Scielo RSS <![CDATA[Ciência e Técnica Vitivinícola]]> http://www.scielo.mec.pt/rss.php?pid=0254-022320090002&lang=pt vol. 24 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.mec.pt/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.mec.pt <![CDATA[<b>Avaliação de dois porta-enxertos de videira in vitro introduzidos em meio de cultivo contendo alumínio</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232009000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A toxidez de alumínio é o fator limitante de maior importância para a produtividade das culturas no mundo. Neste sentido, este trabalho busca determinar um método de avaliação do comportamento de 2 porta-enxertos de videira (Paulsen 1103 e Gravesac), em condições estressantes de alumínio in vitro. Após a desinfestação, os explantes foram inoculados em tubos de ensaio contendo 15 mL de meio de cultura DSD1. As culturas in vitro foram transferidas para salas de crescimento e mantidas sob condições de temperatura de 25°C, fotoperíodo de 16 horas e intensidade luminosa de 40-45 μmol.m-2.s-1. Após a autoclavagem do meio de cultivo, as doses de alumínio foram adicionadas ao meio de cultura em câmara de fluxo laminar e os valores de pH corrigidos para 4,0. Foram implantados dois experimentos. No primeiro, os explantes dos dois porta-enxertos foram colocados diretamente no meio de cultura DSD1 líquido com diferentes concentrações de Al, onde ficaram por um período de 60 dias até a avaliação. No segundo experimento, os explantes foram introduzidos em mesmo meio, na ausência de alumínio. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado composto por seis frascos, contendo três plantas cada um, num total de sete tratamentos. Verificaram-se comportamentos distintos entre as variedades, com relação às concentrações de Al. Ocorreu correlação negativa entre atividades de Al+3 e produção de biomassa. A partição de carbono entre as variedades foi alterada pelas diferentes concentrações de alumínio.<hr/>The aluminum toxicity is the limiting factor of larger importance for the productivity of cultures in the world. In this sense, this work search to determine a method of evaluation of the behavior of 2 rootstock grapevine (Paulsen 1103 and Gravesac), in aluminum stressful conditions in vitro. After the disinfestations, the explants were inoculated in tubes containing 15 mL of culture medium DSD1. The cultures in vitro were transferred for growth rooms and maintained under temperature conditions of 25°C, photoperiod of 16 hours and luminous intensity of 40-45 μmol.m-2.s-1. After the sterilization of culture medium, the doses of aluminum were added to the culture medium in camera and the pH values corrected for 4.0. Two experiments were implanted. In the first, the explants of two rootstock were placed directly in the DSD1 liquid with different Al concentrations, where were maintained for 60 days until the evaluation. In the second experiment, the explants were introduced in same culture medium, in the absence of aluminum. The experimental delineate was blocks, with six flasks containing three plants each one, in a total of seven treatments. Different behaviors were verified among the varieties, with relationship to aluminum concentrations. It was a negative correlation between activities of Al+3 and biomass production. The partition of carbon among the varieties was altered by the different aluminum concentrations. <![CDATA[<b>Determinação de cobalto em vinho e mosto por espectrofotometria deabsorção atómica com atomização electrotérmica</b>: <b>desenvolvimento evalidação do método de análise</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232009000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt An electrothermal atomization atomic absorption spectrometry method was optimized to quantify cobalt in musts and wines, especially within quality control scope. As far as wine samples are concerned, the method involves reduced risk of contamination by eliminating prior treatment other than dilution (1:2). For must samples a pre-treatment is needed, in order to destroy the organic matter that could interfere with the analytical determination. A conventional thermal program (with pyrolysis step), with and without matrix modifier [Mg(NO3)2], was developed and optimized. Pyrolysis and atomization curves were studied using a Co standard solution, must and wine samples. The analytical figures of merit of the method such as linearity of the calibration curve, specificity (standard additions test), accuracy, analytical limits and precision were studied using wine samples. The linear dynamic range under optimized conditions was 0.4-10.0 μg/L. The recoveries were between 87% and 98% for all of the wines and addition levels used in the test. The method presents a very satisfactory specificity for red wines, while matrix effect was observed for white wines. The limit of detection in undiluted wines was 0.8 μg/L. Repeatability was lower than 0.7 μg/L (RSD < 5%). For accuracy evaluation, Co content in six wine samples and one Co standard solution, from an international collaborative trial, was determined by ETAAS and ICP-MS with comparable results (in general the differences were lower than 5%). Bearing in mind that must samples are previously digested, it is expected that the method performance parameters are at least as favourable as those observed with wines.<hr/>Apresenta-se a optimização de um método de análise para a determinação de cobalto, em mostos e vinhos, por espectrofotometria de absorção atómica com atomização electrotérmica. A preparação das amostras de vinho consiste na sua diluição (1:2), pelo que o risco de contaminação é reduzido. No caso das amostras de mosto, é necessário eliminar previamente a matéria orgânica, susceptível de causar interferências na determinação analítica. Foi optimizado um programa térmico convencional (com etapa de pirólise), com e sem adição de modificador de matriz [Mg(NO3)2]. As curvas de pirólise e de atomização foram estabelecidas com recurso a uma solução padrão de Co, mosto e vinho tintos. Foram avaliadas as seguintes características do método: linearidade da curva de calibração, especificidade (teste das adições de padrão), exactidão, limites analíticos e precisão. A gama de trabalho do método é de 0.4 a 10.0 μg/L. As taxas de recuperação variaram entre 87% e 98%, para todos os vinhos e níveis de adição utilizados no teste. A especificidade do método é bastante satisfatória para vinhos tintos, tendo sido verificada a existência de efeito de matriz nos vinhos brancos. A quantidade mínima de analito doseável em vinhos é de 0,8 μg/L e o valor da repetibilidade inferior a 0,7 μg/L (CV < 5%). A exactidão do método foi avaliada por comparação de resultados analíticos obtidos por aplicação do método proposto (ETAAS) e de um método ICP-MS, a amostras originárias de um ensaio colaborativo internacional. As diferenças observadas foram, em geral, inferiores a 5%. É de admitir que as características do método (com excepção da praticabilidade), quando aplicado a mosto, sejam no mínimo tão favoráveis quanto aquelas observadas na sua aplicação a vinhos, uma vez que as amostras de mosto são previamente mineralizadas. <![CDATA[<b>Caracterização e eficiência técnica de explorações vitícolas da região alentejo</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232009000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo teve como objectivos caracterizar e analisar a evolução, medir os níveis de eficiência técnica e relacionar esta com alguns atributos dos agricultores e das explorações, de uma amostra de explorações vitícolas pertencentes à região Alentejo. Os atributos considerados foram a dimensão física e económica, idade do produtor, natureza jurídica do produtor, tipo de posse da terra, irrigação, tipo de comercialização e especialização cultural e produtiva. A amostra analisada é composta por um painel de explorações, produtoras de uva para vinho para o período 2000-2005, pertencentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas, do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas (MADRP). A caracterização e a análise da evolução das explorações vitícolas foram feitas com base num conjunto de indicadores técnicos e económicos. Para medir a eficiência, a metodologia utilizada foi paramétrica, utilizando uma fronteira de produção estocástica, em que foram testadas as características da distribuição utilizada para medir a eficiência, assim como a variabilidade desta ao longo do tempo. Para testar a relação entre a eficiência e os atributos dos produtores e das explorações utilizou-se o teste de análise de variância e o de Kruskall-Wallis. Os resultados mostraram que para estas explorações existe espaço para um aumento dos níveis de eficiência na utilização dos factores de produção e que a eficiência é variante em ordem ao tempo. Verificou-se um aumento da eficiência técnica com a dimensão económica e com o rendimento líquido das explorações, assim como com a empresarialização das mesmas.<hr/>This study aims to characterize and to analyse the evolution of wine production, to measure the levels of technical efficiency, and to relate these with farmers and farms attributes. The attributes considered were the physical and economic size, the producer age, the farmer legal status, type of land ownership, land irrigation, type of commercialization and productive specialization. The sample used is composed of a panel of wine farms, producers of grapes for wine, for the period 2000-2005, enrolled in the European Farm Accounting System, belonging to the Alentejo region of Portugal. The characterization and the evolution analysis of the wine farms were done based on a set of technical and economic indicators. In order to measure the efficiency, the methodology utilized was the parametric one, making use of a stochastic production frontier. The characteristics of the utilized distribution to compute the efficiency were tested, as well as the efficiency variability with time. The relationship between the efficiency and the farms and farmers attributes was tested making use of analyses of variance and Kruskall-Wallis tests. The results showed that there are room to improve the levels of technical efficiency in input use and that efficiency is variant with time. The increase on technical efficiency with economic size and with farm net income was observed, as well as with farm entrepreneurship. <![CDATA[<b>A diversidade biológica um desafio do presente</b>: <b>papel da colonização microbiológica da Cortiça</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232009000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Micro organisms are important sources of knowledge being of critical importance to the sustainability of life on Earth. The biodiversity preservation either of animals, plants or microorganisms and the use of alternative ways to explore their respective potential richness in a balanced manner implies deeper research in these areas covering the different required subjects. Changing both governmental and local perceptions about the obligation to preserve biodiversity, including microbial diversity, requires the demonstration that the sustainable use of biodiversity has positive economic value. The studies summarized on this paper respecting to cork microbial colonisation, tried to illustrate the relationship between microbes, effects on ecosystems behaviour, technological implications on society activities and subsequent economic impact. The requirement of increased efforts in the preservation of the oak forest as a sustainable environment namely due to the carbon assimilating and retention capacity of these systems and also the requisite of improved research efforts aiming to better understand the true role of cork fungal colonisation and to define suitable strategies to preserve cork stoppers use to seal wine bottles are also discussed. It is stress the fact that the increase in the market of alternative wine stoppers will reduce the economic value of cork forest therefore leading a finally loss of one of the best and most valuable examples of a human-nature balanced system.<hr/>Os microrganismos são fontes importantes de conhecimento sendo críticos para a manutenção da sustentabilidade da vida na Terra. A preservação da biodiversidade de plantas, animais ou microrganismos e o uso de tecnologias alternativas de exploração do seu potencial de forma equilibrada implica um conhecimento profundo e investigação em diferentes áreas contemplando os necessários aspectos específicos. Alterar a percepção da responsabilidade e obrigação de preservar a biodiversidade, incluindo a diverdade microbiana, tanto a nível governamental como local implica a demonstração de que o uso sustentado da biodiversidade se traduz num efectivo valor económico. A revisão dos conhecimentos sobre a colonização microbiana da cortiça apresentada neste trabalho pretende ilustrar um exemplo de relações entre microrganismos, respectivos efeitos no ecosistema, implicações tecnológicas em actividades da sociedade e subsequente impacto económico. É realçada a necessidade de ser reforçado o investimento na preservação do montado, um exemplo de floresta sustentada, com particular impacto na retencão de CO2. Também é realçada a necessidade de investimento acrecido em investigação por forma a aprofundar o estudo do papel da colonização fúngica da cortiça e definição de estratégias adequadas a adoptar por forma a preservar o uso da rolha de cortiça como vedante previligiado de vinhos de qualidade. De realçar o facto de o aumento no uso de rolhas alternativas às de cortiça, se reflectirá inevitavelmente no decréscimo do valor económico da cortiça e a médio prazo na destruição de um dos sistemas naturais mais sustentados. <![CDATA[<b>Comparação de sistemas alternativos para o envelhecimento de aguardente vínica</b>: <b>Efeito da forma e da espécie botânica da madeira</b>]]> http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0254-02232009000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt During the first year of ageing, the dissolved oxygen, dry extract, total polyphenol index and colour of Lourinhã wine brandies were analysed with regard to the kind of ageing system: 650-L wooden barrels (traditional system) and 40-L stainless-steel tanks with wood staves or wood tablets (alternative systems). In each system two different kinds of wood were used: Portuguese chestnut (Castanea sativa Mill.) or Limousin oak (Quercus robur L.), with heavy toasting level. The quantity of staves and tablets was calculated in order to reproduce the surface/volume ratio of a 650-L barrel. The results obtained show that the wood shape has a very significant effect on the chemical composition and colour of the aged brandies. The wood staves promote the greatest enrichment in wood extractable compounds and the lowest oxygen consumption in the brandies, while the wood tablets cause the fastest evolution of the colour of brandies. This fact indicates that modifications observed in the aged brandies are closely related to the kind of ageing system, suggesting that many constituents and phenomena governed by several ageing factors should be involved. Concerning the wood botanical species, chestnut is the most interesting wood for the ageing of the studied brandies, allowing their greater enrichment in wood extractable compounds and their faster evolution, independently of the ageing system, and thus contributing to improve their quality and to shorten the ageing period.<hr/>Durante o primeiro ano de envelhecimento, procedeu-se à análise do oxigénio dissolvido, extracto seco, índice de polifenóis totais e cor de aguardentes vínicas Lourinhã envelhecidas em diferentes sistemas: vasilhas de madeira de 650 L (sistema tradicional) e depósitos de aço inoxidável de 40 L com aduelas ou dominós de madeira (sistemas alternativos). Em cada sistema foram utilizadas duas madeiras diferentes: castanheiro português (Castanea sativa Mill.) ou carvalho Limousin (Quercus robur L.), com queima forte. A quantidade de aduelas e de dominós foi calculada de modo a reproduzir a relação superfície/volume de uma vasilha de 650 L. Os resultados obtidos revelam que a forma da madeira exerce um efeito muito significativo na composição química e na cor das aguardentes envelhecidas. As aduelas promovem o maior enriquecimento da aguardente em compostos da madeira e o menor consumo de oxigénio, enquanto os dominós originam uma mais rápida evolução da cor da aguardente. Este facto indica que as modificações observadas nas aguardentes envelhecidas se encontram estreitamente relacionadas com o tipo de sistema de envelhecimento, sugerindo o envolvimento de muitos constituintes e fenómenos, governados por diversos factores. Relativamente à espécie botânica, a madeira de castanheiro revela-se a mais interessante para o envelhecimento das aguardentes estudadas, por proporcionar o seu maior enriquecimento em compostos da madeira e evolução mais célere, independentemente do sistema de envelhecimento, contribuindo assim para melhorar a sua qualidade e encurtar o período de envelhecimento.