Scielo RSS <![CDATA[Análise Psicológica]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0870-823120160002&lang=pt vol. 34 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>O estilo de reminiscência nas interações mãe-criança e pai-criança</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nas últimas décadas, a investigação na área da reminiscência adulto-criança tem-se debruçado, essencialmente, sobre a forma como as mães conversam sobre eventos passados com os seus filhos. Contudo, mais recentemente, os investigadores têm procurado compreender a importância do pai no desenvolvimento da comunicação infantil. O presente estudo explora as diferenças do estilo de reminiscência nas díades mãe-criança e pai-criança, em função do sexo desta. Participaram 79 crianças portuguesas (40 raparigas e 39 rapazes), com uma média de 56.93 meses de idade, e respectivas figuras parentais (mãe, n=75 e pai, n=57), 53 destas tinham dados com as díades mãe e pai. As díades participaram separadamente, numa tarefa de reminiscência sobre três eventos passados partilhados. Investigadores independentes transcreveram as conversas e cotaram o estilo de reminiscência dos pais, das mães e da criança. Os resultados evidenciam que tanto os pais, como as mães não diferem grandemente na forma como falam do passado com as crianças, no entanto as mães utilizam um discurso mais repetitivo do que os pais. As crianças apresentam uma tendência para falar mais com os pais, do que com as mães, independentemente do sexo. Estes dados reforçam a importância do papel do pai como agente de socialização, desde os primeiros anos, promotor da comunicação da criança com o mundo exterior.<hr/>In the last decades, research in the area of adult-child reminiscence has addressed essentially the way mothers talk about past events with their children. However, more recently, researchers have sought to understand the importance of fathers in the development of child communication. This study explores the differences of reminiscing style of mother-child and father-child dyads, according to sex of the child. 79 Portuguese preschool children (40 girls and 39 boys), with an average of 56.93 months, and their parental figures participated (mother, n=75 and father, n=57). 53 of those had data for both mother and father dyads. The dyads participated separately in a reminiscing task about three past shared events. Independent researchers transcribed the conversations and quoted the reminiscing style of fathers, mothers and children. The results show that both parents are similar in how they talk about the past with their children, however the mothers use a speech more repetitive than fathers. Children have a tendency to talk more with fathers than with mothers, regardless of gender. These data reinforce the importance of the father’s role as a socializing agent, from early years, promoting the child’s communication with the outside world. <![CDATA[<b>Síndrome de <i>burnout</i> e valores humanos em professores da rede pública estadual da cidade de João Pessoa</b>: <b>Um estudo correlacional</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A síndrome de burnout é uma reação ao estresse crônico vivenciado no trabalho. Apresenta três dimensões: Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional. Valores são categorias de orientação consideradas como desejáveis, baseadas nas necessidades humanas, variando quanto a sua magnitude e seus elementos definidores. A pesquisa teve como objetivo verificar a relação entre as dimensões da síndrome de burnout e os valores humanos dos professores da rede pública estadual da cidade de João Pessoa - PB. Participaram 220 professores do ensino médio que responderam a escala Maslach Burnout Inventory - MBI (versão ED), o Questionário de Valores Humanos e uma Ficha Sociodemográfica. Foram realizadas análises estatísticas descritivas, prova de correlação de Pearson e análise de regressão linear múltipla. A subfunção Normativa foi a que mais apresentou correlações com as dimensões do burnout, especialmente tradição e obediência se mostraram valores importantes para a diminuição do distanciamento afetivo interpessoal e para o alívio do esgotamento emocional. Verificou-se a importância de se fomentar os valores centrais e pessoais para promover a sensação de realização profissional.<hr/>The burnout syndrome is a reaction to chronic stress experienced at work. It presents three dimensions: Emotional Exhaustion, Depersonalization and Professional Achievement. Values are categories of orientation considered desirable, based on human needs and the preconditions to satisfy them, can vary as to their magnitude and the elements defined. The research verified the relationship between the dimensions of burnout syndrome and human values of the teachers of the public schools of the city of João Pessoa - PB. Participated 220 teachers who responded to the scale of the Maslach Burnout Inventory - MBI (ED version), the Questionnaire of Human Values and Sociodemographic Data. Were performed descriptive statistics analysis, Pearson’s correlations and linear regression analyses. The subfunction Normative was that showed correlations with the dimensions of burnout, especially tradition and obedience are very important values to decrease interpersonal emotional detachment and for the relief of emotional exhaustion. There was the importance of promoting the central and personal values to the feeling of professional achievement. <![CDATA[<b>Entre os <i>sentidos </i>atribuídos à colaboração e a possibilidade de mudança</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Dada a importância das representações na vida dos indivíduos e, particularmente, enquanto influenciadoras da ação didática docente, desenvolveu-se um estudo no âmbito da formação inicial deste grupo profissional. A finalidade era compreender as dinâmicas de influência entre as representações, a adoção de trabalho colaborativo e a possibilidade de mudança. Participaram seis estudantes (em dois grupos) de uma unidade curricular de um mestrado profissionalizante em Educação Pré-escolar e Ensino no 1º Ciclo do Ensino Básico de uma universidade portuguesa, no ano letivo de 2010/2011. Disponibilizou-se um questionário online no início do estudo e, no fim deste, os estudantes conceberam uma reflexão escrita individual sobre a vivência numa unidade curricular em que se promovia a colaboração, através de um fórum de discussão online. Neste artigo, pretendemos apresentar e discutir as representações destas duas fases do estudo. Os resultados apontam para a influência das representações sobre colaboração na adoção dessa modalidade de trabalho num fórum de discussão online. A possibilidade de mudança de representações surgiu posteriormente a essa experiência, nas reflexões escritas individuais analisadas. Daqui emergiram sugestões pedagógico-didáticas, para levar os estudantes a conceber estratégias/atividades didáticas colaborativamente. Algumas limitações deste estudo prenderam-se com duas plataformas utilizadas para alojar os fóruns de discussão online.<hr/>Since conceptions play a relevant role in people’s life, we developed a study on teacher training related to this idea. We intended to determine if and how they influence pedagogical action and interact with collaborative work and the need to change. In this didactic intervention underlying this study, took part six students organized in two teams attending a course included in a second cycle of studies within the Bologna Process focused on training early childhood educators and primary school teachers (University of Aveiro, Portugal - academic year 2010/2011). The students were invited to answer a questionnaire before the didactic intervention and to close it by writing an individual essay on the work they had done during the course, which promoted collaborative work and reflection through the participation in an online discussion forum. In this text, we present, compare and discuss the initial and final conceptions of these students. The results reveal that the initial conceptions on the role played by collaborative work on their professional lives influenced the interest the students attached to the participation on the online discussion forum. The individual written essays presented after the intervention disclosed a reflection on the need to change. This study allowed us to present some recommendations intended on helping the students to conceive didactic strategies/activities in a collaborative way. It was affected by problems related to the instability of the two platforms chosen to lodge the online discussion forum. <![CDATA[<b>Identificando os factores de influência da compra por impulso em adolescentes portugueses</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A compra por impulso tem sido uma área vastamente pesquisada, entretanto, raras investigações têm sido realizadas em Portugal e particularmente com o público adolescente. Este estudo teve o objectivo de identificar factores influenciadores da compra impulsiva (variáveis sociodemográficas, práticas sociais, variáveis de consumo, de influência grupal e valores). Participaram 238 adolescentes portugueses (117 rapazes e 121 raparigas, com idade média de 15.43 anos) da cidade de Maia, distrito de Porto. Os resultados mostram que o sexo de pertença não influência a compra por impulso, e que a frequência de visitas a centros comerciais por mês, o prazer nas compras, a importância atribuída à marca, a tendência a gastar mais na presença de amigos e o materialismo nas compras têm uma correlação positiva com a compra por impulso, enquanto os valores de bem-estar profissional apresentam uma relação negativa. Os resultados corroboram a literatura e contribuem para compreender melhor o comportamento de compra impulsiva em Portugal.<hr/>Impulse buying is an area widely studied, but research carried out in Portugal is scarce, in particular research conducted with adolescents. The objective of this study was to identify factors that influence impulse buying (socio-demographic variables, social practices, consumption variables, group influence, and values). The participants were 238 Portuguese adolescents (117 boys and 121 girls, aged, in average, 15.43 years) from the city of Maia, district of Porto. Results show that sex belongingness does not influence impulse buying and that the frequency of visits to shopping malls per month, the pleasure in shopping, the importance given to the brand, the tendency to spend more in the presence of friends, and materialism in shopping have a positive correlation with impulse buying, whereas the values of professional well-being present a negative relationship. Findings are in line with the literature and should contribute to understand better the phenomenon of impulse buying in Portugal. <![CDATA[<b>Estudo de adaptação e validação de uma escala de perceção de liderança ética para líderes portugueses</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os líderes influenciam o comportamento individual e organizacional, incluindo a sua dimensão ética, sendo igualmente influenciados pelas suas expectativas, interpretações e interações com os outros (Glynn & Jamerson, 2006; Kellerman, 2004). Frequentemente intervêm em diferentes contextos éticos, tornando difícil para as pessoas “boas” “tomarem boas decisões em situações más” (Glynn & Jamerson, 2006, p. 154). A liderança ética pode ser considerada como “a demonstração de conduta normativamente adequada através de ações pessoais e das relações interpessoais, assim como a promoção de tal conduta para os liderados através de uma comunicação bidireccional, reforço e tomada de decisão” (Brown, Treviño, & Harrison, 2005, p. 120). O estudo aqui apresentado teve como objectivo desenvolver uma escala de liderança ética (Hanges & Dickson, 2004) para líderes portugueses baseada na adaptação e validação da escala realizada por DeHoogh e Den Hartog (2008). Os resultados obtidos evidenciam qualidades psicométricas adequadas, e um valor elevado de consistência interna. As análises fatoriais exploratórias revelam uma estrutura que aponta para a existência, no total, de dois fatores para a escala definidos como Liderança Ética e Liderança Despótica. Importa, futuramente, realizar uma análise da estabilidade das escalas com outra amostra para se verificar aconsistência dos valores obtidos.<hr/>Leaders influence their organizations, including their ethical dimension, being likewise influenced by their expectations, interpretations and interactions regarding others, including their own followers (Glynn & Jamerson, 2006; Kellerman, 2004). They are often involved in different contexts, which makes it difficult for “good” people “to make good decisions in bad situations” (Glynn & Jamerson, 2006, p. 154). Ethical leadership can be regarded as “the demonstration of normatively appropriate conduct through personal actions and interpersonal relationships, in addition to the promotion of such conduct within followers through two-way communication, reinforcement, and decision making” (Brown, Treviño, & Harrison, 2005, p. 120). The present study aimed to adapt and validate the Hanges and Dickson (2004) scale of ethical leadership for Portuguese leaders based on the adaptation and validation of scale achieved by De Hoogh and Den Hartog (2008). The results show adequate psychometric qualities, with high internal consistency. Exploratory factor analysis reveals a structure that points to the existence of two factors: Ethical Leadership/Despotic Leadership. In the future, an analysis of the scale’s stability should be performed using new samples, in order to verify the consistency of our results in different contexts. <![CDATA[<b>Escala do controlo sociopolítico para Adolescentes</b>: <b>SPCS-Y</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo tem como intuito a adaptação e validação da Escala de Controlo Sociopolítico (SPCS-Y) a uma amostra de adolescentes. Participaram 393 estudantes do 8º e 9º anos de quatro escolas públicas da Região Norte de Portugal, distrito do Porto, com idades entre 13 e 14 anos. Realizou-se a Análise Fatorial Confirmatória para a validação dos dados. Num total de 17 itens, mantiveram-se 12 itens, distribuídos na mesma estrutura fatorial de dois fatores. As qualidades psicométricas do instrumento permitem-nos afirmar que a SPCS-Y é uma escala que evidencia validade e fiabilidade para avaliar as dimensões da liderança e controlo sociopolítico em adolescentes.<hr/>The aim of the study is the adaptation and validation of the Socio-political Control Scale (SPCS-Y) to a sample of adolescents. The number of participants was 393 students in 8th and 9th grades from four public schools in the Northern Region of Portugal, Oporto district. The participants were aged between 13 and 14 years. Confirmatory Factor Analysis was used for data validation. As a result of this analysis, 12 items were retained from a total of 17 items, distributed in the same factorial structure of two factors. The psychometric qualities of the instrument allow us to state that the SPCS-Y is a scale that shows the validity and reliability to assess the dimensions of leadership and socio-political control in adolescents. <![CDATA[<b>Adaptação da Escala de Empatia com Animais (EEA) para a população portuguesa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312016000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O interesse pelo estudo das relações entre humanos e animais tem vindo a crescer nos últimos anos, mas a empatia para com animais é um tema ainda recente na literatura, levando a uma maior necessidade de desenvolver instrumentos adequados para a medir. A Escala de Empatia para com Animais (EEA) é o instrumento mais utilizado, tendo por isso sido escolhido para o presente estudo. A EEA foi inicialmente traduzida para português, de seguida foi feita uma análise exploratória através do modelo de componentes principais (com 148 participantes) onde se obteve um modelo com dois componentes, os quais se denominaram de Ligação Emocional com Animais (LEA) e Preocupação Empática com os Animais (PEA). A estrutura do modelo foi reforçada com uma análise confirmatória (com 204 participantes). A estrutura final reporta um modelo bem ajustado, com um bom nível de consistência interna, tanto da escala global, como das suas subescalas. Foi encontrada uma correlação significativa e positiva entre a EEA e outra escala de empatia traço dirigida a humanos (Interpersonal Reactivity Index - IRI), o que veio reforçar a validade de constructo deste instrumento para a sua utilização no panorama nacional.<hr/>Within Psychology, there has been a growing interest in the study of human animal interactions. However, studies addressing human empathy towards non-human animals are still scarce, as are the instruments to measure it, and as of now there was none available for the Portuguese population. We chose the Animal Empathy Scale (AES), for being the most frequently used tool to measure empathy towards non-human animals. The exploratory and confirmatory factor analysis revealed a two-component structure, and the two new subscales were named Emotional Detachment and Animal Empathic Concern. Both the final scale and subscales structures showed a well-adjusted model with good levels of internal consistency. A significant correlation was found with a measure of empathy towards humans (Interpersonal Reactivity Index - IRI), strengthening the validity of this instrument as a useful tool to assess empathy toward animals in the Portuguese population.