Scielo RSS <![CDATA[Corrosão e Protecção de Materiais]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0870-116420130002&lang=pt vol. 32 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Ligas ni-co eletrodepositadas em aço inoxidável para elétrodos de supercondensadores</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642013000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The development of electric energy storage devices with high power density has become one of the most challenging research areas in a wide range of applications. In this context, electrochemical supercapacitors are attracting great attention due to their high potential density, fast charge-discharge cycles and high number of life cycles. In the present work, Ni-Co nanostructured films were produced by electrodeposition technique in order to form a porous dendritic structure with enhanced surface area. The electrochemical behaviour of the deposited films was studied by charge-discharge experiments. The Ni-Co dendritic films electrodeposited at current densities i1 = -4 mA cm-2 and i2 = -30 mA cm-2 display a specific capacitance of 215 F g-1. The capacitance loss is about 33 % after 6000 charge-discharge cycles.<hr/>O desenvolvimento de dispositivos de armazenagem de energia com elevada densidade de potência tornou-se numa área de investigação de grande interesse para um vasto campo de aplicações. Os supercondensadores eletroquímicos para além de elevada densidade de potência possuem tempos de carga e descarga reduzidos e elevado número de ciclos de vida. No presente trabalho, produziram-se filmes de Ni-Co nanoestruturados por eletrodeposição com uma estrutura dendrítica de elevada área superficial. O comportamento eletroquímico dos filmes depositados foi estudado através de ensaios de carga-descarga. Os filmes depositados a densidades de corrente i1= -4 mA cm-2 e i2= -30 mA cm-2 apresentaram um valor de capacidade específica de 215 F g-1. A perda de capacidade é de 33 % ao fim de 6000 ciclos de carga descarga. <![CDATA[<b>Estruturas de concreto carbonatado e contaminado com cloreto</b>: <b>a influência do molibdênio na corrosão de armadura de aço inoxidável</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642013000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper is a contribution to the understanding of the role of molybdenum (Mo) in the pitting corrosion resistance of stainless steels in concrete contaminated with chloride ions after its carbonation. For the study, samples of ferritic, austenitic and duplex stainless steels were produced in laboratory with controlled levels of molybdenum (Mo). Samples of theses steels were immersed in simulated carbonated and noncarbonated concrete pore solutions, both with the addition of 3.5 % of NaCl. Other samples were embedded in concrete that was later carbonated and immersed in NaCl solution. The performance of the steels in concrete was verified through corrosion potential monitoring (several months) followed by electrochemical experiments (anodic polarization). Finally, the optical and electronic microscopy techniques were used to analyze the corrosion attacked surfaces.<hr/>Este trabalho é uma contribuição ao estudo da influência do molibdênio (Mo) na resistência à corrosão por pite de aços inoxidáveis em concreto contaminado por íons cloreto, após a sua carbonatação. Para o estudo, amostras de aços inoxidáveis ferrítico, austenítico e dúplex foram preparadas em laboratório com níveis controlados de Mo. Amostras desses aços foram imersas em soluções alcalinas simulando água de poros de concreto carbonatado e não carbonatado, ambas com adição de 3,5 % de NaCl. Outras amostras foram embutidas em concreto, posteriormente carbonatado e imerso em solução de NaCl. O desempenho dos aços foi verificado pela monitorização do potencial de corrosão (vários meses), seguido de ensaios eletroquímicos como de polarização anodica. Finalmente, os microscópios óptico e eletrônico foram usados para analisar as superfícies das armaduras atacadas pela corrosão. <![CDATA[<b>Uma introdução à técnica svet</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642013000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo apresenta uma introdução à Técnica do Eléctrodo Vibrante de Varrimento (SVET). Começa por uma breve resenha histórica, seguida da descrição do princípio de funcionamento, exemplos da aplicação a casos de corrosão, alguns cálculos possíveis, limitações, instrumentação, detalhes experimentais e exemplos da sua associação a outras técnicas electroquímicas.<hr/>This paper presents an introduction to the SVET (Scanning Vibrating Electrode Technique). It starts with a brief historical account, followed by the operating principle, examples of application to corrosion, possible calculations, limitations, instrumentation, technical details and examples of its association with other electrochemical techniques.