Scielo RSS <![CDATA[Corrosão e Protecção de Materiais]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0870-116420090002&lang=pt vol. 28 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Micro-Sensores Potenciométricos e Amperométricos para o Estudo da Corrosão</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642009000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apresentam-se exemplos da aplicação de micro-sensores potenciométricos e amperométricos para estudos de corrosão. Resume-se a base teórica de cada técnica, comparam-se as suas vantagens e limitações e discute-se as potencialidades para estudos no domínio da corrosão.<hr/>The use of potentiometric and amperometric micro-sensors for studies in corrosion is illustrated. A brief theoretical background of each technique is presented, the advantages and limitations are compared and the potentialities for studies in the corrosion field are discussed. <![CDATA[<b>Influência do acabamento superficial no comportamento electroquímico dos aços DIN 1.4404 e DIN 1.4410</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642009000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt It is well known that the breakdown potential (Eb) and the open circuit potential (Eocp) are important parameters to evaluate the resistance of metallic materials against corrosion. Nevertheless, the literature presents scattered values of these parameters for stainless steels (SS). Many factors may contribute to this dispersion of published Eb and Eocp values. It has been proposed that the finishing and/or final treatment of the surface is one of those factors. To address this question, the influence of the surface finishing on the average roughness (Ra), residual stress (t) and electrochemical behaviour of DIN 1.4404 and DIN 1.4410 have been considered. Samples from both steels were prepared with different finishing degrees with SiC paper. Roughness, residual stress and electrochemical tests were performed on samples with various surface finishing. Electrochemical studies were conducted in an Avesta cell and steel electrodes immersed in 1 M NaCl or 0.5 M MgCl2 aqueous solutions. We found that when steels are immersed in sodium chloride or magnesium chloride aqueous solutions there is no significant change in the variation of the Eocp and Eb values as the average roughness increases and therefore we can conclude that these parameters are not affected by the final treatment or by the solution composition.<hr/>É do conhecimento geral que os valores do potencial de ruptura da passivação (Eb) e do potencial em circuito aberto (Eocp) são parâmetros importantes para avaliar a resistência à corrosão dos materiais metálicos. Contudo, pelo menos no que se refere a aços inoxidáveis a literatura apresenta resultados muito divergentes. Vários factores poderão contribuir para a referida diversidade de valores, entre eles, o acabamento ou tratamento final da superfície. Este estudo pretende avaliar a influência do acabamento superficial na rugosidade média (Ra), tensão residual (t) e resposta electroquímica dos aços em estudo. De modo a serem atingidos os objectivos foram preparadas amostras de ambos os aços com diferentes acabamentos com lixas de SiC, sendo efectuadas medidas de rugosidade, de tensão residual e realizados ensaios electroquímicos de polarização potenciodinâmica. Os ensaios electroquímicos foram realizados na célula Avesta com amostras de ambos os aços com diferentes acabamentos superficiais, em soluções aquosas de NaCl 1 M e MgCl2 0,5 M. Das medidas efectuadas conclui-se que não há uma variação significativa nos valores de Eocp e Eb com o aumento da rugosidade média para os dois aços em estudo, tanto no meio de cloreto de sódio como no meio de cloreto de magnésio. Pelo que se conclui que o tratamento final e composição da solução, no que se refere ao catião, não afectam significativamente os parâmetros electroquímicos. <![CDATA[<b>Desempenho anticorrosivo de esquemas de pintura com tintas primárias em pó pigmentadas com zinco</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-11642009000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt No presente trabalho, apresentam-se os resultados de um estudo cujo objetivo foi avaliar o desempenho à corrosão de esquemas de pintura, contendo tintas primárias em pó pigmentadas com zinco, em comparação com o de esquemas tradicionais com tintas primárias ricas em zinco à base de solventes orgânicos. O estudo envolveu não só a realização de ensaios nos esquemas de pintura, mas também a avaliação isolada de tintas primárias pigmentadas com pó de zinco, a qual foi feita com base nos resultados de ensaios eletroquímicos e de resistência à corrosão, sob diferentes condições de exposição e agressividade.<hr/>This work shows the results of a study in which its aim was to evaluate the anticorrosive performance of paint systems, containing zinc dust pigmented powder primers and to compare such performance to the one presented by traditional paint systems containing zinc rich primers. The study concerned not only the accomplishment of tests with the paint systems, but also the individual evaluation of the primers pigmented with zinc dust powder. Electrochemical and corrosion resistance tests were carried out under different conditions of exposure and aggressiveness.