ISSN 0874-6885
[versão impressa
]

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher tem no próprio nome o objetivo primordial: os Estudos sobre as Mulheres, os Estudos Feministas e os Estudos de Género. A revista publica diferentes tipos de textos que, a partir do olhar das diferentes ciências, nos aproximam da realidade das mulheres. Os textos distribuem-se por diferentes secções intituladas Estudos,Estado da Questão, Diálogos, Entrevistas, Pioneiras, (Auto)-Retrato e Leituras.

 

Forma e preparação de manuscritos

Normas de publicação de artigos na revista Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher

1. O/A(s) autores/as devem entregar um exemplar digital em formatos word e pdf, letra Times New Roman, fonte 12, espaço e meio. Todos os textos devem vir acompanhados de folha de rosto com a identificação e afiliação do/a(s) autores/as isto é, universidade, faculdade, departamento/centro, cidade, país e endereço de e-mail, de preferência institucional, pois só este pode aparecer na plataforma SciELO. É importante evitar abreviaturas e acrónimos sem especificação do nome por extenso.

2. Os Estudos, originais, não podem ultrapassar 40 000 carateres (incluindo espaços) e devem conter título, resumo e palavras-chave no idioma do texto do artigo e nos idiomas inglês e português (exemplo: para um artigo escrito em espanhol devem aparecer título, resumo e palavras-chave em espanhol, português e inglês). No caso de o artigo ser escrito em inglês, esses elementos deverão surgir em português. Os resumos devem ter no máximo 650 caracteres e até 5 palavras-chave.

Os Estudos propostos para publicação são submetidos a parecer de especialistas das áreas respetivas como indicado no procedimento de arbitragem.

3. O Estado da Questão, Pioneiras e (Auto)-Retrato não devem ultrapassar os 12 000 carateres (incluindo espaços). O Estado da Questão deve vir acompanhado do respetivo logótipo (em formato jpg/gif). Pioneiras e (Auto)-Retrato devem ser acompanhados de uma fotografia (em formato jpg/gif).

4. Os Diálogos não devem ultrapassar os 20 000 carateres (incluindo espaços).

5. As Entrevistas não devem ultrapassar os 15 000 carateres (incluindo espaços) e devem vir acompanhados de uma
fotografia (em formato jpg/gif).

6. As Leituras de livros, filmes, ou de qualquer outro suporte de carácter cultural e/ou artístico não devem ultrapassar os 6000 caracteres (incluindo espaços) e são aceites desde que tenham sido publicados/apresentados, no máximo, no ano anterior.

7. Antes de iniciar o processo de arbitragem científica, todos os textos serão objecto de uma primeira triagem para verificação de que cumprem as regras aqui apresentadas.

8. Os nomes e endereços de autores de artigos submetidos a esta revista e que não sejam aceites para publicação, não serão disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

9. Apenas são aceites referências bibliográficas de obras citadas, que deverão ser colocadas no fim do respetivo artigo. Nas citações no corpo do texto, deverá aparecer o apelido do autor, o ano e a página da referência. As transcrições devem abrir e fechar com aspas, quando não excederem as 4 linhas; no caso de citações mais longas deverão ser entalhadas e transcritas sem aspas.

Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher utiliza as normas APA, versão 6. (Mais informação em http://www.apastyle.org/).

Exemplos:

Anderson, A. K., Christoff, K., Panitz, D., De Rosa, E., & Gabrieli, J. D. E. (2003). Neural correlates of the automatic processing of threat facial signals. Journal of Neuroscience, 23, 5627 – 5633.

Casa Real. (1762, Novembro 9). Mordomia-mor da Casa Real (liv. 1, fl. 182). Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Lisboa.

Goleman, D. (2000). La inteligencia emocional: Por qué es más importante que el cociente intelectual . Ciudad de México, México: Ediciones B.

Lang, P. J., Bradley, M. M., & Cuthbert, B. N. (1997). Motivated attention: Affect, activation, and action. In P. J. Lang, R. F. Simons, & M. Balaban (Eds.), Attention and orienting: Sensory and motivational processes (pp. 97–135). Mahwah, NJ: Erlbaum.

Leal, J. J. (2006). Violência doméstica contra a mulher: breves comentários à Lei nº 11.340/2006. Jus Navigandi, Teresina, ano 10, n. 1214, 28 out. Disponível em: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=9096

Lisboa 30. de Agosto. (1736, nº 34, Agosto 23). Gazeta de Lisboa Occidental , p. 406.

Proença, R. (Ed.). (1975). Guia de Portugal, I, Generalidades. Lisboa: Gulbenkian.

Saxe, M. J. de B. (1781, Julio 27). [Carta de D. Maria Josefa de Bourbon y Saxe, Infanta de Espanha, para D. Maria I]. ( Manuscritos , 54-V-20, nº 5c). Biblioteca da Ajuda, Lisboa.

10. Enviar em formatos word e pdf para:

Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher

E-mail: facesdeeva@fcsh.unl.pt

 

Procedimento de arbitragem

Os artigos propostos à Revista Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher são submetidos, sob anonimato ao parecer de dois especialistas - blind referees - nacionais e/ou internacionais, garantindo a imparcialidade da avaliação. Os pareceres deverão ter em conta a adequação e enquadramento do artigo nos objetivos da revista Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher, a sua qualidade científica, a pertinência, originalidade, clareza e coerência de conteúdos, a explicitação da metodologia, o rigor da escrita e o equilíbrio formal. Os pareceres deverão explicitar: aceite sem restrições, aceite com restrições (indicando quais), rejeitado. Será ainda solicitada a indicação de sugestões e sua justificação, contribuindo para a possível melhoria da qualidade científica do artigo a serem enviadas, sob anonimato, ao respetivo/a autor/a. Para a publicação, o artigo deve contar com dois pareceres favoráveis.

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo Editorial] [Assinaturas]


© 2018 Centro de Estudos sobre a Mulher
CICS.NOVA – Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa


E-mail: facesdeeva@fcsh.unl.pt