Scielo RSS <![CDATA[Ciência e Técnica Vitivinícola]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0254-022320100002&lang=pt vol. 25 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Probabilidade de predição para comprar contratos de seguro na indústria de vinho Chilena</b>: <b>uma análise comparativa logit e probit</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232010000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt In the less developed countries the use of market instruments for risk management is still limited. The main purpose of this study is to identify the variables that have an infl uence on the probability of using insurance contracts in the wine industry of Chile. Binomial logit and probit models were applied using a sample of 84 fi rms. Our results indicate that the probability of purchasing insurance depend on wine market access and insurance contracts risk management (p<0.01), total surface planted with vineyards, wine prices access, sanitary risk and expected hedging insurance contracts (p<0.05). The global correct prediction was estimated (83.33%) using Receiver Operating Characteristic (ROC) curve analysis. One important conclusion is that viticulturists are more willing to buy insurance contracts if they perceive that these will allow an adequate management of risk.<hr/>Nos países menos desenvolvidos o uso de instrumentos de mercado para a gestão de risco é ainda escasso. O objectivo principal desta investigação é identificar as variáveis que influenciam sobre a probabilidade de utilização de contratos de seguros na indústria de vinho chilena. Aplicaram-se modelos logit e probit usando uma amostra de 84 empresas. Os nossos resultados indicam que a probabilidade de adquirir seguros depende do acesso a mercados para o vinho (p<0,01), da superfície total plantada com vinhedos, acesso a preços do vinho, riscos sanitários e a cobertura esperada dos contratos de seguros (p<0,05). A predição global do modelo (83,33%) foi estimada usando a análise da curva Receiver Operating Characteristic (ROC). Uma importante conclusão é a de que os viticultores estão dispostos a contratar seguros se perceberem que tais contratos permitem gerir adequadamente o risco. <![CDATA[<b>Base de dados de microsatélites das castas (<i>Vitis vinifera </i>L.) utilizadas na produção de vinho em Portugal</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232010000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Six nuclear microsatellite loci (VVMD 5, VVMD 7, VVMD 27, VrZAG 62, VrZAG 79 and VVS 2) were chosen to study the differentiation of 313 grapevine cultivars officially authorized for wine production in Portugal (Portaria nº 428/2000, Diário da República nº 163, 17th July 2000). These loci were found to be highly informative and therefore constitute a useful marker set for the discrimination of the targeted cultivars. This study allowed identifying 244 distinct genotypes and seventeen other genotypes represented, each, by 2 to 6 cultivars (synonymous) in a total of 40 cultivars. Additionally, 29 cultivars are distributed in 11 distinct sets, the cultivars of each set having identical SSRs profile but different berry colour and, so, should be considered as distinct cultivars. This work will contribute to improve the management of the Portuguese Grapevine National Collection and will also give a good technical support for the update of the list of cultivars officially authorized for wine production in Portugal (Portaria nº 428/2000). Furthermore, it will also be a useful support, in the future, for the control of plant material. The SSR database will be available at the web page of Instituto Nacional de Recursos Biológicos (INRB) www.inrb.pt<hr/>Trezentas e treze castas referidas na Portaria nº 428/2000 foram genotipadas usando seis loci de microsatélites nucleares (VVMD 5, VVMD 7, VVMD 27, VrZAG 62, VrZAG 79 e VVS 2). Concluiu-se que estes loci eram muito informativos, tendo permitido discriminar as cultivares estudadas. Assim, este estudo possibilitou a identificação de 244 genótipos distintos e 17 outros genótipos, cada um representado, por 2 a 6 castas (sinónimos), num total de 40 cultivares. Há ainda 29 cultivares, distribuídas por 11 grupos distintos, que embora tenham perfis de microsatélites idênticos têm a cor do bago distinta pelo que, não foram incluídas no grupo dos sinónimos. Este trabalho contribuirá para melhorar a gestão da Colecção Ampelográfica Nacional e constituirá uma boa base de apoio técnico à alteração da lista oficial das castas usadas na produção de vinho em Portugal. É também de salientar a importância que estes resultados têm para, no futuro, apoiar o controlo da comercialização do material vegetal. A base de dados dos microsatélites estará disponível na página web do Instituto Nacional de Recursos Biológicos (INRB) www.inrb.pt <![CDATA[<b>Compra e consumo de vinho em Portugal - uma análise exploratória das motivações/atitudes e atributos de compra dos jovens adultos</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232010000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study, exploratory in nature, examines how motives/attitudes, purchase and consumption behaviour, as well as extrinsic attributes for wine choice, of Portuguese young adult’s (aged less than 35 years), differ from other age segments. With this aim an online survey was used, resulting in 1160 usable responses. Using factor and cluster analysis, based on motivation/attitudes towards wine consumption, four segments were obtained: “Enthusiast”, “Regular”, “Infrequent” and “Convivial” wine drinkers. Results show that despite some similarities, young adults (more represent in the two last clusters), particularly those under 24 years, show signifi cant differences concerning the analysed factors.<hr/>Este estudo, de natureza exploratória, analisa em que medida, as motivações/atitudes, o comportamento de compra/consumo e os atributos extrínsecos relevantes na escolha de um vinho, dos jovens adultos portugueses, se diferenciam dos de outros grupos etários. Com este objectivo, foi levado a cabo um inquérito através da Internet, do qual resultou uma amostra de 1160 inquiridos. Recorrendo à análise factorial e de clusters, foi possível identifi car quatro segmentos de consumidores de vinho: os “Entusiastas”, os “Regulares”, os “Raros” e os “Conviviais”. Os resultados mostram que, apesar de algumas similitudes, os jovens adultos (mais representados nos dois últimos clusters), particularmente os de menos de 24 anos, mostram diferenças signifi cativas relativamente aos factores analisados. <![CDATA[<b>Identificação de leveduras de interesse enológico por perfis de restrição do ADNr 26S</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232010000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The complex microbial ecosystem existing in grape, must and wine comprises a wide diversity of yeast species. The knowledge of composition and dynamics of yeast biota occurring along vinification process would provide a better control of wine quality. The sequence of D1/D2 domain of 26S ribosomal DNA (rDNA), reflects ascomycetous yeast phylogenetic relationships and enables their separation at the species level. A region of the 26S rDNA, with around 1100 bp comprising domain D1/D2, was amplified by PCR and then digested with restriction endonucleases (ApaI, HinfI, MseI, HaeIIIand CfoI) in order to differentiate yeast species frequently isolated from grape surfaces, wine and cellar equipments. A total of 78 yeast strains (including 36 type strains) belonging to 53 species were used to generate the restriction profiles. Numerical analysis of the profiles generated by the five restriction enzymes enabled to group the strains in 47 different clusters and 42 of them clearly corresponded to different yeast species. The remaining groups comprise closely related species. The enzymes MseI, HaeIIIand CfoIrevealed a high discrimination power and the restriction profiles generated were sufficient to clearly identify the 42 species mentioned above. Despite one of the clusters included different yeast genera, with different wine characteristics, the common wine spoilage yeasts Zygosaccharomyces bailii and Z. lentus could be separatedto one distinctive cluster through the use of ApaI restriction profiles. Since the analysis of restriction profiles of amplified 26S rDNA showed to be a valuable method to identify oenological yeast species, a database comprising the majority of wine yeast biota was created to be applied both at research and industrial environment.<hr/>O ecossistema microbiano existente nas uvas, no mosto e no vinho é composto por uma grande diversidade de espécies de leveduras. O conhecimento deste biota de leveduras ao longo do processo de vinificação permite um melhor controlo da qualidade do vinho. Para a identificação de leveduras o ADN ribossómico (ADNr) tem-se revelado muito adequado para estimar relações filogenéticas, consideradas pelas correntes mais actuais da taxonomia como estando na base da classificação taxonómica. No presente trabalho, avaliou-se um método baseado na amplificação do ADNr 26S, compreendendo a região D1/D2, seguido de digestão por enzimas de restrição - Perfis de Restrição - para a identificação de espécies de leveduras envolvidas no processo de produção de vinho. Esta avaliação foi efectuada através do uso de 78 estirpes pertencentes a 53 espécies (incluindo 36 estirpes tipo). Utilizaram-se as enzimas de restrição ApaI, HinfI, MseI, HaeIIIe CfoI e, análise numérica dos perfis de restrição gerados permitiu agrupar as espécies estudadas em 47 grupos, 42 dos quais correspondendo a uma única espécie. As enzimas de restrição MseI, HaeIII e CfoI foram as que apresentaram maior poder discriminante ao nível da espécie, permitindo a identificação das mesmas 42 espécies. Apesar da enzyma ApaIter apresentado o mais baixo grau de polimorfismo, esta enzima poderá ser útil para medidas de controlo uma vez que seu perfil de restrição pôde agrupar em um grupo distinto as leveduras Zygosaccharomyces bailii e Z. Lentus. O método desenvolvido revelou eficácia, rapidez e facilidade de aplicação na identificação de leveduras de interesse enológico. Com o presente trabalho iniciou-se a construção de uma base de dados de perfis de restrição para posterior aplicação em condições industriais e de investigação. <![CDATA[<b>Desenvovimento de um procedimento de mineralização de mosto para análise elementar, por digestão por microondas</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232010000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The present work describes the development and validation of a high pressure microwave-assisted mineralization procedure for the determination of metals in grape must by spectrometric techniques. Metals of special oenological and food safety importance (Al, Co, Cu, Cd, Pb) were used as model elements to achieve the optimum working conditions. The study was conducted by monitoring their concentration in experimental samples by ETAAS. Different combinations of HNO3 and H2O2 were tested and an optimal volume of 1 mL of each reagent, added to 2 mL of sample, was selected for further studies. In comparison with experimental conditions described in literature for the mineralization of grape must and wine by HPMW, the proposed procedure requires very low reagent consumption. Time and temperature were regarded as factors in the optimization study of microwave oven program, resulting in 72 minutes of extension including ventilation. The procedure trueness and precision were evaluated using grape must and wine samples. For each element three different levels of addition were performed. The recovery range was from 94% (Co) to 113% (Pb) in grape must and from 96% (Cu) to 128% (Al) in wine. Relative standard deviations ranged from 1% (Cd) to 11% (Al) in grape must and from 2% (Cd, Pb) to 9% (Co) in wine (n = 10). The proposed procedure is suitable for grape must and wine mineralization with a view to trace element analysis.<hr/>Apresenta-se um procedimento de mineralização de mosto e de vinho, com recurso à técnica de digestão, em vaso fechado, por microondas (sistema de alta pressão), com vista à análise elementar por espectrometria. Na optimização das condições experimentais foram utilizados como elementos modelo metais com especial importância enológica e de segurança alimentar (Al, Co, Cu, Cd e Pb). A determinação analítica destes elementos nas amostras experimentais foi realizada por ETAAS. Foram ensaiadas diferentes combinações de volumes de HNO3 e H2O2 a utilizar na digestão de 2 mL de amostra. O procedimento proposto apresenta baixo consumo de reagentes (1 ml HNO3 e 1 mL de H2O2) comparativamente com os procedimentos de mineralização de mosto por HPMW descritos na literatura. Na optimização do programa de forno do microondas foram considerados os factores tempo e temperatura. A duração total do programa de digestão é de 72 minutos (incluindo a etapa de ventilação).A exactidão e precisão do procedimento foram avaliadas através do cálculo de taxas de recuperação e do coeficiente de variação, respectivamente. As taxas de recuperação, calculadas com base em três níveis de adição de cada elemento, variaram entre 94% (Co) e 113% (Pb) em mosto e entre 96% (Cu) e 128% (Al) em vinho. A precisão variou entre 1% (Cd) e 11% (Al) em mosto e entre 2% (Cd, Pb) e 9% (Co) em vinho (n = 10). O procedimento proposto é adequado para a mineralização de amostras de mosto e de vinho para análise elementar a nível vestigial.