Scielo RSS <![CDATA[Economia Global e Gestão]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0873-744420120002&lang=pt vol. 17 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Incerteza</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Participação dos gastos públicos no grau de liberdade econômica</b>: <b>análise dos países em âmbito mundial</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo tem como objetivo identificar o nível de importância que os gastos públicos representam na classificação geral do grau de liberdade econômica dos países em âmbito mundial. O estudo consiste em uma pesquisa descritiva, do tipo documental e de abordagem quantitativa dos dados. A amostra é composta por 167 países classificados no Index of Economic Freedom de 2010. Como técnicas de análise e interpretação dos resultados, são utilizadas a análise de componentes principais e a técnica da entropia informacional. Os resultados indicam que dentre as dez componentes estabelecidas pelo ranking final do grau de liberdade econômica dos países componentes da amostra, os gastos públicos são considerados o quarto fator determinante necessário para justificar a classificação dos países no Index of Economic Freedom. Os gastos são também o quarto fator de maior peso de informação para se estabelecer o grau de liberdade econômica dos países investigados. A partir desses achados, conclui-se que o controle dos gastos públicos é essencial para o crescimento da nação, principalmente quando estiver em equilíbrio com as receitas, como observado pela relação positiva moderada entre essas duas variáveis.<hr/>This paper aims to identify the level of importance that the public expenditures represent in the overall degree of economic freedom of countries worldwide. The study consists of a descriptive, documentary-type approach and quantitative data. The sample consists of 167 countries ranked in the Index of Economic Freedom 2010. As techniques of analysis and interpretation of results, the principal component analysis and technical information entropy are used. The results indicate that among the ten components established by the final ranking of the degree of economic freedom components of the sample of countries, public expenditures are considered the fourth factor necessary to justify the classification of countries on the Index of Economic Freedom. Expenses are also the fourth largest weight factor information to establish the degree of economic freedom in the countries investigated. From these findings, we conclude that the control of public spending is essential for the growth of the nation, especially when you are in balance with revenues, as noted by moderate positive relationship between these two variables. <![CDATA[<b>O ambiente de negócios em Portugal</b>: <b>uma análise comparada de procedimentos, custos e demora burocrática</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O desenvolvimento de políticas de melhor regulamentação em Portugal tem feito parte do esforço de reforma e modernização do Estado, atinentes ao cumprimento dos compromissos da Agenda de Lisboa. Com base nos indicadores do relatório «Doing Business 2011» do Banco Mundial, avalia-se a performance relativa de Portugal face a uma seleção de países, em três dimensões chave do ambiente regulamentar: os procedimentos, os custos e a demora burocrática, considerados determinantes para o ambiente de negócios e qualidade de vida dos cidadãos. Esta análise comparada revela que, apesar dos notáveis progressos dos últimos anos, existe ainda caminho a percorrer, não só ao nível da própria melhoria da regulamentação, mas também do funcionamento interno da Administração Pública e do Estado, no que diz respeito a tornar mais eficiente e célere a decisão de processos administrativos e judiciais. É premente, designadamente, diminuir a demora procedimental relacionada com as transações internacionais de bens, o licenciamento, o pagamento de impostos, a resolução judicial de disputas comerciais e os processos de falência de sociedades.<hr/>The development of better regulation policies in Portugal has been integrated in the State’s reform and modernization effort, geared towards the accomplishment of the compromises portrayed in the Lisbon Agenda. Based on the World Bank’s «Doing Business 2011» report, we appraise the Portuguese performance comparatively to a selection of relevant countries, in three key dimensions of the regulatory environment: bureaucratic procedures, costs and delay, considered determinants to the doing business environment and citizen’s quality of life. This comparative analysis shows that despite the notable improvement of the last few years, there is still progress to be made, concerning not only improving regulation in itself, but also the functioning of the Public Administration and the State, calling for a more efficient and prompt resolution of administrative and judicial processes. It is particularly urgent to curb the excessive procedural delay in international transactions of goods, licensing, tax payments, judicial resolution of commercial disputes and firm bankruptcy. <![CDATA[<b>Estratégia de integração com incerteza da procura</b>: <b>abordagem das opções reais</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Global outsourcing has emerged as one of the major approaches to gaining a worldwide competitive edge for many industries. This paper investigates companies’ flexibility, in very uncertain markets, in adapting their internal capacity so as to become an alternative to outsourcing. The capacity to be installed and the related resources allocation will be determinant for timing the change. We intend to quantify the impact of anticipating a capacity expansion, treated as a partially irreversible investment. Unlike earlier studies, it provides analytical research on the probability of switching from outsourcing to an integration option, and the expected timing of the switch under two regimes: full and partial insourcing.<hr/>O outsourcing global emergiu como uma das principais abordagens em muitas indústrias, tendo em vista ganhar vantagem competitiva. Neste trabalho analisa-se a flexibilidade das empresas em adaptar a sua capacidade interna de forma a se tornar uma alternativa ao outsourcing em mercados com elevada incerteza. A capacidade a ser instalada e a afetação de recursos relacionados serão determinantes do momento de alterar a estratégia. Neste trabalho desenvolve-se um modelo de investimento parcialmente irreversível, tendo em vista a quantificação do impacto de antecipar um aumento de capacidade. Analisa-se ainda a probabilidade de alteração da escolha de outsourcing para uma situação de integração, sendo analisado o momento ótimo da alteração em dois regimes distintos: insourcing parcial ou total. <![CDATA[<b>Indicadores compósitos do desenvolvimento</b>: <b>a importância dos ponderadores</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Measuring and quantifying development makes increasing use of composite indicators. This raises the issue of the determination of the proper weighting of the various dimensions considered. Using a public-opinion survey conducted in Portugal, we evaluate the importance of the main dimensions of development and examine if the dimensional weights depend on the respondents’ individual characteristics such as gender, age, or educational level. The evidence suggests that both education and health regularly stand out as the most highly-rated factors.<hr/>A medição do desenvolvimento tem recorrido crescentemente à utilização de indicadores compósitos. Nesse âmbito, uma questão fundamental é a definição dos ponderadores para as diferentes dimensões do desenvolvimento. Com base num inquérito à opinião pública realizado em Portugal, testamos quais as dimensões consideradas mais relevantes no desenvolvimento de um país e avaliamos em que medida os ponderadores dimensionais dependem de características individuais dos inquiridos, como sexo, idade ou nível educacional. A evidência obtida aponta, sistematicamente, a educação e a saúde como as dimensões mais valorizadas. <![CDATA[<b>Ensino Superior a distância em Portugal</b>: <b>Uma estratégia disruptiva</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper looks into distance higher education (DHE) in Portugal and aims to devise an alternative strategy for its development. The proposed strategy results from a thorough analysis of DHE, preceded by a general appraisal of higher education (HE) and of the country itself, through which the following key conclusions were reached: as a consequence of timid or unsuccessful initiatives led by traditional universities, DHE in Portugal almost coincides with Universidade Aberta (UAb, the open university); amongst the challenges that HE faces, DHE represents a window of opportunities; by repeatedly putting off structural reformsa, the country is currently experiencing one of the most dramatic moments in its history. As an alternative to continuity, namely HE institutions following independent paths, coopetition stands out as a more beneficial route as it would be able to bring alignment and to generate synergies. A disruptive strategy in which UAb plays a central role is thus proposed.<hr/>O presente artigo aborda o ensino superior a distância (ESaD) em Portugal e tem como objetivo a definição de uma estratégia alternativa para o seu desenvolvimento. A estratégia preconizada decorre de uma análise cuidada do ESaD, antecedida por uma apreciação geral do ensino superior e do país, através das quais se concluiu nomeadamente o seguinte: em resultado das iniciativas tímidas ou mal sucedidas das universidades tradicionais, o ESaD quase se confunde com a Universidade Aberta (UAb); entre os vários desafios colocados ao ensino superior, o ESaD representa uma janela de oportunidades; o país, ao adiar sucessivamente reformas estruturais, vive hoje um dos momentos mais dramáticos da sua história. Em alternativa à continuidade, com trajetórias independentes por parte das instituições do ensino superior, afigura-se mais profícua a via da coopetição, aglutinadora e potenciadora de sinergias, propondo-se a adoção de uma estratégia disruptiva, na qual a UAb tem um papel central. <![CDATA[<b>h3 Gourmet</b>: <b>Um fast food que não pretende sê-lo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442012000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The h3 case study focuses on the development and offer of a new chain of hamburger restaurants that began in Portugal and is spreading to other countries like Spain, Brazil and Poland. The general idea of the business venture is to grow quickly and occupy an unconventional place in the fast food burger business: a food chain with a gourmet touch, taking a high profile approach with natural ingredients, customization and quality service, where hamburgers are served on heated plates with cutlery and may be accompanied by a glass of wine, homemade lemonade or iced tea. The client can finish the meal with ice cream or chocolate coulant desserts with quality ingredients. H3 now has more than 40 restaurants; it is preparing to conquer the world and challenge the big players both in malls and street restaurants. Competitive advantages and critical success factors will play a vital role in this case.<hr/>O caso de estudo sobre a h3 centra-se no desenvolvimento e oferta de uma nova cadeia de lojas de hambúrgueres com origem em Portugal e que tem procurado expandir a sua atividade para o exterior, a países como Espanha, Brasil e Polónia. A ideia geral desta aventura empresarial é crescer rápido e ocupar um lugar pouco comum na área dos hambúrgueres e dos negócios de fast food: uma proposta com um toque gourmet, ingredientes naturais, possibilidade de ser feito à medida do cliente e elevados standards de serviço, onde os hambúrgueres são oferecidos em pratos quentes, com talheres, e podendo ser acompanhados tanto por um copo de vinho como por uma limonada ou um chá gelado caseiro. No final, o cliente pode, como sobremesa, escolher entre gelados ou chocolate coulant de boa qualidade e ingredientes selecionados. Neste momento com mais de 40 lojas a cadeia h3 prepara-se para conquistar o mundo e para desafiar os grandes players, seja em centros comerciais seja em lojas de rua. As vantagens competitivas e os fatores críticos de sucesso jogarão aqui um papel central.