Scielo RSS <![CDATA[Economia Global e Gestão]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0873-744420080002&lang=pt vol. 13 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Que fazer do «Consenso de Washington»? </b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>SA & LW </b>: <b>O flagelo das armas ligeiras</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As armas ligeiras constituem um dos principais instrumentos das violações dos direitos humanos que afectam grande parte das sociedades contemporâneas. A proliferação, a disponibilidade generalizada e o uso indevido das armas ligeiras estão na origem da insegurança, da violência, do sofrimento e da pobreza provocados pelo crime organizado ou não organizado, pelo terrorismo e pelas guerras civis.Neste artigo procura-se mostrar que os esforços desenvolvidos pela comunidade internacional no sentido de regulamentar a produção e o comércio das armas ligeiras a nível internacional não têm sido devidamente acompanhados pelos Estados. Como resultado, tem-se assistido a um aumento da proliferação e do uso indevido das armas ligeiras que, nalguns países industrializados, Portugal incluído, tem levado ao aumento da insegurança, da violência e do crime e, nalguns países em desenvolvimento, além destes problemas, tem contribuído para alimentar conflitos armados que afectam largas camadas das suas populações.<hr/>SA & LW are common and powerful instruments used in violation of human rights around the world. Proliferation, availability and undue use of SA & LW are responsible for the high levels of insecurity, violence, suffering and poverty induced by crime, organized or not, terrorism and civil wars.In this article, we try to show that the efforts made by the international community to regulate the production and trade of SA & LW have little support at the states level. As a result, we have been witnessing the rise of the proliferation and of the undue use of SA & LW. In some industrialized countries, Portugal included, these are causes of rising insecurity, violence and crime and in some developing countries also affected by these problems, are common sources of armed conflicts. <![CDATA[<b>Parcerias público-privadas em Angola</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As Parcerias Público Privadas (PPP’s) constituem um instrumento de desenvolvimento económico especialmente adaptado para países como Angola com necessidades de implementação acelerada de infra-estruturas - transportes, energia, água e ambiente.No entanto, na actual fase de desenvolvimento de Angola, as PPP’s podem ser utilizadas com sucesso em outras áreas de intervenção menos comuns, tais como na área cultural, social e na transferência de tecnologia. As PPP’s podem ser de vários tipos e apresentarem diferentes enquadramentos legais, com diferentes níveis de envolvimento das entidades públicas, de risco, e de opções de financiamento. A utilização destes diferentes tipos de instrumentos deverá ser adaptada aos objectivos e características dos sectores em que se aplicam. No presente artigo analisar-se-ão os diferentes tipos de PPP’s, o seu quadro legal de referência e a sua aplicabilidade a diferentes projectos em diferentes áreas de desenvolvimento, em Angola.<hr/>Public Private Partnerships (PPPs) are an important tool particularly useful in infrastructure development projects, related with transportation, energy, water and environment. This tool is especially relevant in countries like Angola, requiring an accelerated path for its infrastructure implementation. However PPPs can also be used in a large number of different areas like technology transfer, cultural, health and social activities, having equal relevance in Angola. PPPs can have several configurations not only from an economical, but also from a legal perspective, requiring different private and public bodies involvement, risk and financial options.The use of these different models should be matched with the type of the project where they will be applied.This paper will evaluate the different types of PPPs regarding their legal and economic configuration and their ability to be used on the development of different sectors in Angola. <![CDATA[<b>O desempenho social das instituições de microfinanças em Moçambique </b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As microfinanças são um instrumento de superação das restrições financeiras e correlativas dos mais carenciados, para que as suas capacidades se possam desenvolver. Esta actividade de inclusão financeira deve ser sustentável e pode ser rentável. Inúmeros estudos foram efectuados sobre o impacto das microfinanças, ao nível local e dos indivíduos beneficiários, bem como sobre a sustentabilidade financeira dessas instituições. O presente estudo trata dum assunto pouco analisado: o desempenho social das instituições de microfinanças (IMFs), ou seja a sintonia entre a dimensão social da missão estratégica e a actuação concreta das IMFs. Para tal utilizámos o instrumento SPI - Social Performance Indicators, cedido pelo CERISE para avaliar o desempenho das instituições de microfinanças em Moçambique. A amostra é constituída por sete IMFs moçambicanas que representam 80% da carteira em Moçambique. Os resultados mostram uma grande concentração nas principais zonas urbanas e um desempenho social médio que carece de melhoria. Em comparação com os resultados internacionais a média Moçambicana é inferior.<hr/>The microfinances are an instrument to overcome the financial restrictions of low income people so that their capacities can be developed. This activity of financial inclusion must be sustainable and can be income-producing. There are several studies about the impact of the microfinances on the beneficiary individuals and about the financial sustainability of the microfinance institutions (IMFs). The present study deals with a non-common subject: the social performance of the IMF, that is with real implementation of the IMF's mission. For this we used the instrument SPI developed by CERISE to evaluate the performance of the IMFs in Mozambique. This results show a geographical concentration in the main towns and an average social performance that lacks improvement. In comparison with the international results Mozambican's average is lower. <![CDATA[<b>Transições e Metamorfoses </b>: <b>Um contributo para o debate sobre os desafios do sindicalismo no contexto das globalizações</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O sindicalismo consolidou-se durante a industrialização e o fordismo, no seio de relações de emprego «normais», em contextos de expansão económica, proliferação de políticas keynesianas e de valorização do capital humano. Ora, os contextos têm vindo a mudar: as relações de emprego transformaram-se, o operário já não constitui a base principal de formação dos sindicatos nem das estruturas nacionais de emprego, os contextos favoráveis de social-democracia e de Estado--Providência estão em falência; e a abertura das economias ao mercado global alterou os padrões de competitividade transnacional, pulverizando muitos trabalhadores em individualização, fragilização e maior desemprego. Para sobreviverem nestes contextos e desempenharem um papel proeminente na governança global, os sindicatos necessitam de metamorfoses estratégicas nos seus objectivos e instrumentos de actuação. Pretende-se aqui reflectir a crise sindical, os desafios emergentes e as «utopias criativas» de revitalização sindical.<hr/>The trade unionism was strengthened during industrialization and Fordism, within “normal” employment relations, in contexts of economic expansion, proliferation of Keynesian policies and enhancement of human capital. However, the contexts have been changing: the employment relations have been transformed, the typical worker (factories) is no longer the main basis of formation of trade unions nor of the national structures of employment, the favourable contexts of social democracy and welfare state are in crisis, and the opening of economies to the global market changed the patterns of transnational competitiveness spreading many workers in individualization, vulnerability and higher unemployment. To survive in these contexts and play a prominent role in global governance, trade unions need a metamorphosis in their strategic objectives and instruments of action. It is intended here to reflect the union crisis, the emerging challenges and the “creative utopias” for union revitalization. <![CDATA[<b>Utilização ineficiente de recursos. O sector pesqueiro numa perspectiva de anti-comuns</b>: <b>O problema da aquacultura</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Anti-Commons Theory is a very recent development in the area of property rights. It intends to explain why an “anti-commons” emerges and why resources may be prone to underuse. In an anti-commons situation there are too many exclusion rights that lead to the under--use of resources. In Portugal, too many people (and institutions) have been involved in the approval processes of aquaculture projects. They may be involved in reaching a decision about the approval of a project which gives rise to the under-utilization of the resources promoters aimed to exploit. In fact, it takes so long to approve a project that the time required for its implementation is excessively delayed.<hr/>A Teoria dos Anti-Comuns constitui um desenvolvimento muito recente na área dos direitos de propriedade. Pretende explicar a emergência de anti-comuns e por que os recursos tem tendência a serem subutilizados. Numa situação de anti-comuns há excessivos direitos de exclusão que conduzem à subutilização de recursos. Em Portugal, demasiadas individualidades (e instituições) têm estado envolvidas em processos de aprovação de projectos de aquacultura. Podem estar empenhadas em chegar a uma decisão que conduza à subutilização dos recursos que os promotores pretendem explorar. De facto, o tempo dispendido na aprovação do projecto é tão longo que a sua implementação acaba por ser excessivamente retardada. <![CDATA[<b>O cálculo do custo do capital nas decisões de investimento em activos reais em Portugal</b>: <b>uma análise empírica</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o presente trabalho pretende-se, de um ponto de vista empírico, analisar a extensão e a profundidade com que os conceitos e procedimentos recomendados pela teoria financeira, relativos ao cálculo do custo do capital, no âmbito da avaliação das decisões de investimento, são aplicados nas médias e grandes empresas portuguesas. Efectuamos uma breve revisão da literatura sobre as práticas recomendadas pela teoria financeira no cálculo e aplicação do custo do capital às decisões de investimento em activos reais e referimos os resultados dos estudos empíricos efectuados sobre esta temática. Descrevemos depois a metodologia utilizada no inquérito efectuado às mil maiores empresas não financeiras de Portugal e iremos analisar os resultados obtidos.<hr/>This paper attempts to analyse how the recommended theoretical concepts and procedures regarding the use of the cost of capital in investment analysis are applied in medium and large businesses in Portugal. We present a brief revision of literature about the conceptual aspects and the empirical studies carried out to date. We used a questionnaire that was carried out on the one thousand largest non-financial companies in Portugal, and then we present results about practices of surveyed firms regarding the use of the cost of capital and compare them to the literature main conclusions. <![CDATA[<b>A desigualdade salarial entre gestores de topo masculinos e femininos</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper studies gender wage differentials among top managers in the Portuguese economy. The objective is to investigate whether men and women within the same occupational group, with relatively high levels of human capital, and who are evaluated basically on their performance, are treated unequally in relation to pay. The Oaxaca wage decomposition method is used, relying on micro data from the Quadros de Pessoal (QP). The main findings indicate that a substantial portion of the wage gap between male and female top managers is potentially due to wage discrimination.<hr/>Este trabalho analisa a desigualdade salarial entre homens e mulheres que exercem cargos de chefia de topo em Portugal. O objectivo é de investigar se homens e mulheres inseridos no mesmo grupo ocupacional, dotados de níveis de capital humano elevados, e que são avaliados com base no seu desempenho, são tratados de forma distinta em relação aos seus salários. Baseado em dados dos Quadros de Pessoal (QP), o presente estudo emprega a metodologia de decomposição salarial de Oaxaca. Os principais resultados revelam que uma porção substancial das disparidades salariais entre os dois grupos de gestores resulta potencialmente da discriminação salarial. <![CDATA[<b>Portugal nas Transições</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper studies gender wage differentials among top managers in the Portuguese economy. The objective is to investigate whether men and women within the same occupational group, with relatively high levels of human capital, and who are evaluated basically on their performance, are treated unequally in relation to pay. The Oaxaca wage decomposition method is used, relying on micro data from the Quadros de Pessoal (QP). The main findings indicate that a substantial portion of the wage gap between male and female top managers is potentially due to wage discrimination.<hr/>Este trabalho analisa a desigualdade salarial entre homens e mulheres que exercem cargos de chefia de topo em Portugal. O objectivo é de investigar se homens e mulheres inseridos no mesmo grupo ocupacional, dotados de níveis de capital humano elevados, e que são avaliados com base no seu desempenho, são tratados de forma distinta em relação aos seus salários. Baseado em dados dos Quadros de Pessoal (QP), o presente estudo emprega a metodologia de decomposição salarial de Oaxaca. Os principais resultados revelam que uma porção substancial das disparidades salariais entre os dois grupos de gestores resulta potencialmente da discriminação salarial.