Scielo RSS <![CDATA[Economia Global e Gestão]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0873-744420120004&lang=pt vol. 17 num. ESPECIAL lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Caminhos para o crescimento e o empreendedorismo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>O papel das parcerias na internacionalização das empresas portuguesas</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo analisa os determinantes da formação de parcerias em processos de internacionalização, em particular para mercados emergentes. O estudo confirma um impacto positivo da procura de competências no processo de formação de parcerias. Ficou também demonstrado que o estabelecimento de parcerias está negativamente relacionado com o grau de aprendizagem resultante dos processos de investimento direto estrangeiro. O estudo permite, também, confirmar que o estabelecimento de parcerias é maior em mercados emergentes, assim como o estabelecimento de parcerias é maior quando o potencial parceiro é uma empresa sediada no país de destino. Finalmente, o estudo confirma o impacto positivo e estatisticamente significativo do estabelecimento de parcerias quando a capacidade de decisão (maioria do capital social) é assegurada pela empresa multinacional.<hr/>This study analyzes the determinants in forming partnerships in internationalization processes, particularly for emerging markets. The study confirms a positive impact of the demand for skills in the process of forming partnerships. It was also shown that partnerships are negatively correlated to the learning degree from foreign direct investment processes. The study also confirms that the partnerships are greater in emerging markets, and that the establishment of partnerships is greater when the potential partner is a company based in the destination country. Finally, the study confirms the positive and statistically significant impact of partnership creation when the decision capacity (majority stake) is ensured by the multinational company. <![CDATA[<b>A utilização de recursos partilhados em clusters</b>: <b>Uma abordagem de capacidades dinâmicas</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The cluster literature acknowledges the existence of resources that are shared by firms in the same cluster. The literature on dynamic capabilities argues that in the context of capability development, firms need to develop different business models and to define their firm boundaries in complementary ways. We use a multiple case study approach to analyze how three small and medium sized firms (Portuguese footwear manufacturers) belonging to the same cluster, but with different business models, exploit cluster resources. We find that the same resources are not used in the same way or for the same purpose. Our inductive investigation leads to two propositions: non-strategic shared resources are used by cluster firms in similar ways, and for the same objectives; strategic resources, which relate to the firms’ business models, are used by each firm differently and for different purposes.<hr/>A literatura de clusters reconhece a existência de recursos que são partilhados pelas empresas do cluster. A literatura das capacidades dinâmicas argumenta que no contexto do desenvolvimento das capacidades, as empresas necessitam desenvolver diferentes modelos de negócio e de definir as suas fronteiras de empresa de forma complementar. Utilizámos uma abordagem de múltiplos estudos de caso para avaliar como é que três empresas portuguesas fabricantes de calçado, pertencentes ao mesmo cluster, mas com diferentes modelos de negócio, exploram os recursos do cluster. Descobrimos que os mesmos recursos não são utilizados da mesma forma e com os mesmos fins pelas empresas. A investigação indutiva levada a cabo conduziu a duas proposições: os recursos partilhados não estratégicos são utilizados pelas empresas do cluster de forma semelhante; os recursos estratégicos, que estão relacionados com os modelos de negócio, são utilizados de forma diferente, e com diferentes fins, pelas distintas empresas. <![CDATA[<b>Conselhos de administração e monitoração da implementação estratégica</b>: <b>um modelo conceitual</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo apresenta um modelo conceitual de fatores não estruturais que podem afetar a eficácia dos Conselhos de Administração (CA) na monitoração da Implementação Estratégica (IE). A pesquisa recente em CA tem enfocado relações entre as suas características estruturais e o desempenho empresarial. Este estudo vai além dessas questões: investiga-se a influência de fatores comportamentais, contextuais e normativos. Tomando como base modelos gerais de desempenho de CA, empregou-se a perspectiva da Teoria de Produção em Equipe para identificar fatores que podem afetar o desempenho de um CA no asseguramento da IE. Por meio de evidência empírica coletada em entrevistas em profundidade com especialistas no tema, confirmaram-se os fatores de mais alta influência e a possível natureza das relações entre eles. Como resultado, foram formuladas proposições testáveis acerca dessas relações. Ao analisar os comportamentos e práticas de trabalho que influenciam a qualidade da intervenção dos CA no processo de IE das empresas, este estudo contribui para uma vertente de pesquisa, de crescente interesse, que procura compreender melhor a «caixa preta» do funcionamento dos CAs.<hr/>This paper presents a conceptual model of non-structural factors that may affect the effectiveness of boards of directors in the task of monitoring strategy implementation. The extant research on boards has focused on the relationships between their structural features and firm performance. This study goes beyond these issues by investigating behavioral, contextual and normative factors. Building on general board performance models, we used a Team Production Theory perspective to identify the factors that may influence a board’s performance in ensuring strategy implementation. Based on empirical evidence from interviews with a panel of board directors and specialists, we prioritized the factors and determined the potential nature of the relationships among them. A set of testable propositions was then developed. By investigating the behaviors and work practices that affect the quality of a board’s intervention into strategy implementation, this study sheds light on the hitherto under-researched «black box» of board functioning. <![CDATA[<b>Intenções empreendedoras dos estudantes do ensino secundário</b>: <b>o caso do programa de empreendedorismo na escola</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Face à importância que o espírito empreendedor tem na sociedade, torna-se importante desenvolver atividades que promovam esse mesmo espírito junto dos jovens de hoje. Temos assistido, em Portugal, a um aumento significativo do número de programas de atividades de empreendedorismo, desenvolvidos em âmbito escolar por diversas entidades. O objetivo da presente investigação consiste em analisar qual o efeito que as atividades de empreendedorismo, em âmbito escolar, têm no desenvolvimento de um perfil empreendedor dos estudantes e saber se estas mesmas atividades influenciam as suas intenções empreendedoras futuras. Desta forma, desenvolveu-se um suporte teórico sobre a temática do empreendedorismo e da educação para o empreendedorismo e procurou-se corroborar com a implementação de um programa de «Empreendedorismo na Escola», para estudantes do ensino secundário da Escola Secundária de Estarreja. Elaborou-se um questionário de forma a estudar-se as intenções empreendedoras dos estudantes do ensino secundário para testar empiricamente as hipóteses formuladas. Este questionário foi realizado em dois momentos diferentes: o primeiro antes do início das atividades e o segundo correspondente ao final das atividades. Aplicados os métodos de análise fatorial e o modelo de regressão logística, concluiu-se que, nesta investigação, variáveis como o incentivo dado pelos agentes escolares, a participação em atividades extracurriculares e o desejo de prosseguir estudos, assim como um perfil de criação e concretização de projetos empreendedores e a vontade de vencer influenciam a criação do próprio negócio. Assim, sugere-se que em investigações futuras se consiga analisar também a importância de cada agente na construção de um perfil empreendedor.<hr/>Due to the importance of the entrepreneurial in society today, activities that foster this spirit among youngsters has become an important issue. In Portugal, there has been a significant increase in the activities organized in schools by private entities focusing on entrepreneurship. The aim of this research is to analyze the effect of these entrepreneurship activities in schools on the development of students’ entrepreneurial profiles and to gauge their influence on the students’ entrepreneurial intentions. A theoretical support on entrepreneurship and education on entrepreneurship was developed, which we sought to corroborate by implementing an “Entrepreneurship in School” program for secondary school students at Estarreja Secondary School. Primary data from a questionnaire to study the entrepreneurial intentions of secondary students was used to empirically test our hypothesis. This questionnaire was applied at two different times: before and after the “Entrepreneurship in School” activities. Factorial analysis and a logistic regression model were applied and it was concluded that variables like the motivation given by school agents, student participation in extracurricular activities and the desire to continue studying influenced the students’ entrepreneurial intentions. As for the students’ entrepreneurial profile, it was concluded that more creative students with the will to win and a better ability to implement entrepreneurial projects are more likely to create their own business. It is therefore suggested that future research also analyzes the importance of each agent in the construction of an entrepreneurial profile.