Scielo RSS <![CDATA[Economia Global e Gestão]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0873-744420080001&lang=pt vol. 13 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Entre «esta» e «outra» globalização</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>The two oldest matrixes of world discoveries</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>O investimento directo do estrangeiro em Portugal</b> <b>Uma perspectiva histórica</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo faz parte de uma investigação sobre a internacionalização da economia portuguesa. O seu objectivo é o de analisar o Investimento Directo do Exterior (IDE) em Portugal numa perspectiva histórica. Para tal, foram utilizados estudos anteriores sobre o IDE e analisados dados publicados pelo ICEP, Banco de Portugal e Instituto Nacional de Estatística sobre o investimento internacional em Portugal. O artigo propõe seis fases históricas para o IDE em Portugal, de acordo com o enquadramento nacional e internacional e, na última secção, são feitas algumas considerações sobre a perspectiva futura do IDE.<hr/>The article is part of an on-going research about the internationalisation of the Portuguese economy. It aims at analyzing Foreign Direct Investment (FDI) in Portugal from a historical perspective. The data was gathered from secondary information published by ICEP, Bank of Portugal and Instituto Nacional de Estatística as well as from previous studies about FDI in Portugal. The article proposes six historical phases for FDI in Portugal in agreement with the national and international framework. In the last section some considerations are made about the future perspective of FDI. <![CDATA[<b>O uso da econometria na cooperação internacional</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As análises de regressão são o principal instrumental da Econometria para medir ou estimar relações entre variáveis que constituem a essência da teoria económica. Esta técnica básica para os economistas revela-se, porém, complexa e de contornos pouco claros, no entender de vários especialistas em Cooperação para o Desenvolvimento com diferente formação de base. Nesta linha, o presente trabalho visa descrever em termos acessíveis a leigos a metodologia econométrica utilizada nos estudos de avaliação macroeconómica da contribuição da ajuda internacional no crescimento económico dos países em desenvolvimento.<hr/>Regression analyses are the main instrumental of Econometrics to measure or estimate relations between variables that constitute the essence of economic theory. This basic technique for economists is however complex and of blurred forms, according to several specialists in Development Co-operation that have a different background. In light of this, the present article aims to describe in accessible terms to a lay person the econometric methodology used in macroeconomic evaluation studies of the impact of international aid on the economic growth of developing countries. <![CDATA[<b>Moçambique na geoeconomia do gás natural</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O principal objectivo deste artigo é estudar o projecto de gás natural de Pande & Temane e avaliar as perspectivas de desenvolvimento do sector do Oil & Gas em Moçambique que, nos últimos anos, foi objecto de substanciais transformações institucionais. Sublinha-se a influência que a evolução dos preços mundiais do gás natural e das inovações tecnológicas entretanto ocorridas no sector tiveram na determinação do volume das reservas disponíveis e na formulação das estratégias dos protagonistas. Sustenta-se que uma utilização adequada das receitas da exploração do gás natural em Moçambique deveria constituir um poderoso factor de apoio ao desenvolvimento económico e social do país.<hr/>The main purpose of this article is to study the natural gas project of Pande & Temane and to assess the perspectives of development of the Oil & Gas sector in Mozambique that in recent years has been the subject of a deep institutional transformation. The rise of the world prices of the natural gas and the evolution of the level of technical innovation in the sector are presented as major factors influencing the determination of the volume of reserves available and the formulation of the strategies of the stakeholders. It is stressed that a proper use of the financial resources resulting from the exploration of the natural gas in Mozambique should be a powerful contribution to the economic and social development of the country. <![CDATA[<b>Factores determinantes da internacionalização das redes de «franchising» ibéricas</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O franchising tem-se tornado, provavelmente, na força mais impulsionadora da globalização das empresas de serviços. Existem, contudo, poucos estudos empíricos que explicam a internacionalização dos sistemas de franchise. Com base nos trabalhos de investigação existentes, assim como na teoria da agência e na teoria do recurso, elaborámos um modelo teórico que validámos empiricamente. Este modelo incorpora de forma articulada variáveis internas e externas à empresa e variáveis motivacionais e procura explicar a tomada de decisão sobre a internacionalização por parte das empresas de franchising ibéricas. Podemos constatar, por um lado, que algumas variáveis internas como a «idade da rede», a «dimensão» e a «dispersão» são particularmente importantes para a internacionalização e são independentes do risco. Por outro lado, a variável interna «vínculo», as variáveis externas e as de motivação são também importantes e estão muito associadas ao factor risco.<hr/>Franchising has become probably the main strength for the companies’ globalization in the services sector. However, there are not many empirical studies explaining the internationalization of franchising companies. If we take into account the research studies in this area and if we consider the Agency Theory and the Resource Theory, we can create a theoretical model that can be empirically tested. Our model includes several variables which are articulated, some internal and some external to the company, and it intends to explain why Iberian companies decide to go to foreign markets. Particularly, we can show that there are some important internal variables for internationalization (such as “age of network”, “dimension” and “dispersion”) and that they are independent of risk. Internal variable “bond” and external and motivational variables are also important. However, they are connected to the risk factor of internationalization. <![CDATA[<b>A oferta das empresas e a competitividade dos destinos turísticos</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho tem como principal objectivo abordar a competitividade dos destinos turístico a partir da oferta das empresas e das acções estratégicas dos poderes públicos. A metodologia adoptada assenta na revisão bibliográfica, com recurso a conceitos e a modelos de competitividade aplicáveis aos destinos turísticos. Foram divulgados alguns resultados de um trabalho empírico, aplicado a 415 empresas portuguesas, relativamente à competitividade e atractividade de Portugal enquanto destino turístico. Os resultados obtidos apontam para alguma prudência no que respeita a um crescimento excessivo de turistas, de tipo quantitativo, tendo-se concluído que a aposta deve ser feita na qualidade da oferta no seu conjunto, por forma a valorizar e preservar os recursos turísticos existentes. As acções estratégicas resultam de parcerias entre os vários stakeholders.<hr/>The main goal is to study the tourism destinations competitiveness, in terms of enterprises supply and the National Tourism Organizations strategy. The methodology includes bibliographic references, the concepts and competitiveness models support, in tourism destinations. Some empirical results of 415 portuguese enterprises were published, as concerns the attractiveness and competitiveness of Portugal, as tourism destination. The results suggest some prudence to avoid increasing and excessive mass tourism, and we had concluded that the main challenge is the quality of the supply, as a whole, in order to value and preserve the existent tourism resources. The strategic actions had resulted by partnerships among the different stakeholders. <![CDATA[<b>O factor cliente como determinante estratégico</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste estudo iremos abordar a relevância do cliente na preocupação estratégica da empresa. O que representa o cliente, qual o valor da sua força, como deve ser considerado, que implicações tem para a estratégia e para a política de empresa. Qual é a equação do cliente? Nesse sentido, temos de colocar a raiz do pensamento na estratégia de marketing, onde se deverá localizar a consideração do cliente. O cliente é, efectivamente, um importante determinante estratégico na indústria financeira. O Factor Cliente, face às características da indústria, é um factor importante que condiciona e orienta a decisão estratégica e todo o processo de gestão estratégica. Essa influência do Factor Cliente manifesta-se, neste caso, não tanto pela existência de um efectivo poder de influência directa do cliente na orientação estratégica, mas porque ele é o factor de diferenciação na actividade, perante a relevância da rivalidade interna na indústria.<hr/>In this essay we’ll study what is the relevance of the customer in the strategic concern of the company. What does the customer represents, what is the value of his force, how must he be considered, and what kind of implications does he have in the strategy and in the policies of the company. Which is the customer equation? Thus, we have to place our mindset in the marketing strategy. The customer is, indeed, an important strategic determinant in the financial industry, the Customer Factor is an important factor that determines and guides the strategic decision and the whole process of strategic management, and this influence of the Customer Factor reveals itself, not because of a direct influence of the customer in the strategic orientation, but because, considering the internal rivalry in the industry, he is the differentiation factor in the business. <![CDATA[<b>O estado da alterglobalização em Portugal</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O Fórum Social Mundial é o expoente máximo do encontro mundial da diversidade social e cultural. É um local onde os movimentos sociais e as Organizações Não Governamentais podem, ao mesmo tempo, dar a conhecer as suas lutas nacionais e regionais por uma globalização solidária e estabelecer ligações. Em Portugal, a alterglobalização ainda não atingiu a significação de movimento social, porque não se passou da função crítica das manifestações ao seu possível significado positivo.<hr/>The World Social Forum stands for the peak of world’s social and cultural diversity meeting. It is a place where social movements and Non Governmental Organizations may, at the same time, spread their national and regional struggles for a solidary globalisation and make connections. In Portugal, the «alterglobalisation» still has not reached the status of a social movement, due to the fact that it is yet at the stage of criticising through public demonstrations instead of pointing out positive aspects. <![CDATA[<b>Evolução recente da situação social no Brasil</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442008000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O Fórum Social Mundial é o expoente máximo do encontro mundial da diversidade social e cultural. É um local onde os movimentos sociais e as Organizações Não Governamentais podem, ao mesmo tempo, dar a conhecer as suas lutas nacionais e regionais por uma globalização solidária e estabelecer ligações. Em Portugal, a alterglobalização ainda não atingiu a significação de movimento social, porque não se passou da função crítica das manifestações ao seu possível significado positivo.<hr/>The World Social Forum stands for the peak of world’s social and cultural diversity meeting. It is a place where social movements and Non Governmental Organizations may, at the same time, spread their national and regional struggles for a solidary globalisation and make connections. In Portugal, the «alterglobalisation» still has not reached the status of a social movement, due to the fact that it is yet at the stage of criticising through public demonstrations instead of pointing out positive aspects.