Scielo RSS <![CDATA[Revista Diacrítica]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0807-896720160001&lang=es vol. 30 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Deviations in graphematic representation by learners of Portuguese L2 in East Timor</b>: <b>the case of fricatives</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100001&lng=es&nrm=iso&tlng=es A análise de um corpus de produções escritas por uma amostra de informantes selecionada - um grupo de Professores do Ensino Secundário Técnico-Vocacional de Timor-Leste - permitiu perceber que a representação grafemática das consoantes fricativas se afigura como a área mais sensível no domínio do sistema consonântico do Português Europeu que, neste contexto de plurilinguismo e de contacto de línguas, se assume como Língua Oficial e L2 para a maioria dos timorenses. Nesta conformidade, este artigo visa não só proceder ao levantamento dos desvios na representação da relação grafema/fonema mas também determinar as eventuais causas que possam estar na sua origem.<hr/>The analysis of a corpus of written texts produced by a sample of selected informants - a group of Secondary Technical and Vocational School Teachers of East Timor - allowed us to realize that the graphematic representation of fricatives appears to be the most sensitive area in the consonant system of European Portuguese, in this context of multilingualism and language contact, where it is both the official language and L2 for most Timorese. Accordingly, this article aims not only to survey the deviations in the representation of the grapheme/phoneme relation but also to determine their causes. <![CDATA[<b>Corpus-based approach in cognitive semantics studies</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100002&lng=es&nrm=iso&tlng=es Cognitive Semantics studies can provide the connection between linguistic and conceptual models of the world. Language is seen as the means of accessing mental processes in speaker's mind and, more broadly, the worldview and culture of a language community. However, research methods used in Cognitive Semantics studies rely on introspection, and linguists call for incorporation of more objective empirical quantitative methods. These requirements can be met by using corpora. Corpus-based studies involve looking at frequency and usage patterns to make generalizations about norms of language use. Taking up this approach, cognitive linguists would be able to look into non-elicited language data on large scale to reach conclusions about cognitive patterns of a language community. This paper describes how corpus-based approach can be used in Cognitive Semantics research.<hr/>A semântica cognitiva pode fornecer o elo de ligação entre os modelos linguísticos e concetuais do mundo. A língua é uma via de acesso aos processos mentais que se desenrolam na mente do falante e, mais genericamente, à visão do mundo e à cultura de uma comunidade linguística. No entanto, os métodos de investigação da semântica cognitiva baseiam-se na introspeção, embora se reconheça a necessidade de aplicar métodos quantitativos empíricos mais objetivos. A solução poderá residir na utilização de corpora. Os estudos baseados em corpora analisam padrões de frequência e de uso para fazer generalizações sobre as normas de uso da língua. A adotar esta abordagem, os linguistas cognitivos passariam a dispor de uma grande quantidade de dados não-elicitados, que lhes permitiria identificar os padrões cognitivos de uma comunidade linguística. Este artigo explica de que forma a metodologia da linguística de corpus pode ser aplicada à investigação em semântica cognitiva. <![CDATA[<b>The textual argumentative sequences in the genre "reader comments" from folha de são paulo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100003&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo tem por objetivo estudar as sequências textuais argumentativas no gênero de discurso "comentário do leitor", publicado diariamente no jornal Folha de São Paulo na secção Painel do Leitor. Fundamentamos nossas análises sobre os aspectos teóricos da Análise Textual dos Discursos (ATD), em especial, os estudos realizados por Jean-Michel Adam acerca das sequências argumentativas em seu princípio dialógico. Visamos a considerar este princípio não só no plano textual de cada amostra selecionada, mas, mormente, na situação de comunicação que a instância jornalística instaura ao dispor, no jornal, três comentários de leitores sobre o mesmo tema. Consideramos que essa estratégia tem por escopo instaurar um debate mais amplo atinente à questão da polarização partidária e da divisão do país decorrente do cenário político instaurado.<hr/>This article aims to study the textual argumentative sequences in the genre ‘reader comments discourse', published daily in the newspaper Folha de São Paulo in the Letters addressed to the Editor section. We base our analysis on the theoretical aspects of Textual Analysis of Discourses (TAD), in particular, studies by Jean-Michel Adam about argumentative sequences in view of the dialogic principle. We intend to consider within this principle not only the textual plan for each selected sample, but, especially the situation of communication that the journalistic instance render available, in the newspaper via, three comments from readers on the sameis topic. We believe that this strategy has the purpose to establish a broader debate regardings the issue of partisan polarization and division of the country as a consequence, of the political scene established. <![CDATA[<b>Research on speech intelligibility and its relevance for teaching english pronunciation</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100004&lng=es&nrm=iso&tlng=es Com base nas necessidades e objetivos dos aprendizes de inglês como língua estrangeira e em estudos anteriores acerca do tema, este estudo visa a relacionar resultados de pesquisa em inteligibilidade com o ensino de pronúncia. Por meio de gravações de quatro rodas de conversa entre falantes brasileiros e ouvintes nativos de língua inglesa, com e sem familiaridade com a língua portuguesa, e da análise de questionários respondidos pelos ouvintes, investigou-se e confirmou-se a relevância da familiaridade do ouvinte com a língua materna do seu interlocutor. Além disso, verificou-se que a exposição a diferentes sotaques do inglês é uma variável que, de acordo com a percepção dos ouvintes, facilita a interação.<hr/>Based on the EFL learners' needs and objectives and on previous studies regarding the theme, this study aims at relating research findings on intelligibility and pronunciation teaching. The data involves free conversations between Brazilian English learners and American listeners, both familiar and not familiar with Brazilian Portuguese, and the analysis of questionnaires answered by the listeners. The results confirm that the listeners' familiarity with the speakers' mother tongue is a relevant variable. Furthermore, it was verified that the exposure to different English accents is a variable which, according to the listeners' perception, facilitates interaction. <![CDATA[<b>The configuration of Grammar teaching in Portuguese language textbooks of the 9<sup>th</sup> grade</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100005&lng=es&nrm=iso&tlng=es Em 2012, os textos programáticos de Português adotaram o termo "gramática" para designar a área do conhecimento explícito da língua. Esta mudança de designação desse domínio central do ensino do Português sugere um reforço do conhecimento linguístico formal. Assim, aprender gramática significará conhecer melhor uma dada língua natural, utilizando esses conhecimentos na melhoria das habilidades comunicativas do falante. Na sequência desses textos oficiais,foi também concretizada a publicação(desde 2013) de novos manuais escolares de Português para o Ensino Básico, que terão incorporado algumas alterações. É a partir desta hipótese inicial que se desenvolve a discussão deste ensaio: investigar, primeiro em teoria, como se redefine a natureza da gramática na escola, para, de seguida, numa análise empírica, verificar se alguns livros de Português do 9.º ano concebem novas atividades de aprendizagem da gramática, tendo por base metodologias de ensino inovadoras.<hr/>In 2012, Portuguese language syllabi adopted the term "grammar" in order to refer to language awareness. This change of terminology for a central area of Portuguese language teaching suggests a reinforcement of formal linguistic knowledge. Thus, learning grammar will mean not only a better knowledge of a given natural language, but also making use of that knowledge for the improvement of the communicative skills of speakers. As a consequence of the official guidelines, since 2013 new Portuguese language textbooks have been adopted for Primary Education which may already have introduced some modifications. It is from this assumption that the aim of this paper develops, first in a theoretical way, to establish how the nature of grammar is redefined at school and, then, by means of an empirical analysis, to check if 9th grade textbooks conceive new activities for grammar learning, by the implementation of innovative teaching methodologies. <![CDATA[<b>Longitudinal study of spelling proficiency in 2nd and 4th grades</b>: <b>the phonological structures /e/, /eI/ and /oU/</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100006&lng=es&nrm=iso&tlng=es O domínio da ortografia pode ser obtido mediante o aprofundamento do conhecimento da língua pela criança. Esse processo desenvolve-se em etapas sucessivas e implica a estimulação de competências a partir de diferentes tarefas. As crianças com bom domínio dos contrastes e da manipulação dos sons da língua não possuem sempre um melhor domínio do sistema ortográfico, do mesmo modo que bons falantes não são forçosamente bons escreventes. Existem propriedades do sistema ortográfico do português que, por diversas razões (p. ex., não-relação com a oralidade ou complexidade gráfica), acarretam formas não-convencionais. São apresentados dados quantitativos e qualitativos longitudinais de formas não-convencionais envolvendo três tipos de estruturas (/e/, /eI/ and /oU/) de um corpus online de escrita e fala de crianças do Ensino Básico (2º e 4º anos). Esses dados permitem compreender o que é mais e menos relevante treinar nesses dois momentos da aprendizagem da ortografia.<hr/>The mastery of orthography can be achieved by improving children's knowledge of language. This multi-step process implies the stimulation of competences using different tasks. Children who are good skilled at notice basic contrasts of his/her language and at segmental manipulation of the sounds do not always do well in written, the same way good speakers are not necessarily better writers. There are properties of the orthographic system of Portuguese that for several reasons (e.g., no relation between oral and written forms and orthographic complexity) can lead children to spell unconventional forms. Quantitative and qualitative longitudinal data of unconventional forms involving three types of phonological structures (/e/, /eI/, /oU/) from an online corpus of writing and speech of children in primary school (2nd and 4th grades) are presented. These data may allow us to understand what is more and less important to teach in these two moments of the process of learning to spell. <![CDATA[<b>Conceptual Metaphor and literariness</b>: <b>the concept of “Hour” in Fernando Pessoa</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es A análise que apresentamos insere-se no domínio da Linguística Cognitiva e resulta da aplicação dos instrumentos de análise da metáfora poética, propostos por Lakoff e Turner (1989) no âmbito da Teoria da Metáfora Concetual, postulada por Lakoff e Johnson (1980 e 1999) e por Lakoff e Feldman (2006), à metaforização de “hora”, nos poemas ortónimos de Fernando Pessoa (1888-1935), escritos entre 1910 e 1935. Neste texto, apenas iremos utilizar um pequeno corpus do total, constituído por seis excertos de poemas ortónimos nos quais o item lexical “hora” designa metonimicamente a categoria superordenada Tempo, através da metonímia concetual HORA POR TEMPO. As metáforas de “hora” são complexas, o que significa que resultam da combinação hierarquizada de metáforas convencionais de nível específico e genérico que constituem o background sociocultural que constrange a criatividade do poeta e do qual emerge a metaforização de “hora”, realizada com base nos quatro mecanismos concetuais em que assenta a construção da metáfora poética: extensão, elaboração, questionamento e combinação.<hr/>ABSTRACT The analysis hereby presented is inserted in the dominium of Cognitive Linguistics and aims at applying the instruments of poetic metaphor analysis, as proposed by Lakoff and Turner (1989) within the ambit of The Conceptual Metaphor Theory, postulated by Lakoff and Johnson (1980 and 1989) and by Lakoff and Feldman (2006), to the metaphor of “hour”, in the orthonymous poems of Fernando Pessoa (1888-1935), written between 1910 and 1935. In order to achieve such purpose, we started from a corpus constituted by six excerpts of poems in which the lexical item “hour” designates metonymically the superordinate category TIME, trough the conceptual metonymy HOUR FOR TIME. The metaphors of “hour” are complex, which means that they are the result of the hierarchical combination of conventional metaphors of a specific and general level which constitute the social background that restrains the poet's creativity and out of which the process of creating the metaphor of “hour” emerges, based on the four conceptual mechanisms in which the construction of the poetic metaphor lies: extension, elaboration, questioning and combination. <![CDATA[<b>Extraction of restricted lexical combinations by detecting non-compositionality of multiword expressions</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100008&lng=es&nrm=iso&tlng=es In this article an evaluation of a method for extracting restricted lexical combinations from parallel corpora by detecting non-compositionality of multiword expressions in translation will be presented. This method presupposes that by finding sequences of words (word bigrams are used) whose translation does not follow a simple word-to-word conversion of the component words, a collocation is probably present.<hr/>Neste artigo apresentamos uma avaliação sobre um método para extrair combinações lexicais restritas a partir de corpora paralelos, pela deteção da não composicionalidade de expressões pluriverbais na tradução. Este método baseia-se na presunção de que, encontrando sequências de palavras (são usados bigramas de palavras) cuja tradução não siga a tradução palavra por palavra dos seus componentes, é provável estar-se perante uma colocação. <![CDATA[<b>Genre, contents and segmentation</b>: <b>in search of the text plan</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo, são sistematizadas algumas das principais ideias acerca do conceito de plano de texto e propõe-se uma definição aplicável à análise de textos escritos de qualquer género. Com base numa reflexão crítica acerca das sínteses propostas em Adam (2002) e no Dicionário terminológico, são explicitadas as dimensões contempladas no plano de textos escritos (distribuição de conteúdos e segmentação), assim como os níveis macroestrutural e microestrutural em que ele se concretiza e os polos entre os quais pode gradualmente oscilar (plano de texto convencional vs. plano de texto ocasional). A seguir, são analisados dois textos, um do género dicionário unilingue e outro do género requerimento, com o objetivo de testar e validar o conceito de plano de texto tal como foi definido e caracterizado no início do artigo.<hr/>The goal of this paper is to define the concept of text plan and to apply it in textual analysis. First, it is presented a summary of two proposals on the subject (Adam 2002, Dicionário terminológico). Then, it is described the text plan's double dimension (content distribution and text segmentation), its macro and microstructural levels of analysis, and the opposition between conventional and occasional text plans. Finally, two texts of the genre monolingual dictionary and application are analyzed in order to test and validate the adopted definition of the concept. <![CDATA[<b>Das práticas do ler e escrever ao universo das linguagens, códigos e tecnologias</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100010&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo, são sistematizadas algumas das principais ideias acerca do conceito de plano de texto e propõe-se uma definição aplicável à análise de textos escritos de qualquer género. Com base numa reflexão crítica acerca das sínteses propostas em Adam (2002) e no Dicionário terminológico, são explicitadas as dimensões contempladas no plano de textos escritos (distribuição de conteúdos e segmentação), assim como os níveis macroestrutural e microestrutural em que ele se concretiza e os polos entre os quais pode gradualmente oscilar (plano de texto convencional vs. plano de texto ocasional). A seguir, são analisados dois textos, um do género dicionário unilingue e outro do género requerimento, com o objetivo de testar e validar o conceito de plano de texto tal como foi definido e caracterizado no início do artigo.<hr/>The goal of this paper is to define the concept of text plan and to apply it in textual analysis. First, it is presented a summary of two proposals on the subject (Adam 2002, Dicionário terminológico). Then, it is described the text plan's double dimension (content distribution and text segmentation), its macro and microstructural levels of analysis, and the opposition between conventional and occasional text plans. Finally, two texts of the genre monolingual dictionary and application are analyzed in order to test and validate the adopted definition of the concept. <![CDATA[<b>Le Robert Junior illustré</b>: <b>Nouvelle édition</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100011&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo, são sistematizadas algumas das principais ideias acerca do conceito de plano de texto e propõe-se uma definição aplicável à análise de textos escritos de qualquer género. Com base numa reflexão crítica acerca das sínteses propostas em Adam (2002) e no Dicionário terminológico, são explicitadas as dimensões contempladas no plano de textos escritos (distribuição de conteúdos e segmentação), assim como os níveis macroestrutural e microestrutural em que ele se concretiza e os polos entre os quais pode gradualmente oscilar (plano de texto convencional vs. plano de texto ocasional). A seguir, são analisados dois textos, um do género dicionário unilingue e outro do género requerimento, com o objetivo de testar e validar o conceito de plano de texto tal como foi definido e caracterizado no início do artigo.<hr/>The goal of this paper is to define the concept of text plan and to apply it in textual analysis. First, it is presented a summary of two proposals on the subject (Adam 2002, Dicionário terminológico). Then, it is described the text plan's double dimension (content distribution and text segmentation), its macro and microstructural levels of analysis, and the opposition between conventional and occasional text plans. Finally, two texts of the genre monolingual dictionary and application are analyzed in order to test and validate the adopted definition of the concept. <![CDATA[<b>Puxar a Brasa à Nossa Sardinha</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100012&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo, são sistematizadas algumas das principais ideias acerca do conceito de plano de texto e propõe-se uma definição aplicável à análise de textos escritos de qualquer género. Com base numa reflexão crítica acerca das sínteses propostas em Adam (2002) e no Dicionário terminológico, são explicitadas as dimensões contempladas no plano de textos escritos (distribuição de conteúdos e segmentação), assim como os níveis macroestrutural e microestrutural em que ele se concretiza e os polos entre os quais pode gradualmente oscilar (plano de texto convencional vs. plano de texto ocasional). A seguir, são analisados dois textos, um do género dicionário unilingue e outro do género requerimento, com o objetivo de testar e validar o conceito de plano de texto tal como foi definido e caracterizado no início do artigo.<hr/>The goal of this paper is to define the concept of text plan and to apply it in textual analysis. First, it is presented a summary of two proposals on the subject (Adam 2002, Dicionário terminológico). Then, it is described the text plan's double dimension (content distribution and text segmentation), its macro and microstructural levels of analysis, and the opposition between conventional and occasional text plans. Finally, two texts of the genre monolingual dictionary and application are analyzed in order to test and validate the adopted definition of the concept. <![CDATA[<b>A poesia oculta de Filgueira Valverde</b>: <b>Guerra Civil, literatura franquista e galeguismo n'O Gaiteiro de Lugo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0807-89672016000100013&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo, são sistematizadas algumas das principais ideias acerca do conceito de plano de texto e propõe-se uma definição aplicável à análise de textos escritos de qualquer género. Com base numa reflexão crítica acerca das sínteses propostas em Adam (2002) e no Dicionário terminológico, são explicitadas as dimensões contempladas no plano de textos escritos (distribuição de conteúdos e segmentação), assim como os níveis macroestrutural e microestrutural em que ele se concretiza e os polos entre os quais pode gradualmente oscilar (plano de texto convencional vs. plano de texto ocasional). A seguir, são analisados dois textos, um do género dicionário unilingue e outro do género requerimento, com o objetivo de testar e validar o conceito de plano de texto tal como foi definido e caracterizado no início do artigo.<hr/>The goal of this paper is to define the concept of text plan and to apply it in textual analysis. First, it is presented a summary of two proposals on the subject (Adam 2002, Dicionário terminológico). Then, it is described the text plan's double dimension (content distribution and text segmentation), its macro and microstructural levels of analysis, and the opposition between conventional and occasional text plans. Finally, two texts of the genre monolingual dictionary and application are analyzed in order to test and validate the adopted definition of the concept.