Scielo RSS <![CDATA[Psicologia, Saúde & Doenças]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=1645-008620200002&lang=en vol. 21 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Defensive styles and sexual functioning in adults</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esse estudo teve como principal objetivo avaliar a relação entre os estilos defensivos e o funcionamento sexual. O delineamento do estudo foi descritivo, transversal, correlacional e contou com 1170 participantes, de nacionalidades portuguesa e brasileira, dentre os quais 359 (30,7%) são homens e 801 (68,5%) são mulheres com idades entre 18 e 81 anos (M = 28,9; DP = 11,9). Os resultados apontaram correlações positivas entre os níveis de defesa maduro e o funcionamento sexual, satisfação com a vida, felicidade geral e saúde. O estilo imaturo esteve correlacionado negativamente com essas mesmas variáveis, enquanto o funcionamento sexual manteve correlação positiva. Os resultados foram corroborados pela literatura, que aponta a relação entre o uso de defesas maduras e um melhor funcionamento sexual e em outras áreas da vida. Por fim, salientou-se a necessidade de mais investigações que abordem os estilos defensivos e o funcionamento sexual.<hr/>The main objective of this study is to evaluate the interface between defensive styles and sexual functioning. The study design was descriptive, transversal, correlational and counted with 1170 participants, of Portuguese and Brazilian nationalities, among whom 359 are men (30.7%) and 801 (68.5%) are women aged between 18 and 81 years (M = 28.9, SD = 11.9). The instruments used were a sociodemographic questionnaire, Defense Style Questionnaire (DSQ-40) and Massachusetts General Hospital - Sexual Function Questionnaire (MGH-SFQ). The results point to positive correlations between levels of defense and sexual performance, satisfaction with life, general happiness and health. The style was negatively correlated with these variables, while the sexual control was maintained positive. The results were corroborated by the literature, which points out a relationship between the use of mature defenses and a better sexual functioning and in other areas of life. Finally, the need to investigate the relationship between defensive styles and sexual functioning was better explained. In addition to the article, this project has a theoretical annex where all the constructs addressed are elaborated in order to deepen and consolidate the theoretical foundations of the presente empirical article. <![CDATA[<b>Beliefs about the causes of acute myocardial infarction</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en As crenças em saúde referem-se a esquemas mentais relacionados às características das doenças. Diante de uma situação de risco para a saúde, as crenças em saúde guiam a identificação e interpretação dos seus sinais. O indivíduo, saudável ou doente, busca explicações sobre as causas da doença que resultam em condutas de enfrentamento focadas para a sua condição. Assim, o estudo examinou as crenças sobre as causas do infarto agudo do miocárdio (IAM) de pessoas com e sem a doença. Participaram 77 pessoas, 31 pessoas com IAM e 46 sem essa doença, selecionadas por conveniência. Os instrumentos utilizados foram questionário sociodemográfico e de comportamentos em saúde e perguntas sobre causas da doença derivadas do Revised Illness Perception Questionnaire -IPQ-R. Os resultados mostraram que as pessoas com e sem a doença tiveram crenças muito semelhantes quanto às causas do IAM quando perguntadas de forma espontânea. Quando estimulados, as pessoas com a doença atribuíram o IAM mais frequentemente a estresse/preocupação, estado emocional e destino/má sorte. Desse modo, as crenças dos participantes parecem mais relacionadas a questões emocionais/psicológicas do que seus comportamentos em saúde que podem contribuir para a prevenção e tratamento dos fatores de risco do IAM. Constata-se que as pessoas precisam compreender melhor sobre os fatores de risco que levam ao IAM e sobre o papel dos seus comportamentos para a adoção de estilo de vida saudáveis.<hr/>Health beliefs refers to mental schemas related to illness characteristics. Facing a health risk, health beliefs guide the signs identification and interpretation. Healthy or ill people seek explanations about the causes of the disease that induce coping behavior. Then, the present study examined causal beliefs about acute myocardial infarction with people with and without disease. Seventy-seven people participated in the study, 31 with acute myocardial infarction and 46 without disease, selected by convenience. Measures used were: a sociodemographic and health behavior questionnaire, open questions about causes of the disease derived from the Revised Illness Perception Questionnaire - IPQ-R and its cause’s subscale. Results showed that people with and without disease had similar beliefs regarding to the causes of acute myocardial infection when asked openly. When they were stimulated, ill people attributed the disease more frequently to stress/worries, emotional states and destiny/bad lucky. In this way, participants illness beliefs seem to be more related to emotional / psychological states than their health behavior that directly affect their risk factors for acute myocardial infarction prevention and treatment. It is noted that participants need to understand better about risk factors that lead to acute myocardial infarction and about the role of their own behavior to adopt healthy life style. <![CDATA[<b>Sexual functioning and tobacco consumption in a young sample</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Fumar é factor de risco dependente da dose para disfunção eréctil em amostras que incluem ou são totalmente constituídas por homens a partir dos 40 anos. Em homens jovens, os resultados são contraditórios. Não parece haver relação entre consumo de tabaco e dificuldades sexuais femininas em estudos que incluem ou são totalmente realizados com mulheres a partir dos 40 anos. Há falta de investigação em mulheres jovens. Personalidade e consumo de outras substâncias psicoactivas poderão explicar parte da associação entre consumo de tabaco e dificuldade sexuais, mas tem-lhes sido dada pouca atenção. O presente estudo visou examinar a associação entre consumo de tabaco e funcionamento sexual numa amostra jovem e explorar o papel da personalidade e do consumo de outras substâncias aqui desempenhado. O estudo foi realizado através de um questionário online e contou com a participação de 180 mulheres e 53 homens portugueses, heterossexuais, com idades entre 18 e 39. O funcionamento sexual feminino foi avaliado pelo Female Sexual Function Index e pela Female Sexual Distress Scale - Revised, e o masculino pelo Internarional Index of Erectile Function e pelo Premature Ejaculation Diagnostic Tool. Fumar não se associou a dificuldades sexuais em mulheres. Em homens associou-se a mais dificuldades erécteis, mas não depois de controlados neuroticismo, conscienciosidade, e consumo de álcool e de cannabis. Os resultados vão ao encontro de que a nicotina não põe riscos significativos para o funcionamento sexual feminino. Em homens jovens, é necessária investigação que tenha em conta a personalidade e o consumo de substâncias.<hr/>Smoking is a dose-dependent risk factor for erectile dysfunction in samples that include or are entirely made up of men over the age of 40. In young men, the results are contradictory. Tobacco consumption and female sexual difficulties have been found to be unrelated in studies in samples that include or are entirely made up of women over 40 years old. There is lack of studies in younger women. Personality and consumption of other psychoactive substances may explain part of the association between tobacco consumption and sexual difficulties, but this has been overlooked. The present study aimed at examining the association between tobacco consumption and sexual functioning in a young sample of both sexes, and to explore the role of personality and consumption of others substances played here. The study was conducted through an online questionnaire and was attended by 180 women and 53 men heterosexual Portuguese between 18 and 39 years. Female sexual functioning was assessed by the Female Sexual Function Index and the Female Sexual Distress Scale - Revised. Male sexual functioning was measured by the International Index of Erectile Function and Premature Ejaculation Diagnostic Tool. Smoking was not associated with sexual difficulties in women. In men, it was associated with lower erectile function, but not after controlling for neuroticism, conscientiousness, and alcohol and cannabis consumption. The results show that nicotine does not appear to pose significant risks to female sexual functioning. In young men, more research is needed that takes into account personality and substance consumption. <![CDATA[<b>About the relationship between psicotherapists in supervision</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en A supervisão é considerada em conjunto com a terapia pessoal e o treino em psicoterapia, um dos três pilares da formação do psicoterapeuta. O estudo dos processos inerentes ao contexto de supervisão têm-se constituído enquanto principal ponte à melhoria da prática do psicoterapeuta. O processo que mais importância adquire é a relação. Adaptação da escala Supervisory Relating Style Inventory (SRSI) à população Portuguesa Foram obtidos dados provenientes de 233 psicoterapeutas. Para a adaptação e validação da SRSI foi utilizada a análise da sensibilidade dos itens, análise fatorial confirmatória, fiabilidade e sensibilidade das dimensões encontradas, validade discriminante, validade convergente e método split half. Como softwares foram utilizados o SPSS e o Amus. Através da AFC encontra-se uma estrutura válida com três dimensões, onde se procede à retirada do item doze, bons resultados de fiabilidade compósita e de validade descriminante. À semelhança da AFC, a AFE refere que o item 12 deve ser retirado.<hr/>The supervision has becoming throw the time in one of the basilar foundations of the psychotherapist formation. The study of the mechanisms that involve the process of supervision, has being constituted in the principal issue that contribute to the best practice of the Psychotherapist. The principal process is the relationship between supervisor and supervisee. It has been made the validation of the scale SRSI to the Portuguese population (n=233). For the propose validation, it has been used the items sensitivity, the exploratory and confirmatory fator analysis, the discriminant and convergent validity, the reliability and the dimensions sensitivity. With the AFC we obtained a valid structure with three dimensions. The item 12 were removed, and the scale has good results of reliability and both the dimensions has discriminant validity. As the AFC presents, the AFE refers that the item 12 need to be removed. <![CDATA[<b>Spirituality and quality of life in practitioners of the protestant religion</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O conceito de Espiritualidade, Religiosidade e Crenças pessoais (SRPB) tem sido apontado como um componente importante da percepção da Qualidade de Vida (QV). Considerando esse aspecto, este estudo tem por objetivo, através de um estudo quantitativo, analisar a relação entre SRPB e QV em homens e mulheres praticantes da religião protestante. Foram utilizados o WHOQOL-bref e o WHOQOL-SRPB, em uma amostra composta por 62 participantes, sendo 31 homens e 31 mulheres (M = 32,89; DP = 9,79) frequentadores de Células - reuniões semanais de grupos de integrantes de uma instituição Religiosa Protestante em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. Foram identificadas diferenças estatisticamente significativas nos domínios Psicológico e Esperança & Otimismo, com os homens apresentando médias superiores às mulheres e correlações estatisticamente significativas entre os domínios e facetas dos instrumentos. Os achados apontam que os homens utilizam a fé como uma das possibilidades de enfrentamento quando apresentam saúde física e emocional debilitada. Já as mulheres, quando não se sentem apoiadas por sua rede de apoio, buscam por uma explicação para sua vida na religião. Conclui-se que é diferente a maneira como espiritualidade e qualidade de vida se relaciona em homens e mulheres.<hr/>The concept of Spirituality, Religiosity and Personal Beliefs (SRPB) has been pointed out as an important component of the perception of Quality of Life (QoL). Considering this aspect, this study has as objective to analyze the relationship between SRPB and QV in men and women practitioners of the protestant religion. It is a quantitative survey of transversal character. The instruments used were the WHOQOL-bref and the WHOQOL-SRPB. The sample consisted of 62 participants, 31 men and 31 women (M = 32.89; DP = 9.79), who attended to Cells - weekly meetings of groups of people from a Protestant Religious Institution in the countryside of Rio Grande do Sul. It was identified statistically significant differences in the Psychological & Hope and Optimism domains, with men having superior scores compared to women and correlations statistically significant were presented among indexes in both instruments. The findings point out that men appeal to faith as one of the possibilities of coping when present weakened physical and emotional health. Women, when they do not feel supported by their social network, they seek for an explanation of life in religion. Therefore, it is concluded that it is different how spirituality and quality of life relate in men and women. <![CDATA[<b>Contribution of health psychology in promoting pandemic salutogenic behaviour</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Ao longo da história da humanidade verificaram-se várias pandemias. O mundo cada vez mais globalizado potencia a disseminação de uma epidemia num curto período de tempo, originando a pandemia. O contributo da Psicologia da Saúde, tem sido essencial para compreender qual a relação e a influência das diferentes pandemias nos casos de doença, assim como, na definição de comportamentos salutogénicos para mitigar as consequências negativas, fomentando o bem-estar da população. A adoção de comportamentos saudáveis e preventivos é essencial para diminuir a propagação de doenças pandêmicas. De forma a reduzir o pânico e reações adversas, torna-se imperioso definir diretrizes e divulgar recomendações precisas à população adequadas a cada situação pandémica. Porém, alterar hábitos exige um esforço cognitivo, aumentando os níveis de stress e consequente alteração de comportamentos. A intervenção psicológica célere e adequada, em situação de pandemia da Covid-19, pode reduzir os comportamentos de risco à saúde, baseada em evidências de medidas adotadas em pandemias anteriores, caso da gripe A e do ébola. O isolamento social é uma medida essencial no controlo da pandemia, contudo pode gerar alterações do estado psíquico e emocional.<hr/>Throughout the history of Mankind various pandemics have occurred. The increasingly globalized global world favours the dissemination of a short-term epidemic, causing a pandemic. The contribution of Health Psychology has been essential to the understanding of the connection and influence of the different pandemics upon illness conditions, as well as to the definition of salutogenic behaviour to diminish the negative consequences, promoting the well-being of the population. Adopting healthy preventive behaviour is essential to reduce the spread of pandemic diseases. In order to reduce panic and adverse reactions it is of the utmost importance to set guidelines and communicate precise recommendations, which are adequate to each pandemic situation. Changing habits, however, requires a cognitive effort, thus increasing the levels of stress and subsequent change of behaviour. A swift and adequate psychological intervention, in context of the Covid-19 pandemic, may reduce health-hazardous behaviour, based on enforced measures during past pandemics, as have been Influenza A and Ebola. Social isolation is an essential measure to control the pandemic, although it may cause changes within the psychological and emotional scope. <![CDATA[<b>Long working hours</b>: <b>effects on health</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en As longas jornadas de trabalho e o recurso às horas extraordinárias têm aumentado em todo o Mundo nos últimos anos, em resultado da globalização económica e do crescimento da concorrência. As longas jornadas de trabalho aumentam o risco de acontecimentos desfavoráveis para a saúde. Fez-se uma pesquisa, na literatura biomédica dos artigos publicados nos últimos dez anos sobre longas jornadas de trabalho e o seu impacto na saúde. Os resultados mostram que as longas jornadas de trabalho e as horas extraordinárias provocam efeitos nefastos na saúde física e mental dos trabalhadores. Discutem-se as implicações em termos da doença cardiovascular e em especial da doença cardíaca coronária, os efeitos sobre a saúde mental, as alterações associadas a estruturas orgânicas e ainda os acidentes de trabalho assim como as barreiras criadas no acesso aos cuidados de saúde preventivos e o caso especial dos trabalhadores dos serviços de saúde. Os ajustamentos dos ambientes de trabalho após a identificação dos fatores de risco e a implementação de medidas correctivas podem minimizar estes efeitos, que tendem a ser negligenciados em favor da produtividade.<hr/>Long working hours and overtime work have increased worldwide in recent years as a result of economic globalization and growing competition. Long working hours increase the risk of unfavorable health events. Biomedical literature has been researched in articles on long working hours and their impact on health, published in the last ten years. The results show that overtime and long working hours have harmful effects on the physical and mental health of workers. The implications in terms of cardiovascular disease, and in particular coronary heart disease, the effects on mental health, changes associated with organ structures and occupational accidents as well as barriers in the access to preventive and preventive health care are discussed with particular emphasis in the case of health care workers. Adjusting work environments, after identifying the risk factors and implementing corrective measures can minimize those effects which tend to be neglected in favor of productivity. <![CDATA[<b>Menopause</b>: <b>predictors of marital satisfaction</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A menopausa é um processo do desenvolvimento importante e normal na vida de uma mulher e percebida como um momento de mudança na saúde emocional e física. O presente estudo teve como objetivos avaliar: a satisfação conjugal na menopausa nos diferentes estádios; a relação entre qualidade de vida, satisfação sexual, alterações de humor e a satisfação conjugal na menopausa; e, os determinantes sociodemográficos e psicossociais da satisfação conjugal na menopausa. Trata-se de um estudo de design transversal, com 100 participantes do sexo feminino na menopausa. Os instrumentos utilizados foram o questionário sociodemográfico, Escala de Qualidade de Vida, Escala de Avaliação do Relacionamento, Escala de Satisfação Sexual e Escala de Ansiedade, Depressão e Stress. Os resultados revelam que a satisfação conjugal e a qualidade de vida ambiental são mais elevados nas mulheres mais jovens que se encontram nos estádios iniciais da menopausa (pré e peri menopausa); uma qualidade de vida superior, em todas as dimensões, está associada a maior satisfação conjugal; níveis mais elevados de stress estão associados com menor satisfação conjugal; foram preditores positivos da satisfação conjugal a qualidade de vida social e ambiental e, o stress, a idade e a escolaridade foram preditores negativos da satisfação conjugal.<hr/>Menopause is an important and normal process in the development of a woman's life, is perceived as a time of change in emotional and physical health. The objectives of this study were to evaluate: marital satisfaction in different stages; the relationship between quality of life, sexual satisfaction, mood changes and conjugal satisfaction during menopause; and, the socio-demographic and psychosocial determinants of marital satisfaction during menopause. This is a cross-sectional design study with 100 female menopausal participants. The instruments used were the sociodemographic questionnaire, Quality of Life Scale, Relationship Assessment Scale, Sexual Satisfaction Scale and Anxiety, Depression and Stress Scale. The results show that marital satisfaction and environmental quality of life are higher among younger women in the early stages of menopause (pre and peri menopause); a higher quality of life in all dimensions is associated with higher marital satisfaction; higher levels of stress are associated with lower marital satisfaction; and, positive predictors of marital satisfaction were social and environmental quality of life and stress, age and schooling were negative predictors of marital satisfaction. <![CDATA[<b>Self-concern and self-efficacy associated with body activities practice among students</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O desenvolvimento adequado de algumas características psicológicas, como a percepção de autoconceito e autoeficácia pode ser determinante para o sucesso do indivíduo em diversos contextos da sua vida. É possível que o envolvimento em algumas práticas corporais apresente relação com tais percepções em estudantes adolescentes. Nessa perspectiva, esse estudo objetivou verificar a relação entre a prática esportiva, prática de atividade física e outras atividades corporais, com o autoconceito e a autoeficácia de estudantes. A amostra foi composta por 330 estudantes de ensino médio, inseridos ou não em práticas corporais, que responderam à Escala Multidimensional de Autoconceito - AF5, além da Escala de Autoeficácia Geral Percebida e Escala de Autoeficácia Acadêmica. A relação entre a inserção em projetos de atividades corporais e valores de autoconceito e autoeficácia foi verificada a partir da análise de regressão linear múltipla. Foi observada relação entre a participação de projetos esportivos, outras práticas corporais e o nível de atividade física com valores de autoeficácia e autoconceito, em que as práticas explicaram entre 0,28 e 0,38 (p<0,05) desses fatores, no modelo ajustado por sexo, idade e nível socioeconômico. Conclui-se que houve associação entre a participação em projetos de práticas corporais e alguns domínios do autoconceito e autoeficácia.<hr/>The development of some psychological characteristics, such as the perception of self-concept and self-efficacy may be determinant for the success of the individual in various contexts of his life. Possibly involvement in some bodily practices may be related to these psychological perceptions in adolescent students. Therefore, this study aimed to verify the relationship between sports practice, physical activity practice and other corporal practices, with self-concept and the self-efficacy among high school students. The sample consisted of 330 high school students, involved or not in corporal practices, who responded to the Multidimensional Self-Concept Scale AF5, the Perceived General Self-Efficacy Scale and Academic Self-Efficacy Scale. The relationship between the participation in projects of corporal activities and the values ​​of self-concept and self-efficacy was verified from the analysis of multiple linear regression. It was observed a relationship between the participation of sports projects, other corporal practices and the level of physical activity with scores of self-efficacy and self-concept, the practices explained between 0.28 and 0.38 (p<0.05) of these factors, in the model adjusted by sex, age and socioeconomic level. It was concluded that there was an association between participation in projects of bodily practices and some domains of self-concept and self-efficacy. <![CDATA[<b>Dark triad in adolescence</b>: <b>relationship with impulsivity and conduct disorder</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do presente estudo foi analisar a capacidade preditiva da Tríade Negra (maquiavelismo, narcisismo e psicopatia) na impulsividade e perturbação do comportamento (PC). Para tal, recorreu-se a uma amostra total de adolescentes portugueses (N = 601; M idade = 15,95 anos; DP = 1,05 anos; amplitude = 13-18 anos), subdividida em grupo masculino forense (n = 131), grupo masculino escolar (n = 257) e grupo feminino escolar (n = 213). Após a elaboração de modelos de regressão linear múltipla, os resultados indicaram que a dimensão psicopatia da Tríade Negra (TN) é a que mais contribuiu para a predição da impulsividade e da PC. Adicionalmente procedeu-se à avaliação dos traços de TN, impulsividade e PC nos grupos em estudo. O grupo masculino forense apresentou pontuações mais elevadas do que os grupos masculino e feminino escolar. O grupo masculino escolar apresentou pontuações mais elevadas do que o grupo feminino escolar. Deve continuar a ser explorado, em estudos futuros, o papel da TN na predição da impulsividade e PC para melhor clarificar esta relação, assim como também a avaliação dos traços de TN, impulsividade e PC em adolescentes portugueses, em contexto forense e escolar.<hr/>The aim of this study was to analyze the predictive capacity of the Dark Triad (machiavellianism, narcissism and psychopathy) in impulsivity and Conduct Disorder (CD). For this, a total sample of Portuguese adolescents was used. (N = 601; M age = 15,95 years; DP = 1,05 years; range = 13-18 years), subdivided in forensic male group (n = 131), school male group (n = 257) and school female group (n = 213). After the elaboration of multiple linear regression models, the results indicated that the psychopathy dimension of the Dark Triad (TN) is the one that most contributed to the prediction of impulsivity and CD. Additionally proceeded assessment of the DT traits, impulsivity and CD in the study groups. The forensic male group had higher scores than the male and female school groups. The male school group had higher scores than the female school group. It should continue to be explored in future studies the DT role in predicting impulsivity and CD to further clarify this relationship, as well the evaluation of DT traits, impulsivity and CD in Portuguese adolescents, in forensic and school context. <![CDATA[<b>Medical students’ trust in their family physician</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trust is an essential part of a good physician-patient relationship and measuring it allows to improve the healthcare system. Medical students can evaluate physicians’ technical competency more profoundly than a layperson, so it is possible to evaluate a less asymmetrical interpersonal trusting relationship than the one between physician and patient. This study aimed to: (i) measure the level of medical students’ trust in their family physicians; (ii) study the differences between medical students’ characteristics and the level of trust; and (iii) measure the attitudes towards doctors of medical students and their relationship to trust in family physicians. A cross-sectional study was carried out with a convenience sample of medical students from two Portuguese public universities. Students were invited to answer a web-based questionnaire that included sociodemographic and academic variables, the Trust in Physician Scale (TIPS) and the attitudes towards doctors’ factor of the Attitudes to Doctors and Medicine Scale. Data were analyzed using appropriate statistical methods. 172 medical students responded to the questionnaire. Most were female (74.4%) and the mean age was 23.7 (SD 2.3 years). 80.8% were students from the clinical cycle. A moderate trust in family physicians was found (mean total score of TIPS was 3.7 (SD 0.7), and a positive attitude toward doctors was more frequent than the negative one. Older age, good teaching quality in family medicine, and seeking family physicians for urgent care appear to be associated with students’ higher trust in family physicians, but this needs to be studied further using larger samples.<hr/>A confiança é parte essencial do bom relacionamento médico-doente, e medi-la permite melhorar o sistema de saúde. Estudantes de medicina podem avaliar a competência técnica dos médicos mais profundamente do que leigos, assim é possível avaliar uma relação de confiança interpessoal menos assimétrica do que aquela entre médico e doente. Este estudo teve como objetivo: (i) medir o nível de confiança dos estudantes de medicina nos seus médicos de família; (ii) estudar as diferenças entre características dos estudantes de medicina e o nível de confiança; e (iii) medir as atitudes em relação aos médicos dos estudantes de medicina e sua relação com a confiança nos médicos de família. Foi realizado um estudo transversal com amostra de conveniência de estudantes de medicina de duas universidades públicas portuguesas. Os alunos responderam a um questionário sociodemográfico, a Trust in Physician Scale (TIPS) e ao fator atitudes em relação aos médicos da Attitudes to Doctors and Medicine Scale. 172 estudantes de medicina responderam ao questionário. A maioria era do sexo feminino (74,4%) e a média de idades foi de 23,7 anos (DP = 2,3 anos). 80,8% eram estudantes do ciclo clínico. Foi encontrada uma confiança moderada nos médicos de família (pontuação total média da TIPS = 3,7 (DP = 0,7)) e uma atitude positiva em relação aos médicos foi mais frequente do que a negativa. Idade avançada, boa qualidade do ensino em Medicina Familiar e procura dos médicos de família para atendimento de urgência parecem estar associados à maior confiança dos alunos nos médicos de família. <![CDATA[<b>Psychometric properties and validation of the portuguese version - Highly Sensitive Person Scale</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Alta Sensibilidade de Processamento Sensorial (ASPS) é a disposição de uma pessoa para percecionar e processar estímulos externos e internos mais intensamente do que a maioria da população. Para medir este traço, Aron & Aron (1997) desenvolveram um questionário unidimensional que tem sofrido diferentes validações internacionais. O objetivo deste estudo é contribuir para a validação psicométrica da versão portuguesa deste instrumento e, com isso, permitir a sua utilização no mundo lusófono. Método: participaram neste estudo 1169 indivíduos (66,1% mulheres, média de idades= 29,92 anos, DP=12,17). A análise confirmatória apresentou indicadores de um nível insuficiente de ajustamento pelo que se procedeu à análise exploratória, a qual resultou na presença de três fatores (Facilidade de Excitação; Limiar Sensorial Baixo; Sensibilidade Estética) cujos níveis de confiabilidade variaram entre ,87 e ,77. Assim, conclui-se que a versão portuguesa da HSPS apresenta boas propriedades psicométricas e está apta para ser utilizada como instrumento de avaliação da ASPS.<hr/>High Sensitivity Sensory Processing (HSSP) is a person's willingness to perceive and process external and internal stimuli more intensely than the majority of the population. To measure this trait, Aron & Aron (1997) developed a one-dimensional questionnaire that has undergone different international validations. The purpose of this study is to contribute to the psychometric validation of the Portuguese version of this instrument and, therefore, to allow its use in the Portuguese-speaking world. Method: 1169 subjects participated in this study (66,1% women, mean age = 29,92 years, SD = 12,17). The confirmatory analysis showed indicators of an insufficient level of adjustment, which led to the exploratory analysis, which resulted in the presence of three factors (Ease of Excitation, Low Sensory Threshold, Aesthetic Sensitivity) whose reliability levels varied between ,87 and ,77. Thus, it is concluded that the Portuguese version of the HSPS has good psychometric properties and is suitable for use as an ASPS evaluation tool. <![CDATA[<b>Autistic spectrum disorder</b>: <b>Savant Syndrome</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O transtorno do Espectro Autista expressa-se na infância, sendo sua característica um atraso no desenvolvimento do individuo, interacções sociais anómalas, e ainda pode estar presente uma deficiência intelectual. Neste transtorno pode estar incluído o Síndrome de Savant, onde o presente artigo tem como principal objectivo reflectir e abordar esse mesmo tema, uma situação rara na qual uma pessoa com défice intelectual tem um grande grau de genialidade e sabedoria, tendo muitas habilidades através da sua extraordinária memória. Assim a principal característica do Síndrome de Savant é o desenvolvimento de uma capacidade extraordinária, estando essa capacidade relacionada com a memorização, cálculo, habilidade musical/artística e por fim linguística.<hr/>Autism Spectrum Disorder is expressed in childhood, its characteristic being a delay in the development of the individual, anomalous social interactions, and an intellectual deficiency may still be present. This disorder may include Savant Syndrome, where the main purpose of this article is to reflect and address the same theme, a rare situation in which a person with intellectual deficit has a great degree of genius and wisdom, having many skills through his extraordinary memory. Thus the main characteristic of the Savant Syndrome is the development of an extraordinary capacity, being this capacity related to the memorization, calculation, musical/artistic ability and finally linguistic. <![CDATA[<b>Analysis of comorbidities associated with fibromyalgia</b>: <b>a bibliometric review</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en A fibromialgia é uma condição em que há dor crônica generalizada, na qual é comum a presença de comorbidades, aumentando o sofrimento e a piora da qualidade de vida. Assim, necessita-se compreender suas comorbidades para facilitar seu diagnóstico e tratamento adequados. Objetivou-se realizar uma análise bibliométrica das produções científicas sobre comorbidades associadas à fibromialgia. Realizou-se busca nas bases de dados da PUBMED, LILACS e SciELO, com as palavras-chave “Fibromyalgia” AND “Comorbidity”. Incluíram-se estudos relevantes e relacionados ao tema, publicados em inglês, espanhol e português, estudos de caso e série de casos, caso-controle, coorte, estudos pilotos e ensaios clínicos disponibilizados na íntegra, entre 2008 e 2018. Excluíram-se os artigos duplicados nas bases de dados, os que se referiam a outras patologias como doença de base e os relacionados a modelos animais. Observou-se que as comorbidades da fibromialgia mais estudadas nos últimos 10 anos foram as doenças psiquiátricas, como ansiedade, depressão e transtorno bipolar, seguidas pelo distúrbio do sono. Os Estados Unidos lideraram em número de pesquisas sobre comorbidades da fibromialgia. A maioria dos estudos recebeu financiamento e o auge das publicações ocorreu em 2013 e 2016. A maioria das pesquisas correspondeu aos estudos de caso-controle e o periódico que mais publicou sobre essa temática foi a Clinical and Experimental Rheumatology. O Brasil ainda possui poucas publicações nessa área, o que impossibilitou uma análise comparativa em relação ao panorama internacional. Desperta-se, assim, a necessidade de maiores incentivos a estudos nacionais sobre as comorbidades presentes na população brasileira com fibromialgia.<hr/>Fibromyalgia is a condition in which there is widespread chronic pain, in which the presence of comorbidities is common, increasing suffering and worsening quality of life. Thus, it is necessary to understand its comorbidities to facilitate its proper diagnosis and treatment. The objective was to carry out a bibliometric analysis of scientific productions on comorbidities associated with fibromyalgia. A search was conducted in the databases of PUBMED, LILACS and SciELO, with the keywords “Fibromyalgia” AND “Comorbidity”. Relevant and related studies published in English, Spanish and Portuguese, case studies and case series, case-control, cohort, pilot studies and clinical trials made available in full, between 2008 and 2018 were included. Duplicate articles in the databases, those referring to other pathologies such as underlying disease and those related to animal models were excluded. We found that the most studied comorbidities of fibromyalgia in the last 10 years were psychiatric disorders, such as anxiety, depression and bipolar disorder, followed by sleep disorders. The United States has led in number of studies on fibromyalgia comorbidities. Most of the studies received funding and the peak of publications occurred in 2013 and 2016. Most of the research corresponded to case-control studies and the journal that most published on this subject was Clinical and Experimental Rheumatology. Brazil still has few publications in this area, which prevented a comparative analysis in relation to the international panorama. Thus, there is a need for greater incentives for national studies on the comorbidities present in the Brazilian population with fibromyalgia. <![CDATA[<b>Palliative care in dementia - knowledge of formal caregivers</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en O aumento progressivo da dependência associado à demência é, muitas vezes, motivo para a institucionalização. A prestação de cuidados na demência deve privilegiar a preservação da dignidade e do conforto, numa abordagem paliativa. Ainda assim, o acesso desta população a Cuidados Paliativos (CP) é insuficiente. Tendo em conta o papel essencial dos cuidadores formais, este estudo tem por objetivo descrever os seus conhecimentos sobre CP na demência. Foi realizado de um estudo qualitativo, de caráter descritivo-exploratório e de corte transversal. A amostra foi constituída por 46 cuidadores formais de idosos, que responderam a um questionário criado pelos autores, analisado segundo o método de Análise de Conteúdo de Bardin. Os resultados sugerem que a amostra foi capaz de identificar os pilares centrais dos CP: controlo de sintomas, o apoio à família, a comunicação e o trabalho em equipa. No entanto, foi ainda notório um forte estigma social negativo associado aos CP, bem como algumas crenças desajustadas sobre o âmbito destes cuidados.<hr/>The progressive increase in dependence associated with dementia is often a reason for institutionalization. Caring for dementia should focus on preserving dignity and comfort in a palliative approach. Even so, the access of this population to Palliative Care (PC) is insufficient. Given the essential role of formal caregivers, this study aims to describe their knowledge about PC in dementia. A qualitative, descriptive and exploratory cross-sectional study was conducted. The sample consisted of 46 formal caregivers of the elderly, who answered a questionnaire created by the authors, analyzed according to the Bardin’s Content Analysis method. The results suggest that the sample was able to identify the central pillars of PC: symptom control, family support, communication and teamwork. However, there was still a strong negative social stigma associated with PC, as well as some misconceptions about the scope of this care. <![CDATA[<b>Welfare and quality of life of family caregivers of disabled people</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo buscou avaliar o bem-estar psicológico e a qualidade de vida de 36 cuidadores familiares de pessoas com deficiência. Trata-se de um estudo transversal e descritivo, realizado em uma Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) com amostra de conveniência. Utilizaram-se as escalas Bem-estar Psicológico e de Qualidade de Vida WHOQOL-Bref. Para correlação entre variáveis aplicou-se o coeficiente de correlação linear de Perason ou de Spearman com nível de significância de 5%. Dos domínios de qualidade de vida, o físico apresentou o maior escore (68,15±20,63) e o psicológico a menor média (64,23±16,52). Com relação às dimensões de bem-estar psicológico, o crescimento pessoal apresentou maior média (32,25±5,51) e a autonomia a menor (25,25±6,28). Houve correlação significativa positiva em quase todos os escores das escalas, exceto o domínio relações sociais com cinco das seis dimensões do bem-estar psicológico. Por fim, observou-se que quanto melhor o bem-estar psicológico, melhor se apresentou a qualidade de vida desses cuidadores.<hr/>This study aimed to evaluate the psychological well-being and quality of life of 36 family caregivers of people with disabilities. This is a cross-sectional and descriptive study conducted at the Association of Parents and Friends of the Exceptional (APAE) with a convenience sample. WHOQOL-Bref Psychological Well-Being and Quality of Life scales were used. For correlation between variables, the linear correlation coefficient of Perason or Spearman was used, with significance level of 5%. Of the domains of quality of life, the physicist presented the highest score (68.15 ± 20.63) and the psychological one had the lowest mean (64.23 ± 16.52). Regarding the dimensions of psychological well-being, personal growth had a higher mean (32.25 ± 5.51) and lower autonomy (25.25 ± 6.28). There was a significant positive correlation in almost all scales of the scales except the social relations domain with five of the six dimensions of psychological well-being. Finally, it was observed that the better the psychological well-being, the better the quality of life of these caregivers was presented. <![CDATA[<b>Anorexia nervosa's analytical-behavioral comprehension</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200017&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Anorexia Nervosa (AN) é um transtorno alimentar grave, associado a diversos prejuízos biopsicossociais. O psicólogo clínico tem papel indispensável no tratamento. Este estudo teve como objetivo apresentar uma proposta de compreensão Analítico-comportamental da AN e discutir como os comportamentos associados a essa condição são selecionados e mantidos a partir da complexa interação entre os três níveis de seleção: filogênese, ontogênese e cultura. No nível filogenético foi abordado, de um lado, o funcionamento do aparato biológico humano, moldado pela seleção natural, em contexto de escassez alimentar, e de outro, a drástica mudança em termos de disponibilidade de alimento, sobretudo nos últimos séculos. No nível ontogenético discutiu-se a relação estabelecida entre o indivíduo e a alimentação considerando a história de reforçamento e punição desde seu nascimento. No nível cultural foi abordado o padrão de beleza apresentado pela indústria da moda e disseminado pelos meios de comunicação de massa, a valorização de “corpos impossíveis”, em termos genéticos, para a maior parte da população, e a produção de insatisfação corporal e restrição alimentar. A partir da avaliação funcional dos comportamentos alimentares típicos da AN é possível investigar seus determinantes e propor manejo de contingências que contemplem as especificidades de cada caso.<hr/>Anorexia Nervosa (AN) is a serious eating disorder, associated with several biopsychosocial impairments. The clinical psychologist has an indispensable role in the treatment. The aim of this study was to present a proposal for analytical-behavioral understanding of AN and to discuss how the behaviors verified in this condition are selected and maintained from the complex interaction between the three levels of selection: phylogenesis, ontogenesis and culture. At the phylogenetic level, on the one hand, the biological apparatus, modeled by natural selection, in the context of food scarcity, and on the other, the drastic change in food availability, especially in the last centuries, were approached. At the ontogenetic level the relationship established between the individual and the food was discussed considering the history of reinforcement and punishment since birth. At the cultural level, the beauty pattern presented by the fashion industry and disseminated by the mass media, the valorization of "impossible bodies" in genetic terms for the majority of the population, and the production of corporal dissatisfaction and restriction. From the functional evaluation of typical AN eating behaviors it is possible to investigate its determinants and propose management of contingencies that contemplate the specificities of each case. <![CDATA[<b>Termination, suspension or treatment interruption</b>: <b>a narrative review</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Tendo em vista a necessidade de conhecer como os profissionais, psicanalistas e psicoterapeutas de base psicanalítica, abordam o encerramento do processo terapêutico, realizou-se uma revisão narrativa de literatura, com o objetivo de verificar quais critérios têm sido utilizados para a finalização dos processos de análise e psicoterapia psicanalítica nos estudos publicados como artigos on line no Brasil. A busca foi realizada nas bases Portal de Periódicos da Capes, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs), Scientific Electronic Library Online (Scielo) e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os seguintes descritores: “Término de análise and Psicanálise”; “Término de tratamento and Psicanálise”; “Estudo de caso and Psicanálise”; “Relato de experiência and Psicanálise”. Foram considerados os artigos publicados nos últimos 20 anos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão, sendo selecionados 11 artigos. A análise e discussão dos resultados foi dividida em três categorias a respeito do final do tratamento: término, interrupção e suspensão. Os resultados apontaram que, na maioria dos trabalhos, houve interrupções do tratamento, sendo que essas ocorreram por questões externas ao processo ou por parte dos pacientes. Do mesmo modo, identificou-se que poucos trabalhos contemplaram o término do tratamento e, quando contemplado, não apresentaram critérios bem estabelecidos a respeito. A suspensão do tratamento, por sua vez, foi encontrada somente em um dos trabalhos selecionados.<hr/>Considering the need to know how professionals, psychoanalysts and psychotherapists approach the closure of the therapeutic process, we conducted a narrative review of literature. The objective was to verify which criteria have been used for the finalization of psychoanalytic psychotherapy and analysis processes in studies published as online articles in Brazil. The search was carried out in the Capes Journals Portal, Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (Lilacs), Scientific Electronic Library Online (Scielo) and Virtual Health Library (VHL), using the following descriptors: "Termination of analysis and Psychoanalysis "; "Termination of treatment and Psychoanalysis"; "Case study and Psychoanalysis"; "Experience Report and Psychoanalysis". The articles published in the last 20 years that met the inclusion and exclusion criteria were considered, and 11 articles were selected. The analysis and discussion of the results was divided into three categories regarding the end of treatment: termination, interruption and suspension. The results indicated that in most of the studies there were interruptions of the treatment, which occurred due to external issues to the process or due to the patients. Likewise, it was identified that few studies contemplated the end of the treatment and, when contemplated, did not present well established criteria in respect. Suspension of treatment, in turn, was found only in one of the selected works. <![CDATA[<b>Suicide prevention</b>: <b>changing perception and knowledge of medical students</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Suicídio é importante problema de saúde pública mundial. Segundo a Organização Mundial de Saúde, em 2012 a taxa de suicídio foi aproximadamente 800 mil, equivalente a um suicídio a cada 40 segundos. A prevenção de suicídio é possível e não deve ser responsabilidade apenas de profissionais da saúde especializados. Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção e o conhecimento de estudantes de medicina em relação ao suicídio e capacitá-los para a realização da abordagem adequada. Trata-se de ensaio clínico de temática educativa, quantitativo, prospectivo, descritivo, analítico e de intervenção. Foi aplicado o Questionário sobre a Atitude Frente ao Comportamento Suicida (QuACS), já validado, acrescido de dados sociodemográficos de 87 estudantes de um curso médico. Foi realizada capacitação em duas etapas: 1ª) apresentação de trechos de filmes escolhidos sobre o tema, com problematização e debate; 2ª) dramatização de situações reais. Para análise estatística utilizou-se o Statistical Data Analysis (SPSS) versão 17.0 e os testes de Kolmogorov-Smirnov e Wilcoxon. Os participantes foram predominantemente de mulheres, brancas, com aproximadamente 24 anos, classe média alta e católica. Verificou-se redução significante dos sentimentos negativos diante do paciente que apresenta tentativa de suicídio e uma melhor percepção da capacidade profissional. As ideias em relação ao direito ao suicídio pouco se alteraram. Estudantes capacitados percebem-se mais capazes em reconhecer o paciente que apresenta risco de suicídio e sentem-se mais seguros em oferecer cuidado. É possível promover mudanças positivas na percepção e conhecimento do estudante frente ao tema suicídio, através do uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem.<hr/>Suicide is a critical global public health problem. According to the World Health Organization, in 2012, suicide rate reached 800,000 deaths, the equivalent of one suicide every 40 seconds. It is known that suicide prevention is possible and should not just be a task of specialized health professionals alone. The present study aimed to evaluate the perception and knowledge of medical students regarding suicide and to enable them to carry out the appropriate approach. This is an educational, quantitative, prospective, descriptive, analytical and interventional clinical trial. A validated Suicide Behavior Attitude Questionnaire (SBAQ) was administered, along with the acquisition of sociodemographic data sample of 87 medical students. The training was carried out through two stages: 1st) presentation of selected excerpts from films on the theme, with subsequent problematization and debate; 2nd) dramatization of real situations. The Statistical Data Analysis (SPSS) version 17.0 was used to analyze the questionnaires, and the Kolmogorov-Smirnov and Wilcoxon tests were also done. The sample consisted, predominantly, of Caucasian women, about 24 years old, upper middle class and catholic. It was observed a significant reduction of negative feelings towards the patient who presented suicide attempt and a better perception of the professional capacity and conception about the right to suicide hardly changed. Trained students perceive themselves more capable of recognizing the patient who is at risk for suicide and feel more secure in providing care. It is possible to promote positive changes in students’ perception and knowledge regarding suicide through the use of active teaching-learning methodologies. <![CDATA[<b>Psychoactive drugs</b>: <b>religious and spiritual treatment in the context of therapeutic communities</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trata-se de um artigo de revisão de literatura cujo objetivo foi refletir sobre o tratamento religioso e espiritual empregado nas comunidades terapêuticas e a percepção do paciente a respeito deste. Foi realizado um levantamento de dados nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SciELO) por artigos que envolviam a temática publicados entre 2008 e 2017. Foram encontrados 958 artigos. Após a aplicação dos critérios de inclusão, a amostra final foi composta por 10 artigos científicos. Os resultados apontam que o tratamento oferecido nas Comunidades Terapêuticas tem apresentado sucesso no que tange a recuperação dos pacientes. Conclui-se que existe sucesso na utilização da religiosidade e espiritualidade no tratamento para a utilização de substancias psicoativas de maneira abusiva, porém nota-se a necessidade de se observar aspectos éticos no cuidar, de modo a garantir a autonomia do paciente. Concluímos também que existe a necessidade de se aumentar a relação com as unidades básicas de saúde.<hr/>This is a literature review. To objective was to reflect on the religious and spiritual treatment used in the therapeutic communities and the patient's perception about it. We conducted a survey of data in the databases Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS) and Scientific Electronic Library Online (SciELO) databases for articles that covered the thematic published between 2008 and 2017. A total of 958 articles were found. After applying the inclusion criteria, the final sample consisted of 10 scientific papers. The results indicate that the treatment offered in the Therapeutic Communities has been successful in the recovery of patients. It is concluded that there is success in the use of religiosity and spirituality in the treatment for the use of psychoactive substances in an abusive way, but it is noted the need to observe ethical aspects in caring, in order to guarantee the autonomy of the patient. We also conclude that there is a need to increase the relationship with basic health units. <![CDATA[<b>Learning and well-being ecosystems</b>: <b>factors that influence school success</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200021&lng=en&nrm=iso&tlng=en O ecossistema escolar pode funcionar como um promotor de sucesso escolar e bem-estar. O presente artigo pretende compreender e caracterizar os fatores do ecossistema escolar que influenciam o sucesso escolar e o gosto pela escola. São incluídos alunos de 6º (30,7%), 8º (33,7%), 10º (20,8%) e 12º anos (14,8%), num total de 8215 alunos, sendo 4327 meninas (52,7%), de idade média de 14,36 anos (DP=2,28), de todo o continente, participantes no estudo Health Behaviour in School aged Children/HBSC (Inchley et al., 2016; Matos et al., 2015, 2018). Os resultados revelam diferenças de género e idade em relação às variáveis relacionadas com o ecossistema escolar, sendo que, de um modo geral, os rapazes e os estudantes mais novos reportam indicadores mais positivos. No entanto, são os rapazes que referem um menor gosto global pela escola e os mais novos que revelam valores de ansiedade/stress/falta de controlo mais elevados. Foram realizados modelos de regressão que ajudam a explicar o gosto pela escola, a perceção de sucesso e a pressão com os trabalhos de casa através do género, idade, apoio da família, relação com os colegas, e professores, preocupações na escola, gosto global da escola e ansiedade/stress/falta de controlo. Conclui-se que a perceção de sucesso e o gosto pela escola são fenómenos complexos e multidimensionais, mas que em geral os alunos os reduzem às classificações escolares, sentindo-se pressionados com a escola (com o peso das avaliações, a pressão dos pais face às notas; o excesso de matéria, a matéria afastada da vida) e prejudicando o seu gosto pela aprendizagem.<hr/>The school’s ecosystem can work as a promoter of both school success and well-being. This article describes and intends to shed light on the factors of the school’s ecosystem that influence school success and students’ fondness for school. This specific work includes students from 6th (30.7%), 8th (33.7%), 10th (20.8%) and 12th school years (14.8%), a total of 8215 students, 4327 of whom are girls (52 , 7%), with a mean age of 14.36 years (SD = 2.28), from all over the continent, and that participated in the Health Behavior in School-Aged Children / HBSC study (Inchley et al., 2016; Matos et al ., 2015, 2018). Results reveal gender and age differences related to the school’s ecosystem, and, overall, boys and younger students report more positive indicators. However, boys report the worst global perception related to school and younger students reveal higher anxiety / stress / lack of control. Regression models were performed that explain fondness for school, perception of success and pressure with homework by gender, age, family support, relationship with colleagues, teachers, classes at school, overall fondness for school and anxiety / stress / lack of control. It was concluded that perception of success and fondness for school are complex and multidimensional phenomena. Nevertheless, overall, students scale them down to school grades and feeling pressured at school (with evaluations, parents’ pressure about grades; having too much to study and the lack of life relatedness of school topics), thus impairing students’ fondness for learning. <![CDATA[<b>Self-image in patients with acromegaly</b>: <b>a cross-sectional study in Brazil</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Acromegaly is characterized by excess growth hormone (GH) in adults between 30 and 50 years. The disease presents clinical manifestations, such as growth of the extremities and facial asymmetry. The main objective of the study was to describe the psychosocial impacts of physical alterations of acromegaly on self - image. A cross-sectional retrospective study was carried out in a sample of 71 patients from the state of Bahia, using the Acromegaly Quality of Life Questionnaire. The focus group technique was also used, from which a content analysis explored psychosocial aspects. Most participants look different in the mirror. Most women, however, perceive themselves as ugly and look awful in their photographs, while more than half of the men perceive the look of the other on account of their physical appearance. There was a significant correlation between self-concept change and mood. The qualitative results indicated that physical changes are more uncomfortable than other manifestations, since they impact on areas of life such as emotional and work. It was evidenced the impact that the alteration in the self - image can bring to the social and psychological level in the life of the acromegalic.<hr/>A acromegalia é caracterizada pelo excesso do hormônio de crescimento (GH) em adultos entre 30 e 50 anos. A doença apresenta manifestações clínicas, como crescimento das extremidades e assimetria facial. O principal objetivo do estudo foi descrever os impactos psicossociais das alterações físicas da acromegalia na autoimagem. Foi realizado um estudo retrospectivo de corte transversal em uma amostra de 71 pacientes do estado da Bahia, utilizando o questionário AcroQol (Questionário de Qualidade de Vida em Acromegalia). Foi utilizada também a técnica de grupo focal, onde a partir de uma análise de conteúdo foram explorados aspectos psicossociais. Os participantes de ambos os gêneros, em sua maioria, se veem diferentes no espelho e percebem que há partes no corpo que são demasiado grandes por conta da patologia. Já boa parte das mulheres se percebem feias e se veem horrorosas nas fotografias, enquanto mais da metade dos homens percebem o olhar do outro por conta do seu aspecto físico. Os resultados qualitativos indicaram, como maior incômodo as mudanças físicas em relação a outras manifestações clínicas, pois impactam em áreas da vida como a emocional e laboral. Foi evidenciado o impacto que a alteração na autoimagem pode trazer a nível social, psicológico e emocional na vida do acromegálico. <![CDATA[<b>Falling ill as narratives of (de)construction of mental health in public agents</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo de natureza qualitativa se propõe a explorar a manutenção do processo de adoecimento derivada de Incapacidade Temporária ao Trabalho com participantes trabalhadores em situação de longos períodos de ausência afastamento ao trabalho (>120 dias) no Brasil e em Portugal. Constitui-se em 18 participantes na construção do método da entrevista de reconstituição biográfica cujo conteúdo foi submetido a análise temática e recurso à aplicação informática Nvivo11. A precariedade do trabalho, conflitos e pressões por produtividade levam às questões centrais de investigação quanto ao desenvolvimento de adoecimento antes e após a concessão do afastamento; narrativas da trajetória profissional enquanto processo de envelhecimento no gerenciamento da saúde e indícios de implicação institucional na saúde mental. Concluímos que normas são passíveis de renormatização mediante o gerir o trabalho com a vida, paciente na condição de ser e estar adoecido, relação entre saúde e trabalho enquanto debate e existência nas experiências de vida.<hr/>This qualitative study aims to explore the maintenance of the illness process derived from Temporary Incapacity to Work with participants working in situations of long periods of work absence (>120 days) in Brazil and in Portugal. 18 participants were enrolled in the construction of the biographical reconstitution interview method whose content was submitted to thematic analysis using Nvivo11. Precarious work and pressure for productivity lead to central research issues for the development of illness before and after work leave; narratives of the professional trajectory as a process of aging in health management and evidence of institutional involvement in mental health. We conclude that norms are subject to renormatization by managing work with life, patient on condition of being and being sick relationship between health and work as a debate and existence in life experiences. <![CDATA[<b>Context of outpatient psychological evaluation in a general hospital</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200024&lng=en&nrm=iso&tlng=en O processo de psicodiagnóstico no ambiente hospitalar configura-se com especificidades, como a necessidade de interlocução entre as equipes, eventual dificuldade em acessá-las e grande demanda de solicitações. Este estudo busca mapear as solicitações de avaliação psicológica para crianças e adolescentes no contexto ambulatorial de um hospital geral de alta complexidade do SUS, considerando perfil de pacientes, equipes médicas solicitantes e demanda institucional para este exame. A partir destes resultados, propõe-se um novo sistema de gestão do psicodiagnóstico visando otimização em termos de custo efetividade. A análise do perfil dos pacientes e das solicitações do exame geraram a proposição de ações que visam otimizar os encaminhamentos, melhorar o fluxo de pacientes atendidos e estruturar o suporte às equipes de acordo com suas especificidades. A reformulação do fluxo assistencial propiciou uma perspectiva de gestão, possibilitando maior integração do psicodiagnóstico com demais processos assistenciais ofertados pela psicologia e de estreitamento com as equipes solicitantes.<hr/>Psychological assessment in hospitals is marked by the need and the hardship of effective communication among professionals and a huge demand of this service. This study illustrates the demand of psychological evaluation for children and adolescents in an outpatient unit of a public general hospital, considering patients demographics, medical specialties that demand this exam and institutional demand. The ultimate goal is to propose a new management model for this exam to improve cost effectiveness of referrals. The remodeling of the care flow improved the integration among psychological assessment and other psychological interventions, and the communication between the requesting physician and the psychologist. <![CDATA[<b>KIDSCREEN-27 Psychometric properties</b>: <b>adolescent health-related quality of life</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo objetivou analisar propriedades psicométricas do KIDSCREEN-27 em adolescentes. Trata-se de estudo empírico metodológico com dados de 635 adolescentes com idade entre 10 e 16 anos, com proporcionalidade para sexo e idade. Avaliaram-se a validade de construto (fatorial, convergente e discriminante) e a confiabilidade do KIDSCREEN-27. A validade fatorial foi estimada pela análise fatorial confirmatória; a validade convergente, pela variância extraída média (VEM); a validade discriminante, pela comparação da VEM com o quadrado do coeficiente de correlação de Pearson; e a confiabilidade, pelo alfa de Cronbach. A validade de construto, no geral, apresentou resultados satisfatórios: cargas fatoriais > 0,40, exceto para dois itens (0,30 e 0,37); indicadores de qualidade de ajuste do modelo (χ ²/df =2,48; CFI=0,913; GFI=0,920; TLI=0,901; RMSEA=0,048) adequados; e valores adequados da VEM para as dimensões “Suporte social e grupo de pares e “Ambiente escolar”. A maioria das dimensões apresentaram valores adequados da comparação da VEM das dimensões duas a duas, com o quadrado da correlação de Pearson entre elas. A confiabilidade foi adequada (α de Cronbach padronizado de 0,71 a 0,79) em todas as dimensões. No geral, o KIDSCREEN-27 apresentou propriedades psicométricas satisfatórias para esta amostra de adolescentes.<hr/>This study aimed to analyze psychometric properties of KIDSCREEN-27 in adolescents. This is a methodological empirical study with data from 635 adolescents aged 10 to 16 years, with proportionality for gender and age. Construct validity (factorial, convergent and discriminant) and reliability of KIDSCREEN-27 were evaluated. Factorial validity was estimated by confirmatory factor analysis; the convergent validity, by the mean extracted variance (VEM); discriminant validity by comparing the EMV with the square of the Pearson correlation coefficient; and reliability, by Cronbach's alpha. Construct validity, in general, presented satisfactory results: factor loadings> 0.40, except for two items (0.30 and 0.37); model fit quality indicators (χ 2 / df = 2.48; CFI = 0.913; GFI = 0.920; TLI = 0.901; RMSEA = 0.048) adequate; and adequate VEM values ​​for the dimensions “Social Support and Peer Group” and “School Environment”. Most of the dimensions presented adequate values ​​of the comparison of the EMV of the two-by-two dimensions, with the square of Pearson correlation between them. Reliability was adequate (Cronbach's α standardized from 0.71 to 0.79) in all dimensions. Overall, KIDSCREEN-27 showed satisfactory psychometric properties for this sample of adolescents. <![CDATA[<b>Functional assessment of workers with mental disorders</b>: <b>a systematic review</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862020000200026&lng=en&nrm=iso&tlng=en O desenvolvimento da funcionalidade e o surgimento de transtornos mentais (TM) é um processo onde fatores biopsicossociais, separado ou conjuntamente, agravam e perpetuam a incapacidade do indivíduo. A avaliação da funcionalidade relacionada à vida e ao trabalho são objetos de interesse científico crescente em diversas áreas do conhecimento e práticas profissionais. Ainda assim, não existe consenso sobre o escopo de suas definições, especialmente em função do grau de complexidade das variáveis pessoais e ambientais envolvidas. O presente estudo teve como objetivo fazer uma revisão sistemática na literatura que tive como propósito avaliar a funcionalidade em profissionais com TM. Em conformidade aos procedimentos metodológicos do PRISMA realizou-se um levantamento bibliográfico entre o ano de 2008 a janeiro de 2019. Para tanto, foram consultadas as bases de dados: Scopus, Science Direct, PubMed e BVS PSI. Constatou-se escassez de pesquisas referente ao assunto, pois foram encontrados apenas cinco artigos com a temática. O foco das pesquisas centrou-se, em geral, na investigação que o impacto de um ou mais TM afeta a funcionalidade no trabalhador, além de evidenciar as associações entres os construtos. Essa lacuna científica indica um nicho de pesquisas e carentes de exploração, constatando assim que a avaliação da funcionalidade em profissionais com TM não foram devidamente exploradas. A caracterização de conhecimentos utilizadas nesse estudo, indicam, sobretudo, caminhos para a estruturação de metodologias e instrumentos capazes de responder às necessidades sociais e científicas relacionadas ao assunto.<hr/>The development of functionality and the emergence of mental disorders (MD) is a process where biopsychosocial factors, separately or together, aggravate and perpetuate the individual's disability. The evaluation of the functionality related to life and work are objects of growing scientific interest in several areas of knowledge and professional practices. Nevertheless, there is no consensus on the scope of its definitions, especially in function of the degree of complexity of the personal and environmental variables involved. The present study had as objective to make a systematic review in the literature that had as purpose to evaluate the functionality in professionals with MD. According to the methodological procedures of PRISMA, a bibliographic survey was carried out between 2008 and January 2019. For this purpose, the following databases were consulted: Scopus, Science Direct, PubMed e BVS PSI. There was a lack of research on the subject, since only five articles were found with this theme. The focus of the research was, in general, on the research that the impact of one or more MD affects the functionality in the worker, besides evidencing the associations between the constructs. This scientific gap indicates a niche of research lacking exploration, thus finding that the evaluation of the functionality in professionals with MD were not properly explored. The characterization of the knowledge used in this study indicate, above all, ways for structuring methodologies and instruments capable of responding to social and scientific needs related to the subject.