos ao controlo da diabetes tipo 1 em adolescentes</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A adesão aos tratamentos e cuidados relativos à Diabetes Tipo 1 prescritos pelos profissionais de saúde, como sejam a administração da insulina, a monitorização glicémica e a adoção de hábitos de alimentação, atividade física e higiene saudáveis e adequados, é fundamental para a gestão e controlo desta doença crónica. O presente trabalho teve como objetivo explorar e compreender as dificuldades no controlo da Diabetes Tipo 1 percecionadas por adolescentes diagnosticados com a doença e pelos seus cuidadores. A amostra foi constituída por 10 adolescentes, com idades compreendidas entre os 10 e os 16 anos, bem como pelas respetivas mães, perfazendo um total de 20 participantes. O estudo realizado seguiu uma orientação essencialmente qualitativa, sendo que a recolha de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas e os resultados foram lidos com base na análise de conteúdo, complementada pelo uso de instrumentos de autorregisto de avaliação da autoeficácia, comportamento familiar e obstáculos ao tratamento da Diabetes. Os resultados apontaram a falta de liberdade alimentar comparativamente aos pares, a dor e incómodo de alguns procedimentos médicos e a sensação de insaciedade persistente como maiores obstáculos percecionados pelos adolescentes na gestão da diabetes. Relativamente à perspetiva das mães, encontraram-se como principais obstáculos ao controlo da doença as restrições alimentares, a revolta e não-aceitação da doença, a elevada responsabilidade, pressão e stresse sobre o jovem e o funcionamento psicoemocional tipicamente lábil característico da adolescência.<hr/>Adherence to treatments and self-care activities in Type 1 Diabetes, such as insulin administration, glycemic monitoring, and the adoption of healthy and adequate eating habits, physical activity and hygiene, is essential for the management and good control of diabetes. The present study aimed to explore and understand the difficulties in control of Type 1 Diabetes perceived by teenagers diagnosed with the disease and its caregivers. The sample consisted of 10 teenagers, aged between 10 and 16 years, as well as their mothers, in a total of 20 participants. The study was based on a qualitative approach. Data were collected through a semi-structured interview and analyzed using content analysis, complemented by three self-assessment instruments to assess diabetes self-efficacy, family behavior and barriers to treatment of Diabetes. The results pointed to restricted food choices compared to peers, the pain and discomfort associated to some medical procedures and the feeling of insatiable hunger as greater barriers perceived by young people in diabetes management. Regarding mothers' perspective, main obstacles to diabetes control were food restrictions, feelings of anger and non-acceptance, feelings of responsibility, pressure and stress on teenagers and emotional lability typical of adolescence. <![CDATA[<b>Hoarding disorder</b>: <b>abordagem terapêutica com terapia cognitivo-comportamental</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Perturbação de Acumulação (PA), ou, em terminologia anglo-saxónica, Hoarding Disorder, é uma entidade clínica com início insidioso, curso crónico e de agravamento progressivo, caracterizada por excessiva aquisição e recusa no descarte de objetos, com consequente acumulação destes habitualmente em espaços residenciais. Esta característica da PA é geradora de múltiplos perigos com impacto na morbilidade e mortalidade física. A etiologia é multifatorial consistindo em défices cognitivos, crenças mal-adaptativas, como o perfeccionismo e o medo de tomar decisões erradas, e padrões comportamentais disfuncionais também associados a co-morbilidades psiquiátricas. O funcionamento individual, familiar e social é severamente prejudicado. Dado a cronicidade desta patologia, o objetivo do tratamento é a melhoria da sintomatologia e não a sua remissão total. A psicoterapia cognitivo-comportamental (TCC) adaptada à PA é a forma mais estudada para o tratamento dos indivíduos com acumulação compulsiva. A ineficácia do tratamento farmacológico levou ao desenvolvimento de intervenções cognitivo-comportamentais específicas e adaptadas às dificuldades dos indivíduos com esta patologia.<hr/>Hoarding disorder is a clinical entity with insidious onset, chronic course and endless aggravation, characterized by excessive acquisition and refuse to discard objects, with consequent accumulation, habitually at residential spaces. This disorder’s features generates multiple dangers with impact on physical morbidity and with mortality risk. The etiology is multifactorial consisting of cognitive deficits, maladaptive beliefs, such as perfectionism and the fear of making wrong decisions, and dysfunctional behavioral patterns also associated a psychiatric comorbidities. Individual, family and social functioning are severely impaired. Given the chronicity of this pathology, the objective of the treatment is the improvement of the symptomatology and not its total remission. Cognitive-behavioral therapy adapted to hoarding disorder is the most studied form for the treatment of individuals with compulsive accumulation. The ineffectiveness of pharmacological treatment led to the development of specific cognitive-behavioral interventions adapted to the difficulties of individuals with this pathology. <![CDATA[<b>Protocolo cognitivo-comportamental para a perturbação de pânico</b>: <b>eficácia numa amostra portuguesa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A literatura e a prática clínica têm assinalado a necessidade de adaptar e testar os tratamentos psicológicos às particularidades dos indivíduos que recorrem a ajuda terapêutica profissional, principalmente nos que apresentam um problema de saúde mental tão modulado pela realidade sociocultural como as perturbações de ansiedade. Este estudo teve como objectivos descrever o protocolo de tratamento cognitivo-comportamental para os problemas de ansiedade e perturbação de pânico (PP) e avaliar a sua aplicabilidade e eficácia num follow-up de 12 meses. Seguiu um desenho longitudinal de um ensaio clínico não-controlado. Para o efeito, 10 doentes com o diagnóstico de PP com agorafobia, provenientes da consulta de Psiquiatria Geral do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital de Santa Maria, foram integrados em 2 grupos psicoterapêuticos. Praticamente todos os doentes não experimentaram ataques de pânico, pelo menos nos últimos 3 meses da avaliação e os comportamentos agorafóbicos foram residuais. A escala Impressão Clínica Global indicou que 60% dos indivíduos foram qualificados como “muito melhorados” do pré-tratamento para o pós-tratamento. Na avaliação através do Inventário Breve de Sintomas, verifica-se uma redução em todas as dimensões sintomatológicas, sendo significativas e com tamanho do efeito elevado o Índice Geral de Sintomas, sensibilidade interpessoal, depressão e ansiedade fóbica. Os resultados sugerem a intervenção cognitivo-comportamental como uma abordagem de tratamento válida para os problemas de ansiedade e pânico. O protocolo de intervenção será discutido em detalhe, bem como algumas adaptações efetuadas por forma a atender as necessidades dos doentes e dos serviços de assistência clínica.<hr/>Literature and clinical practice have pointed out the need to adapt and test psychological treatments to the particularities of individuals who seek for professional therapeutic help, especially those who present a mental health problem as modulated by socio-cultural reality as anxiety disorders. This study aimed to describe the cognitive-behavioral treatment protocol for anxiety and panic disorder (PD) and to evaluate its applicability and efficacy in a 12-month follow-up. A longitudinal design of an uncontrolled clinical trial was followed. For this purpose, 10 patients diagnosed with PD with agoraphobia were recruited from the Psychiatry and Mental Health Service of the Santa Maria Hospital and were integrated into two psychotherapeutic groups. Almost all patients did not experience panic attacks for at least the last 3 months of the evaluation and agoraphobic behaviors were residual. The Global Clinical Impression scale indicated that 60% of the subjects were qualified as "greatly improved" from pre-treatment to post-treatment. In the evaluation through the Brief Inventory of Symptoms, a reduction in all symptomatological dimensions was observed, with the General Symptom Index, interpersonal sensitivity, depression and phobic anxiety being significant and with a high effect size. The results suggest cognitive-behavioral intervention as a valid treatment approach for anxiety and panic problems. The intervention protocol will be discussed in detail as well as some adaptations made to address the needs of patients and clinical care services. <![CDATA[<b>Resiliência e gravidez na adolescência</b>: <b>uma revisão integrativa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo objetiva obter um panorama da produção científica acerca da resiliência e gravidez na adolescência. Foi realizado um levantamento bibliográfico integrado de artigos publicados em periódicos científicos utilizando os descritores na língua inglesa "pregnancy" and "adolescent" and “psychological resilience”, e na língua portuguesa “gravidez” and “adolescente” and “resiliência psicológica”. As bases de dados pesquisadas foram o SciELO, Scopus, Portal Regional BVS, PsycInfo e Web of Science, com artigos indexados entre os anos de 2012 a 2017. As informações coletadas foram organizadas em categorias cientométricas. Foram identificados 82 artigos, dos quais 44 foram excluídos por repetição e 30 por não abordarem especificamente a gravidez na adolescência ou a resiliência, por serem artigos de revisão ou não apresentarem o texto completo de livre acesso. Foram selecionados os 8 artigos restantes, dos quais todos são internacionais. Desses, 37,5% abordam fatores que podem influenciar as jovens a engravidarem, 100% identificam aspetos intrínsecos e extrínsecos que se relacionam com a resiliência e 50% avaliam os níveis de resiliência nas gestantes adolescentes. Foi identificado que experiências adversas podem relacionar-se com a maternidade precoce e interferir na adaptação a ela. Há uma maior prevalência de baixo estrato sócio-económico, da idade mais avançada, do abandono dos estudos após a gravidez e da dependência financeira de pais ou parceiros antes e após a descoberta da gestação. Destaca-se a necessidade de produções brasileiras que avaliem a resiliência em adolescentes grávidas.<hr/>This study aims to obtain an overview of the scientific production about resilience and pregnancy in adolescence. An integrated bibliographic survey of articles published in scientific journals using the descriptors in the English language "pregnancy" and "adolescent" and "psychological resilience" and in the Portuguese language "gravidez" and "adolescente" and "resiliência psicológica". The data bases researched were SciELO, Scopus, BVS Regional Portal, PsycInfo and Web of Science, with articles indexed between the years of 2012 to 2017. The information collected was organized into scientometric and methodological categories. We identified 82 articles of which 44 were excluded per repetition and 30 because they did not specifically adolescent pregnancy or resilience because they were review articles or did not present the full text of free access. The remaining 8 articles were selected, all of them are international. Of these, 37.5% address factors that may influence young women to become pregnant, 100% identify intrinsic and extrinsica spects that are related to resilience, and 50% evaluate resilience levels in adolescent pregnant women. It has been identified that adverse experiences can be related to early motherhood and interfere in the adaptation. There is a higher prevalence of low socioeconomic stratum, older age, dropout after pregnancy and financial dependence of parents or partners before and after the discovery of gestation. The need for Brazilian studies that evaluating resilience in pregnant adolescents. <![CDATA[<b>Risco e proteção no uso de drogas</b>: <b>revisão da literatura</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Conhecer quais os fatores de risco e proteção presentes no fenômeno do uso de drogas é fundamental para que se possa investir em intervenções mais eficazes. Este estudo é uma revisão da literatura científica sobre os fatores de risco e de proteção relacionados ao uso de drogas em sujeitos a partir de 10 anos de idade, que sejam pacientes ou não de algum serviço de saúde para tratamento de dependência química. Encontrou-se 63 artigos nas bases de dados Redalyc, Scielo, Lilacs, Pepsic e Periódicos CAPES que obedeciam aos critérios de inclusão. Os resultados indicaram que fatores como família, amigos, religião, escola, comunidade, informações sobre as drogas e questões socioeconômicas podem ser tanto de risco como de proteção, dependendo das relações que se estabeleçam entre o sujeito e tais fatores. Já fatores relacionados ao trabalho, renda e mídia, parecem estar mais fortemente relacionados aos riscos no uso de drogas. Entretanto, que é necessária realização de outras pesquisas para compreender melhor a dinâmica dos fatores de risco e proteção.<hr/>Knowing which risk and protective factors present in the drug use phenomenon is critical to invest in interventions that are more effective. This study is a review of scientific literature about the risk and protection factors in drug use with subjects from 10 years of age, who are patients or not of any health service for treatment of chemical dependency. It was found 63 articles in Redalyc, Scielo, Lilacs, Pepsic and CAPES journals databases, who met the inclusion criteria. The results indicated that factors such as family, friends, religion, school, community, information on drugs and socio-economic issues could be both risk and protection, depending on the relations to be established between the subject and such factors. Already factors like work, income and media appear to be strongly related to the risks of drug use. However, it is necessary to accomplish further research to understand better the dynamics of risk and protective. <![CDATA[<b>Sintomatologia depressiva e regulação emocional em pacientes com doença de crohn e retocolite ulcerativa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A presente pesquisa investigou a sintomatologia depressiva e aspectos relativos à regulação emocional em pacientes com Doenças Intestinais Inflamatórias (DII), especificamente: a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. Participaram 63 indivíduos, que responderam a um questionário sociodemográfico e clínico, ao Questionário de Regulação Emocional e à escala Center for Epidemiologic Studies Depression - Revised. Quanto aos resultados, viu-se que o diagnóstico positivo para sintomatologia depressiva foi de 52,4%. Os fatores associados a maiores chances para sintomatologia de depressão foram: idade entre 36 e 49 anos, formação acadêmica média ou superior, ter Retocolite Ulcerativa, conviver com os sintomas da doença há mais de cinco anos, ter tido crise inflamatória no último ano, ter se submetido a procedimentos cirúrgicos para tratamento e sofrer com outras doenças crônicas. Quanto à regulação emocional, pontuações mais baixas na subescala de Reavaliação Cognitiva e mais altas na subescala de Supressão Emocional foram relacionadas às chances aumentadas para depressão. Com os achados desta pesquisa, verificou-se a ocorrência de sintomas depressivos em pacientes com DII em uma proporção acima da metade da amostra, além de que se constataram relações significativas entre o perfil sociodemográfico, o clínico e a regulação emocional com a depressão. Vale destacar que uma peculiaridade deste estudo foi a avaliação da relação entre depressão e a regulação emocional, sendo, então, uma contribuição à Psicologia da Saúde em interface com a Proctologia.<hr/>This study investigated the depressive symptomatology and aspects related to emotional regulation in patients with Inflammatory Bowel Disease (IBD), specifically Crohn's disease and ulcerative colitis. Participants were 63 subjects who answered a sociodemographic and clinical questionnaire, the Emotional Regulation Questionnaire and the Center for Epidemiologic Studies Depression - Revised scale. We found that the positive diagnosis for depressive symptomatology was 52.4%. Factors associated to the diagnosis were: age between 36 and 49 years old, high-school or graduate level, having ulcerative colitis, diseases’ history of more than five years, having had an inflammatory crisis in the last year, having underwent surgical procedures for treatment, and suffer from other chronic diseases. On the emotional regulation, lower scores in the Cognitive Reassessment subscale and higher scores in Emotional Suppression were related to increased chances for depression. With the findings of this research, we found an occurrence of depressive symptoms in patients with IBD in a proportion above a half of the sample, as well as we detected there were significant relationships between sociodemographic profile, clinical profile and emotional regulation and depression. Finally, it is worth mentioning that the main peculiarity of this study was the evaluation of the relationship between depression and emotional regulation, which means a positive contribution to Health Psychology in interface with Proctology. <![CDATA[<b>Transtorno de compulsão alimentar periódica</b>: <b>fatores associados em adolescentes sobrepesados e obesos</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisar a prevalência de transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP) em adolescentes que buscam um programa multiprofissional de tratamento da obesidade e os fatores associados a esse transtorno. Fizeram parte do estudo 140 adolescentes com excesso de peso e idade entre 10 e 18 anos, sendo 93 meninas. A análise da presença de TCAP foi feita por meio da Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP), sendo esta validada cientificamente. Os participantes podem ser classificados sem TCAP; com TCAP de grau moderado; e com TCAP de grau grave. Foram feitas associações da presença de TCAP com sexo, faixa etária, grau de excesso de peso e composição corporal. Do total da amostra, 48 (34,3%) apresentavam algum grau de TCAP, sendo sete (5%) adolescentes com grau grave e 41 (29,3%) com grau moderado. O TCAP foi mais presente no sexo feminino (41 de 93 meninas - 44,1%) do que no masculino (7 de 47 meninos - 14,9%). Não houve diferença entre as faixas etárias e entre os graus de excesso de peso quanto à frequência de TCAP. Entretanto, nas análises comparativas, adolescentes com TCAP grave apresentaram mais gordura corporal (absoluta e relativa) do que adolescentes com TCAP moderado ou ausente. O presente estudo sugere que o TCAP é mais presente em meninas e naqueles com mais gordura corporal.<hr/>To analyze the prevalence of binge-eating disorder (BED) in adolescents enrolled in a multidisciplinary program for obesity treatment and the associated factors with the disorder. One hundred and forty adolescents with excess body weight took part in the study aged between 10 and 18 years, with 93 girls. The analysis of BED was performed through the Scale of binge-eating disorder (EBED), which was scientifically validated. Participants can be classified as without BED; with moderate BED; and with severe BED. We analyzed the association between the presence of BED with sex, age range, degree of excess body weight and body composition. From the total sample, 48 (34.3%) presented some degree of BED, with seven (5%) adolescents with severe degree and 41 (29.3%) with moderate degree. The BED was more presented in the female adolescents (41 of the 93 girls - 44.1%) than in male ones (7 of 47 boys - 14.9%). There were no differences between age ranges and the degree of excess body weight related to the frequency of BED. Adolescents with severe BED presented more body fat (absolute and relative) than adolescents with moderate or no BED. The present study suggests that BED is more frequent in girls and in those with more body fat. <![CDATA[<b>Tratamentos psicológicos para idosos com doença de alzheimer</b>: <b>uma revisão narrativa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Doença de Alzheimer (DA) é uma patologia crônico-degenerativa que tem atingido cada vez mais a população idosa e geralmente ocasiona deterioração cognitiva e de memória, comprometimento em atividades neuropsiquiátricas e sintomas comportamentais e psicológicos. O objetivo deste estudo foi identificar os efeitos dos tratamentos psicológicos para idosos com DA. Trata-se de uma revisão narrativa de literatura. Buscou-se estudos publicados entre os anos de 2011 e 2016, nas bases eletrônicas Medline, Pubmed, Scielo e Lilacs. Após a busca de dados, sete artigos foram incluídos na pesquisa, os quais evidenciam as contribuições dos tratamentos psicológicos para os idosos nos âmbitos do bem-estar, como melhorias da qualidade de vida e do humor; da capacidade cognitiva, com ganhos para a memória autobiográfica, conhecimento semântico, atenção, entre outros; e de aspectos neuropsiquiátricos, como redução de sintomas depressivos e de ansiedade. Além disso, os benefícios desses tratamentos já podem ser observados em um curto período de tempo e com uma baixa frequência semanal de intervenções.<hr/>Alzheimer's disease (AD) is a chronic-degenerative pathology that has increasingly reached the elderly population and usually causes cognitive and memory deterioration, impairment in neuropsychiatric activities, and behavioral and psychological symptoms. The objective of this study was to identify the effects of psychological treatments for the elderly with AD. This is a narrative literature review. We searched for studies published between the years 2011 and 2016, in the electronic databases Medline, Pubmed, Scielo and Lilacs. After searching for data, seven articles were included in the research, which evidence the contributions of psychological treatments to the elderly in the areas of well-being, such as improvements in quality of life and mood; Of cognitive ability, with gains for autobiographical memory, semantic knowledge, attention, among others; And neuropsychiatric aspects, such as reduction of depressive symptoms and anxiety. In addition, the benefits of these treatments can already be observed in a short period of time and with a low weekly frequency of interventions. <![CDATA[<b>Variáveis sociodemográficas e saúde mental materna em contexto de vulnerabilidade social</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300024&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo investigou a relação entre fatores sociodemográficos, depressão pós-parto e transtornos mentais comuns em uma amostra de 60 mães de bebês de três meses de vida, com perfil de vulnerabilidade social de duas comunidades de Salvador/Brasil. As mães responderam a um questionário sociodemográfico, à Escala Beck de Depressão (BDI) e ao Self-Report Questionnaire of Minor Psychiatric Disorders (SRQ-20). Alguns dos resultados encontrados apoiaram a hipótese inicial que quanto maior a exposição a condições sociais adversas, maiores os escores de transtornos mentais. Foi encontrada uma correlação negativa entre a escolaridade materna e a depressão pós-parto, e uma correlação positiva entre o número de filhos e os transtornos mentais comuns. A análise de regressão confirmou o poder preditivo das duas variáveis. Discute-se o papel do acesso à educação de qualidade e ao planejamento familiar como possíveis fatores protetivos contra o surgimento ou agravamento de sintomas de transtornos mentais comuns e depressão no pós-parto.<hr/>The current study investigated the relationship between sociodemographic factors, postpartum depression and minor psychiatric disorders in a sample of 60 mothers of three-month-old infants with social vulnerability profile from two communities in Salvador/Brazil. The mothers responded to a sociodemographic questionnaire, the Beck Depression Scale (BDI) and the Self-Report Questionnaire of Minor Psychiatric Disorders (SRQ-20). Some of the results supported the initial hypothesis that the greater the exposure to adverse social conditions, the greater the scores of psychiatric disorders. A negative correlation was found between maternal schooling and postpartum depression, and a positive correlation was found between the number of children and minor psychiatric disorders. Regression analysis confirmed the predictive power of the two variables. The study discusses the role of access to qualified education and family planning strategies as possible protective factors against the onset or worsening of symptoms of minor psychiatric disorders and depression in the postpartum period. <![CDATA[<b>Intervenções computadorizadas para usuários de drogas ilícitas</b>: <b>uma revisão</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000300025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Drug use-related disorders indicate a public health problem in many countries. Despite the high number of users in Brazil, there are gaps in the offering of specialized treatment for drug users. Web-based or computer-assisted interventions can facilitate access to interventions, but no research about this resource and its use with this specific population could be found in Brazil. To analyze, through an exploratory study, five randomized controlled clinical trials and two pilot trials for computer-delivered therapeutic interventions for illicit substance users. We included papers published between January 2014 and October2014 and were available on the PubMed, PsychInfo, Scielo and Lilacs databases. The computer-delivered interventions were directed towards adult cannabis, cocaine, opioids and benzodiazepine users that were undergoing treatment in a clinic or through the internet. Some interventions had a mediator or were self-guided, and most were brief interventions, based on cognitive behavioral therapy. The results indicate that this method of treatment is a promising alternative or complement to existing interventions for illicit drug users. Some of the observed indicators were a reduction of drug consumption compared to the control group, positive ratings of the computer-delivered sessions and positive therapeutic alliance scores.<hr/>Os transtornos relacionados ao consumo de drogas evidenciam um problema de saúde pública em muitos países. Porém, mesmo com o consumo existente no Brasil, há lacunas na oferta de tratamento especializado para os usuários de drogas. Perante esta lacuna, os tratamentos por internet ou computadorizados podem facilitar o acesso às intervenções. Porém, não foram encontradas investigações no país sobre este recurso para esta população específica. Analisar de forma exploratória cinco ensaios clínicos randomizados e dois estudos piloto sobre intervenções terapêuticas por computador para usuários de substâncias psicoativas ilícitas. Foram incluídos estudos empíricos encontrados nas bases de dados PubMed, PsychInfo, Scielo e Lilacs, publicados entre janeiro de 2004 e outubro de 2014. As intervenções computadorizadas eram direciondas para adultos, usuários de maconha, cocaína, opióides e benzodiazepínicos, que estavam em tratamento em clínica ou por internet. Algumas intervenções tinham participação de um mediador ou eram auto aplicadas e a maioria era breve, baseada na terapia cognitivo-comportamental. Os resultados encontrados indicam que esta modalidade de tratamento pode ser promissora como uma alternativa de tratamento ou complemento as intervenções existentes para usuários de drogas ilícitas. Alguns indicadores observados são a diminuição do consumo da droga quando comparado ao grupo controle, avaliação positiva da intervenção e medidas de relação terapêutica positivas.